Artistas brilharam usando marcas baianas na passarela

(Foto: Erik Salles/Diferente Imagens/Divulgação)
Sábado foi dia de montagem e ensaio na Cruz Caída
November 22, 2016
22112016-afro2-900
Confira alguns looks que arrasaram na passarela do Afro Fashion Day
November 22, 2016

Márcio Victor, Ana Mametto, Margareth Menezes, Larissa Luz foram alguns dos convidados do desfile

O Afro Fashion Day contou com a participação de artistas convidados para desfilarem na passarela. Márcio Victor, Ana Mametto, Margareth Menezes, Vitor Pretto e Lincoln Sena, da Duas Medidas, subiram na passarela montada na praça da Cruz Caída apresentando marcas baianas.

“A instalação dialoga de maneira orgânica com a estrutura existente e a beleza natural. É um trabalho simbiótico com o que já existe no local, mas reforçando o conceito do evento”, destaca o arquiteto Giuseppe Mazzoni Filho, que assina novamente o projeto arquitetônico do AFD.

Margareth Menezes, Uran Rodrigues, Ana Mametto, Lincoln Sena e Márcio Victor (Foto: Arisson Marinho/CORREIO)

Para Márcio Victor, o momento foi de voltar no tempo. Além de lembrar a infância, quando participava de desfiles, o líder do Psirico fez questão de reforçar seu papel na luta contra o racismo. “Está aí na internet, em todos os lugares. O Brasil ainda é o país das mulatas rainhas. Tem pessoas dormindo ainda, que não sabem o que é ser preto de verdade”, disse o cantor, que usou criação da InCID.

Já Margareth Menezes cruzou a passarela do AFD com um look assinado por Mônica Anjos. Nos bastidores, a cantora elogiou a estilista. “Teve uma etapa que ela me vestiu, com uns vestidos muito bonitos. Eu gosto dessa coisa solta, combina comigo, meu jeito de ser. Tem muita qualidade”.

Maga também falou da sua relação com a moda. “Eu não sou uma pessoa que sigo todas as tendências. Vou naquilo que me sinto bem e tem a ver também com meu momento. Sou meio mutante, acho que essa é uma dinâmica da vida mesmo”, declarou.

Para a baiana, aliás, o lado fashion não está ligado só às roupas.”Moda é estar confortável, estar saudável. Acho que saúde é moda. Às vezes, a pessoa pode não ter aquela perfeição física, mas tem aquela vitalidade que é importante para expressar a beleza”.

Larissa Luz foi a mestre de cerimônias do evento.  “O Dia da Consciência Negra virou um processo de empoderamento contínuo, constante. Estamos atentos, estamos espertos, estamos aqui, estamos com tudo”, destacou a cantora.

O Afro Fashion Day é uma realização do CORREIO com patrocínio do Shopping da Bahia, HapVida e Faculdade da Cidade, apoio do Senac e Eudora e apoio institucional da prefeitura de Salvador.