As festas de final de ano estão chegando e, com elas, aumenta a preocupação com os animais de estimação. As comemorações ficam mais alegres e barulhentas, assustando assim alguns pets e provocando pânico em outros. Principalmente no Ano Novo, onde os fogos de artifícios são uma tradição, é preciso ficar atento a cães e gatos, para evitar que a festa vire motivo de tristeza. A farmacêutica da Fórmula Animal Farmácia de Manipulação, Renata Piazera, separou algumas dicas para que a virada do ano seja tranquila tanto para os animais de estimação quanto para os proprietários.

1. NÃO DEIXAR ANIMAIS SOZINHOS No dia a dia, muitos animais de estimação costumam ficar sozinhos, mas isso faz com que o pet fique estressado e, em alguns casos, deprimido. Agora, imagine deixar o bichinho sem companhia durante a queima de fogos. O barulho dos fogos de artifícios é muito alto para os ouvidos de cães e gatos, podendo assustá-los, provocar nível muito elevado de estresse e até infartos. Na Itália, por exemplo, a Federação de Associações para os Direitos dos Animais divulgou levantamento que, nos últimos cinco anos, seis animais morreram e 2.311 ficaram feridos durante a virada do ano. A presença do proprietário ou de pessoas conhecidas acalmam os animais, além de diminuir as chances de acontecer algum acidente ou problema com eles.

2. FECHAR PORTAS, JANELAS E SACADAS Como o barulho dos fogos de artifício é muito alto, o recomendado é que os donos fechem portas, janelas e sacadas, para diminuir a potência do estouro. Além disso, essas atitudes evitam fugas. Uma dica bacana é que o proprietário, na hora da virada do ano, deixe o pet em um quarto fechado. Para quem tem animais de estimação mais agitados ou medrosos, uma alternativa é utilizar florais de bach que podem ser utilizados para acalmá-los. Outra substância, que pode ser manipulada especialmente para os pets, é a melatonina. Ela é conhecida no tratamento de fobias e é liberada durante a noite. Com o aumento da melatonina no organismo do animal, ele fica mais sonolento e tranquilo, ou seja, os donos conseguem aproveitar a queima de fogos sem preocupações.

3. NÃO LEVAR OS ANIMAIS PARA VER A QUEIMA DE FOGOS Como já mencionado, os animais ficam assustados com a explosão dos fogos de artifícios. Além de evitar que o pet fuja ou fique incomodado com a situação, o perigo aumenta ainda mais para quem vai passar a virada do ano na praia. A areia é grande transmissora de doenças, como verme, dermatites e infecções intestinais. Mesmo que o cão ou gato fique no colo, a areia é levada pelo vento que, em contato com o olho, pode causar conjuntivite e alergias. Por isso, sempre opte por deixar o bichinho em casa, sempre acompanhado.

4. DEIXAR OS ANIMAIS COM COLEIRA E PLACA DE IDENTIFICAÇÃO É muito comum as famílias se reunirem para comemorar a chegada do novo ano. Com o aumento da movimentação na casa, pode acontecer de o animal escapar e ir para rua. Por isso é importante mantê-lo preso à coleira, assim, o dono consegue prevenir possíveis acidentes e fuga. Outro aspecto para se observar é a placa de identificação, com ela, mesmo que o pet acabe se perdendo, é mais fácil que outras pessoas entrem em contato com o proprietário e devolva o animal são e salvo.

5. NÃO DÊ ALIMENTOS TÍPICOS DA ÉPOCA AOS ANIMAIS O Natal e o Ano Novo são épocas conhecidas por suas comidas típicas, como uva passa, pêssegos, aves assadas e sobremesas com chocolate. O que pode ser bom para o ser humano nem sempre é faz bem aos animais de estimação. Uva passa e chocolates são tóxicos para cães e gatos, podendo provocar vômitos, infecção intestinal e insuficiência renal. Além disso, frutas com sementes maiores e aves assadas com osso aumentam a probabilidade de o pet engasgar e sufocar. Manter a alimentação regrada e resistir aos olhares pidões, inclusive nas festas de final de ano, é importante para evitar imprevistos com os animais de estimação.

Mais informações disponíveis no site www.formulanimal.com.br

como-alcamar-os-pets

 

Comments No Comments »

Natal pet1

 

Como se não bastasse tanta diversão e a presença do Papai Noel para encontro com as crianças todos os dias, até 25/12, de 13h às 21h, o Shopping Paralela traz uma ação especial para os animais domésticos. Seguindo o modelo pet friendly – adotado também em outros shoppings administrados pela BRMalls no Brasil -, recebe com carinho, respeito e condições adequadas os animais de estimação das famílias brasileiras. Para o Natal deste ano, a novidade é o registro fotográfico do pet junto com Papai Noel, com direito a gorrinho. Um trono foi especialmente montado no espaço do bom velhinho em 10 shoppings da rede, onde é possível que as famílias inteiras, incluindo seus cachorros, levem uma recordação diferenciada para casa.

 

Todos os cachorros, de qualquer porte, são bem vindos no Shopping Paralela, sempre acompanhados pelo proprietário – responsável a partir de 18 anos – e usando coleira. Os animais tem acesso livre nos corredores, sendo restrito apenas às áreas de alimentação.

 

 

SERVIÇO – Natal do Shopping Paralela

 

Natal da Peppa Pig

Onde: praça central (L1).

Quando: 9h às 22h, até 26/12.

Quanto: carrossel custa R$15,00/pessoa; demais atividades gratuitas.

Acesso: livre.

Encontro com personagens: 8 a 12 e 15 a 18/12, de 14h às 20h.

 

Encontro com Papai Noel

Onde: praça frontal (L1).

Quando: todos os dias, de 13h às 21h, até 25/12.

 

As Aventuras de Big & Kid

Onde: Praça de eventos frontal (L1).

Quando: todos os dias, parque de 12h às 22h, até 28/02; tirolesa externa, de 14h às 22h, até 5/02.

Acesso: parque é livre; tirolesa, a partir de 8 anos.

 

Valores individuais:

Giro Master (3 minutos) – R$ 12,00.

Surf Mecânico (3 minutos) – R$ 12,00.

Girobike (3 minutos) – R$ 12,00.

Escolinha de Skate (7 minutos) – R$ 14,00.

Piscina de Bolinha (15 minutos) – R$ 14,00.

Tirolesa Externa – R$ 20,00 por salto (preço promocional de inauguração).

 

Valores dos pacotes:

Torre Amarela (rapel, tobogã, piscina de bolinha e escalada) – R$ 22,00.

Torre Vermelha (arvorismo, rapel, tirolesa, tobogã, piscina de bolinha e escalada) – R$ 28,00.

Big Kid (rapel, tobogã, piscina de bolinha, escalada, tirolesa, arvorismo e mais três aventuras) – R$ 38,00.

 

Estacionamento

Tarifa única aos domingos: R$5,00 carros; R$2,00 motos.

 

Comments No Comments »

Você sabia que a música pode ser uma grande aliada para ajudar seu animal de estimação a relaxar, se curar de uma doença, e até mesmo para tratar alguns problemas de comportamento? A musicoterapia utiliza as vibrações calmantes e seus diversos elementos (melodia, som, ritmo e harmonia) para promover mudanças sutis positivas nos pets – especialmente as mentais, sociais e de comportamento.

“A musicoterapia é reconhecidamente um excelente tratamento para animais que sofrem de transtornos psicológicos, e hoje é utilizada criteriosamente para acalmar cães e gatos que passam por dificuldades emocionais. Trata-se de uma técnica interessante para relaxar um animal estressado, e até mesmo para auxiliar no tratamento de distúrbios físicos ou psicológicas dos pets”, explica o especialista em comportamento animal Cleber Santos, que está à frente da equipe da Comport Pet, que inaugurou seu primeiro Hotel e Creche em São Paulo, com demonstrações de musicoterapia animal.

Cleber atua como profissional especializado em comportamento canino e felino desde seus 16 anos, tendo desde então estudado e conquistado mais de 50 certificados de cursos nacionais e internacionais – entre eles o do Curso de Adestramento e Emprego de cães de guerra (Ministério da defesa Exercito Brasileiro), Curso de Comportamento Canino (Dante Dog Works) e Curso de Comportamento e Estratégias (EUA Canine Tactical School). Ele também trabalhou no adestramento militar de cães de 2008 a 2013. Segundo ele, os estímulos sonoros são capazes de produzir efeitos tanto positivos como negativos nos animais, levando a um estado de calma e relaxamento, ou deixando o pet mais estressado. “Por isso, é muito importante prestar atenção ao tipo de estímulo auditivo ao qual seu pet é exposto no dia a dia, já que eles produzem efeitos nos bichinhos”, complementa.

Confira os benefícios da musicoterapia para os pets, de acordo com o especialista:

Bem-estar e relaxamento- O preceito principal da atividade é deixar o animal tranquilo, em um ambiente onde ele se sinta confortável. Os sons de fundo durante as sessões são escolhidos a partir de uma série de estudos que mostram quais notas são mais confortáveis para os cães. De acordo com Santos, diversos estudos sobre comportamento animal comprovam que a exposição frequente à música harmônica tem sobre os animais efeito relaxante, antiestresse, sonífero e tranquilizante. Consulte um especialista para encontrar as melhores músicas para utilizar com seu animalzinho e saber os melhores horários e como aplicar.

Benefícios físicos- A música atinge diversos órgãos e sistemas dos animais: cérebro, pulmões, aparelho digestivo, sangue e sistema circulatório, pele e mucosas, músculos e sistema imunológico. “Pesquisas científicas comprovam que a musicoterapia promove efeito analgésico, além de manter o equilíbrio do sistema cardiovascular e do metabolismo”, afirma.

Benefícios comportamentais- Vários estudos indicam que animais domésticos submetidos a sessões de musicoterapia são mais dóceis e alegres do que os demais. Além disso, a técnica tem efeito regulador sobre o sistema psicossomático dos pets. Doenças emocionais como depressão, hiperatividade, agressividade e carência afetiva podem ter neste tipo de tratamento em adjuvante. “O animal que tenha sofrido maus-tratos ou passado por situação de abandono e posteriormente tenha sido adotado por uma família, pode ser tratado com musicoterapia para ajudar a resolver alguns traumas que possam ter ficado na vida dos cães”, explica Santos.

Shih tzu dog with guitar

 

Comments No Comments »

Apesar de pouco conhecida entre os donos de pets, a Dirofilariose é uma doença silenciosa que acomete os cães e tem como agente transmissor os mosquitos, dentre eles o Aedes aegypti, também responsável por transmitir a dengue aos humanos. Ao picar o animal, o mosquito infectado transmite o verme Dirofilaria immitis, parasita que se desenvolve no coração dos cães.

 

A partir do momento em que o verme se aloja no coração e nos grandes vasos sanguíneos, lesões importantes poderão ocorrer e dependendo da gravidade, levar o animal à morte. “Esses parasitas alcançam a corrente circulatória e se alojam nas artérias pulmonares e ventrículo direito do coração, iniciando sua fase reprodutiva, liberando assim, novos parasitas para a circulação”, alerta Jaime Dias, Gerente Técnico de Animais de Companhia da Merial.

 

Quando acometidos, os cães podem apresentar tosse, diminuição do apetite e cansaço ao praticar atividades físicas. “É fundamental que os donos levem seus pets ao médico veterinário regularmente, porque quanto mais cedo o animal for diagnosticado, menor será a gravidade do problema e  maiores são as chances de responder positivamente ao tratamento”, explica Dias.

 

A prevenção é uma das armas para combater a Dirofilariose canina. A Merial oferece uma importante solução para a prevenção desta enfermidade, trata-se de Cardomec Plus, vermífugo à base de ivermectina e pirantel que, além da prevenção da doença, também trata e previne os principais vermes intestinais. Para que a prevenção seja feita de forma correta, Cardomec Plus deve ser utilizado mensalmente, pois assim impede que o verme alcance a fase adulta, o que pode trazer grandes prejuízos à saúde dos pets.

coração-e-c

 

Comments No Comments »

O tapete vermelho do Magic Day será estendido nos dias 19 e 20 de novembro, na Barra. Shows, atrações e brincadeiras infantis, espaços de beleza, pet e diversos serviços gratuitos para toda a família vão estar reunidos em toda área externa do Clube Espanhol. Serão mais de 10 horas de muito lazer, das 9 às 19 horas, que vai deixar muito mais animada a nova orla da região. A entrada é franca.

A garotada vai se divertir no Espaço Kids, que vai oferecer pintura de rosto, bichinhos de pelúcia, desenhos e brincadeiras com vários personagens. Os bichos de estimação também serão recebidos com espaço para socialização dos pets, petiscos e serviços gratuitos. O espaço pet tem o apoio da Royal Canin.

O evento, produzido pela Personne, foi pensado para a interação entre a família baiana e turistas com total descontração e alegria. “O foco do Magic Day foi, desde sua criação, em 2015, atrair as pessoas para os espaços públicos da cidade, valorizando-os. Salvador vem adquirindo essa cultura tão saudável para a população e para o município e temos que celebrar com eventos como o nosso”, conta Ricardo Ferreira, designer de interiores e um dos responsáveis pelo evento, que terá mais uma edição até o fim do ano, em dezembro, na Alameda das Espatódeas.

PROGRAMAÇÃO

 

SÁBADO (19/11)

09:00 – Fit Dance com a Academia Alpha Fitness

13:00 – Banda Baianitute

14:00 – Espetáculo infantil (a confirmar)

15:00 – Desfile Afrocultural , a banda Groova Tambor, Baianas, Maculelê e Rodas de capoeira em homenagem ao Dia da Consciência Negra.

17:00 – Jorge Borges, pôr do sol ao som de violino

18:00 – Banda Bonneco

19:00 – Banda Marana e Peixinho Elétrico.

 

DOMINGO (20/11)

09:00 – Fit Dance com a Academia Alpha Fitness

13:00 – Banda Manaia

14:00 – Personagens infantis

15:00 – Banda Papel de Pão

16:00 – Família Borges, pôr do sol ao som de  violino

17:00 – Banda Avenida Sete

19:00 – Banda Marana e Peixinho Elétrico

 

*Durante todo dia o evento vai oferecer serviços em diversos espaços, Passarela de Compras, diversão infantil e degustação de vários produtos.

 

SERVIÇO MAGIC DAY Data: 19 a 20 de novembro

Horários:  Das 09 às 19h

Local: Clube Espanhol

Atrações: Shows, Fit dance, Gastronomia, Espaços Infantil, Maridodromo, Beleza, Espaço Zen, Saúde, desfile, degustação e muitos outros serviços.

 

Entrada franca

 

Comments No Comments »

Muitas pessoas não sabem, mas os cães não possuem glândulas de suor e com isso a sensação térmica deles é muito maior. A troca de calor deles é feita pela boca, deixando o ar fresco entrar e com isso a temperatura do corpo baixar.

Nos dias mais quentes é um desafio oferecer água fresca de tempo em tempo ao pet, a solução mais rápida e prática é colocar pedras de gelo no bebedouro, mas essa técnica permite água fresca apenas por alguns minutos.

O ideal é sempre fornecer água fresca ao animal, principalmente em dias quentes, dessa forma se mantém a hidratação do corpo e o controle da temperatura.imagem_release_775103_medium

Comments No Comments »

filhote-de-cachorro

 

 

 

Eles são pequenos, frágeis e precisam de bons alimentos para crescer fortes e saudáveis. Os filhotes exigem muito cuidado e dedicação do tutor: “Os filhotes recém-nascidos precisam de alimentos ricos em cálcio, fósforo, proteínas e gorduras para que tenham o desenvolvimento ósseo adequado e cresçam com saúde”, afirma o médico veterinário da Max e Gerente Técnico Nacional da Total Alimentos, Marcello Machado.

 

O desmame

O leite materno e o contato com a mãe são fundamentais para o filhote nos primeiros meses de vida, mas após 28 dias do nascimento o pet precisa ingerir outro tipo de alimento. “Filhotes de quatro a oito semanas de vida já precisam se habituar, gradativamente, a uma nova forma de comer, por isso é indicada a papinha de desmame, um alimento semissólido que serve como transição do alimento úmido para o seco”, pontua o médico veterinário da Max.

 

Substituindo o leite materno

Se o pet provém de grandes ninhadas, está em recuperação ou perdeu a mãe, pode precisar substituir o leite materno.  “O ideal é que, quando há necessidade, o leite da mãe seja substituído por outro com concentrações similares ao da cadela”, afirma Marcello. De acordo com a veterinário, oferecer leite de vaca para cães pode causar diarreia: “Cães têm dificuldade para digerir lactose, oferecer leite comum pode causar bastante mal-estar a eles”.

 

 

Comments No Comments »

Com causas primárias ainda desconhecidas, a torção gástrica é um problema sério que atinge, principalmente, os cães de grande porte, podendo, ainda, acometer cachorros pequenos em casos muito raros. Tendo a alimentação feita de maneira errada e exagerada como principal desencadeador, a torção gástrica canina é fatal em cerca de 60% dos casos tratados tardiamente, o que pode levar o animal ao óbito dentro de poucas horas (6 a 12 horas).

 

“Pode ser ocasionado pela excessiva ingestão de alimentos ou água, fazendo com que o estômago dilate e gire sobre o seu eixo, especialmente em cães que ficam muito agitados após se alimentarem”, explica o médico veterinário da Max (Total Alimentos), Marcello Machado.

 

A doença ocorre por meio da dilatação do estômago, seguida da torção desse órgão sobre si mesmo, levando à intensificação da fermentação e aprisionamento de gás e alimento em seu interior.

“Quando o proprietário perceber algum desses sintomas, deve procurar ajuda profissional imediatamente”, orienta Marcello.

PRINCIPAIS SINTOMAS

 

·         Inquietação;

·         Náuseas;

·         Ânsia de vômito não produtiva;

·         Angustia respiratória;

·         Extrema sensibilidade na região abdominal;

·         Palidez da gengiva;

·         Aumento de volume crescente do abdômen, decorrente da fermentação do alimento e formação de gases;

·         Sialorreia (saliva que flui para fora da boca).

 

TRATAMENTO

 

É realizado pelo médico veterinário, que irá introduzir uma sonda através da boca do animal até o estômago, se a sonda não chegar até o estômago, será confirmado o diagnóstico da doença.

O tratamento inicial consiste na descompressão do estômago através de intubação ou agulha, além de monitoramento do paciente até a estabilização completa.

A cirurgia de fixação do estômago na parede abdominal (gastropexia), é desejável para reposicionar o órgão em sua posição anatômica normal, prevenindo recidivas.

 

 

PREVENÇÃO

 

·         Fracionar a qualidade de alimento

·         Oferecer um alimento rico em fibras

·         Evitar rações com elevadas taxas de fermentação.

·         Não permitir que o cão ingira muita água de uma vez, inclusive durantes as refeições, e exercícios (como pular e correr), após consumir o alimentocão e convulsão

Comments No Comments »

 petland

Adriana e Marcelo Kutter com a mascote Clair

 

A feira será realizada em parceria com a União de Proteção Animal Salvador (UPAS), das 9 às 13h.

 

A causa da adoção de cães e gatos abandonados ganha um aliado forte: a Petland Salvador que realiza no sábado (15/10), das 9 às 13h, a primeira ‘Feira de Adoção Petland Salvador’. A máster franquia organiza a feira em parceria com a ONG ‘UPAS- União de Proteção Animal Salvador’, que reúne diversos protetores de animais que os mantém em lar temporário até que sejam adotados. Dentre os animais presentes, cães e gatos de diversas idades querendo encontrar um lar.

 

De acordo com os empresários da Petland Salvador, Adriana e Marcelo Kutter e Júlia Pithon, os amantes de animais os interessados em adotar um pet, assim como aqueles que se dispuserem a colaborar com a doação para a ONG (medicamentos e alimentos para os animais que aguardam para serem adotados) são convidados a comparecer. Para se adotar um pet é necessário que o adotante tenha em mãos a identidade e comprovante de residência, além de passar por uma entrevista a fim de perceber se o lar realmente está disponível para aquele pet. “Essa ação visa evitar que esse pet seja novamente abandonado. Além disso, ao adotar um pet, há uma taxa simbólica de R$ 40 que é revertida em subsidio para que a UPAS continue a realizar seu trabalho”, explica Adriana.

 

Clarissa Pires, uma das responsáveis pela UPAS, disse que a ONG trabalha retirando os animais das ruas, recuperando-os com medicação e tratamentos que sejam necessários, antes de serem encaminhados para as novas famílias, “Com isso, esperamos que fiquem bem definitivamente. E é por essa preocupação com o bem-estar animal – um dos princípios da Petland – que nos associamos à essa franquia. Esperamos que essa parceria nos ajude a fazer muitas adoções e que as pessoas conheçam mais o nosso trabalho”, completa.

 

A Petland chegou ao Brasil em 2014 e se destaca como uma das empresas que mais promovem a adoção responsável. A empresa já é responsável por mais de 45% das adoções da segunda maior ONG do país, a AILA, Aliança Internacional do Animal (SP). Além disso, a Petland é referência mundial no que diz respeito à busca de lares para filhotes. A Petland dos EUA é líder em adoção de animais abandonados; encontramos lares para mais de 400 mil. Em Salvador, a rede chegou há dois meses e já conta com uma parceria firmada com a ONG UPAS. Juntas vão realizar a ‘Feira de Adoção Petland Salvador’ mensalmente, sempre nas manhãs de sábado em frente à loja.

 

Os empresários (e a mascote Clair, uma Golden Retriever de 8 meses) vêm investindo no que é o forte da marca: bem-estar animal. Para isso, além de produtos e serviços diferenciados (distribuídos na loja de 260 m2), a Petland conta com funcionários que são verdadeiros consultores técnicos pra tudo que diz respeito às necessidades dos animais de estimação. Além de cães, a loja tem disponíveis roedores e pássaros; e uma área exclusiva para interagir com os pets. “O fato de estarmos à procura de um novo lar para os filhotes da nossa loja, preconiza que os interessados conheçam as características da raça, padrões e reações dos filhotinhos. É na área de socialização que o cliente pode vivenciar uma experiência ímpar com seu futuro companheiro, possibilitando que seus familiares estejam juntos neste momento de decisão”, explica Adriana.

 

 

Petland – unidade Bahia      

Av. Paulo VI, 1.471 – Caminho das Árvores

Tel. 71-3037-7001                                                                                        

Comments No Comments »

Para proporcionar aos donos mais praticidade e segurança ao carregar água e alimento para o pet durante passeios ou viagens, a Furacão Pet, indústria de acessórios para animais de estimação, amplia sua linha de produtos e lança ao mercado o CÃOTIL, uma “lancheira canina”.

 

Feito com material injetado em polipropileno (plástico), o Cãotil é composto por dois compartimentos separados, cada um com capacidade de 360 ml, para o armazenamento de água e ração ou petiscos. A praticidade do produto fica por conta da “aste” de encaixe, que permite ao dono do animal que o produto seja preso à sua cintura, facilitando a locomoção. “Foi um produto desenhado e pensado para atender este público que quer um compartimento para colocar água e ração em apenas um produto”, comenta Hugo Martins, sócio-diretor da detentora do maior portfólio de itens pet da América Latina.

 

Com 8,5 centímetros de profundidade, 20 de altura e 11 de largura, o produto está disponível nas cores amarelo, azul, rosa e vermelho e pode ser encontrado em redes de supermercados e petshops de todo o Brasil. O preço sugerido para o consumidor final é de R$29,99.lancheira canina

Comments No Comments »