Especial: Minha aventura no primeiro Rock in Rio

Eu nem acredito que já se passaram tantos anos. Mas é meus caros leitores. Em 1985, na flor da idade eu e mais um bandode doidos, literalmente, alugamos um ônibus e fomos curtir dez dias de Rock in Rio. Uma festa.

O Brasil se redemocratizando, os grandes astros da música internacional descobrindo nosso pais tropical e nós baianos resolvemos encarar uma aventura de dois dias de Salvador para a cidade maravilhosa.

Marcamos para sair do Teatro Maria Bethânia onde funcionava o Blefe, bar da poeta e escritora Aninha Franco e da atriz Rita Assemany. Hoje no local funciona a churrascaria Fogo de Chão.

Era para o Õnibus partir às 14h. Mas que nada. Todos encheram a cara, a imprensa cobiriu, a TV Aratu, na época Globo encerrou seu Jornal local com Rose Vitali, mostrando nossa partida.´As revistas Veja e Isto É também registram. Na época, o reporter da Veja era o jornalista João Santana Filho (Patinhas) hoje um dos mais bem sucedidos marqueteiros do Brasil e o homem de confiança de Luis Inácio Lula da Silva.

Foram dez dias de Festival. Tinha jornalista, Juiz de Direito, artista plástico, economista, professora de inglês, funcionária da Caixa Econômica, enfim uma fauna.  Metade do povo que foi no ônibus só conseguir ir, no máximo dois ou três dias para a cidade do rock,. Eu fui a quase todos. Tive o prazer de ver e ouvir Rod Stewart, Queen, Nina Hagen, James Taylor, Gilberto Gil, B52.

Este ano o Rock in Rio começa sexta-feira (23) e durante duas semans reunirá um time de astros e estrelas de todo o mundo. Dessa vez eu não vou. Mas acompanharei de perto pela Globo.

Mas para matar as saudades ai estão as fotos que narram a nossa saga da velha São Salvador até a Cidade Maravilhosa. O importante é que passados 26 anos, todos estamos bens ou como cantou os Rolling Stones  “the time are on my side”. Como nem tudo são flores, da turma que viajou conosco dois já se foram, O brilhante jornalista Hamilton Celestino (Tito Bahia) e o juiz de direito Dr. João Caldas.