Keep Calm and Love Mustache

Quando a escolha de Felipão para técnico da Seleção Brasileira foi anunciada lá no fim de novembro, passei o dia escutando, discutindo, debatendo e trocando figurinhas sobre o assunto com profissionais que trabalham com futebol. Boa parte preferia um nome como Tite (inclusive eu), mas conseguia entender perfeitamente o porquê da escolha por Felipão. Para a CBF, ele é o pacote completo: campeão mundial, experiente, carismático.

O engraçado é que a gente, que trabalha com futebol, fica tanto tempo rodeado por pessoas que respiram e estudam futebol que nos esquecemos o quanto essa mistura é poderosa para os torcedores de ocasião. Perdoem a generalização, mas vem comigo: segundo o último censo, realizado em 2010, já somos mais de 190 milhões de brasileiros, sendo que somos mais mulheres do que homens (atualmente existem 95,9 “Joãos” para cada 100 “Marias” –são 3,9 milhões de mulheres a mais).

Considerando (pela minha experiência) que apenas 30% das mulheres não apenas gostem, mas também acompanhem o esporte e seu dia a dia, e que nem todo homem brasileiro (longe disso) leva jeito pra técnico de futebol, temos um numero considerável de torcedores bem diferentes de mim, de você, dos jornalistas especializados e dos torcedores que entendem de tática e técnica.

É esse cara (seja ele homem ou mulher) que Felipão tem que conquistar. As minhas amigas que só assistem futebol na Copa do Mundo, o conhecido que só diz ter um time pros amigos não encherem o saco, aquele tio ou tia que gosta da farra, veste a camisa, mas não faz ideia do que é um 4-4-2. Aquele torcedor que define sua imagem da seleção brasileira somente na Copa do Mundo. Que não acompanhará a evolução tática do time de Felipão, entre amistosos e Copa das Confederações, mas que gritará gol e roerá as unhas naquele tudo ou nada de no máximo sete jogos do Mundial.

Pra eles, o bigode de Felipão está na moda e bastarão as primeiras vitórias na primeira fase da Copa (que não costuma ser um bicho papão) para que embarquem e joguem junto com a seleção. E isso tem o seu valor.

Escalação
Agora pra vocês que curtem um esquema tático e dão mais valor a uma vitória quando ela é bem jogada, vamos a uma análise básica dos convocados de Felipão.

Lembrando e observando:

Goleiros
Júlio César – QPR
Diego Alves – Valência
Não gostei da volta de Júlio Cesar, que está em declínio há algum tempo. Testaria Cavalieri. A Seleção, claramente, ainda não tem um goleiro.

Laterais
Daniel Alves – Barcelona
Filipe Luís – Atlético de Madrid
Adriano – Barcelona

Zagueiros
Miranda – Atlético de Madrid
Leandro Castán – Roma
David Luiz – Chelsea
Dante – Bayern de Munique
Dante, que está matando a pau na Bundesliga, foi boa surpresa. Com a volta de Thiago Silva, Castán deve deixar a lista.

Volantes
Paulinho – Corinthians
Jean – Fluminense (no lugar do cortado Hernanes – Lazio)
Arouca – Santos
Ramires – Chelsea
Melhor surpresa na da convocação. Volantes modernos que sabem jogar e sair com a bola. Achei uma pena o corte de Hernanes. Sempre achei que o volante deveria ter espaço na seleção.

Meias
Ronaldinho – Atlético Mineiro
Oscar – Chelsea
Eu não convocaria Ronaldinho Gaucho. Sim, o meia fez um 2012 sensacional e ninguém aqui vai discutir a técnica do jogador, mas eu não daria mais um voto de confiança. Bem diferente de Kaká, que não teve um ano brilhante, mas eu ainda apostaria no grupo.

Atacantes
Lucas –PSG
Hulk – Zenit
Fred – Fluminense
Luis Fabiano – São Paulo
Neymar – Santos

Eu escalaria o time conforme a imagem abaixo (sim, bem ousado e ofensivo), contra a Inglaterra, nesta quarta-feira (06/02), mas não tenho medo de errar ao dizer que Ronaldinho, fora do meu time, estará entre os titulares de Felipão.

OBS. A coluna de domingo no Correio está de folga, os textos continuam aqui no blog, mas sem dia certo.

6 comentários para “Keep Calm and Love Mustache”
  1. Daniel disse:

    Clara,

    Fora de contexto: Já te disseram que você e a Nadia Tolokonnikova (do grupo russo Pussy Riot) foram separadas no nascimento? :)

  2. Caramba!!! Nunca me disseram, mas achei que super parece!!!rs

  3. Marcelo627 disse:

    Vc preferia o Tite? Mas foi assim que o Mano chegou, depois de boas temporadas no timinho da marginal. E vimos no que deu…. Pelo tempo que falta pra copa acho que a CBF acertou. Se tivesse mais tempo aí sim poderia fazer algumas experiências. Na sua escalação acho que falta um 10 de ofício, como um Kaká, um Ganso, o próprio RG….acho o Oscar muito bom, mas falta traquejo….:D

  4. Sim, eu preferia o Tite, acho que ele técnicamente tinha mais a acrescentar na Seleção. Quanto a escalação, concordo um pouco com você. Mas entre os convocados de Felipão, essa seria minha escolha! Abraços!

  5. HELENA disse:

    A escalação Oscar, Lucas, Neymar e Fred me lembra um certo quadrado mágico, que no final virou trágico em 2006!
    O pior é que não temos tambem um 9 digno da nossa tradição…

  6. Robert Cavalcante disse:

    tanto é que se dá mais valor a uma vitoria do que uma goa jogada que convocaram 4 volantes e 2 meias de criação. poderia-se tirar um atacante ou volante e convocar Kaká.
    Abcs a todos

  7.  
Comentar

*