Agenda Bahia

Centro Histórico abriga maratona de inovação neste final de semana

Abrindo o Fórum Agenda Bahia 2017, o desafio criativo Hackathon+Salvador reunirá atores sociais na Faculdade de Medicina do Terreiro de Jesus

Andreia Santana (andreia.santana@redebahia.com.br)
Atualizado em 14/07/2017 16:03:54

O Centro Histórico de Salvador, formado por um acervo arquitetônico que impressiona quem visita a cidade, estará ainda mais no foco das atenções neste final de semana, quando abrigará o Hackathon+Salvador. O evento reunirá, no sábado (15) e no domingo (16), 50 participantes em uma maratona de inovação que tem previsão de durar 33 horas e cujo objetivo final é apresentar uma seleção de ideias criativas para resolver os principais problemas dessa região, que é considerada Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco.

Prédio histórico da Faculdade de Medicina do Terreiro de Jesus, pioneiro da saúde no Brasil, vai hospedar evento inovador de tecnologia (Foto: Evandro Veiga/CORREIO)

O desafio criativo vai acontecer nas dependências do prédio da Faculdade de Medicina da Universidade Federal da Bahia (Ufba), no Terreiro de Jesus. Trata-se de um local significativo e que traz na origem o gene da inovação. Fundada em 1808, por decreto do príncipe regente D. João VI, quando a família real portuguesa se mudou para o Brasil, a histórica faculdade foi a primeira do país e, na sua origem, abrigou importantes pesquisas e profissionais que construíram a própria história da saúde brasileira.

Para hospedar os maratonistas, mentores, palestrantes e convidados do evento, uma super infraestrutura está sendo montada no local, com todo o material que os participantes irão precisar para trabalhar temas de cinco eixos de desenvolvimento socioeconômico: governança, turismo, cultura (patrimônio histórico), vida empreendedora (economia criativa) e mobilidade/acessibilidade.

Palestras inspiradoras
Na abertura do evento, no sábado, cinco especialistas nos temas do desafio irão apresentar um panorama da situação atual do Centro Histórico, além de dar dicas aos participantes para pensarem “fora da caixa”, como diz a gestora de projetos de turismo e economia criativa Hirlene Pereira, que irá apresentar o tema Vida Empreendedora.

“O foco, será traçar um perfil das oportunidades de negócios no Pelourinho e elencar as fragilidades para as quais os participantes terão de criar sugestões. Pretendo mostrar, por exemplo, de que forma os espaços públicos do Centro Histórico podem ser ocupados de maneira criativa e como é possível trabalhar os elementos culturais da região de forma inovadora”, enumera.

Também com esse foco em soluções criativas será a apresentação da historiadora e professora da Ufba Lúcia Góes, que vai falar sobre Cultura e Patrimônio Histórico. “Além de realçar a importância da herança cultural da primeira capital do país, minha contribuição será no sentido de mostrar aos participantes de que forma os equipamentos culturais do Centro Histórico podem ser melhor aproveitados por quem mora ou visita Salvador”, revela a professora.

Como exemplos, ela cita o fato dos monumentos e prédios locais não contarem com uma boa sinalização que contextualize os visitantes sobre a importância dos edifícios. Outra deficiência é o pouco aproveitamento da rica gastronomia local. Se os restaurantes mais tradicionais mantêm a tradição da culinária baiana, o mesmo não ocorre com as opções de comidas de rua, que não têm diversidade.

Plano de mobilidade
E por falar em sinalização, esse é também um ponto levantado pelo diretor de Planejamento de Transportes da Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), Eduardo Leite. Segundo ele, a sinalização tanto de dentro do Centro Histórico quanto a que leva as pessoas até essa região precisa de melhorias. Além disso, o diretor espera que as sugestões dos participantes do hackathon sejam uma contribuição no Plano de Mobilidade Urbana do Município, que deverá ficar pronto até dezembro.

“Esse evento casou perfeitamente com o momento atual de desenvolvimento do plano e espero que as contribuições possam inspirar políticas públicas para a área”.

Inspiração é o que a diretora executiva do Instituto Antonio Carlos Magalhães de Ação Cidadania e Memória (IACM), Cláudia Vaz, espera oferecer aos maratonistas. Para isso, ela vai compartilhar a experiência do instituto em desenvolver a governança do Centro Histórico. “Governança é um tema transversal, que perpassa todos os outros eixos do evento”, afirma.

Por fim, a especialista Clélia Aquino vai desenvolver as questões referentes ao turismo, mostrando de que forma a tecnologia pode contribuir para gerar eventos e roteiros mais dinâmicos e interessantes para a região. “Trazer ideias inovadoras para o turismo é atual e  une a história e  a contemporaneidade”.  

O Hackathon+Salvador é um oferecimento do Fórum Agenda Bahia, com realização do Jornal CORREIO e da aceleradora de startups Rede+, o apoio institucional da Prefeitura Municipal de Salvador e os apoios da Rede Bahia, Faculdade de Medicina da Ufba, IHAC Lab-l, Sebrae, Loygus, Life Finanças Pessoais, SuperGeeks, Tours Bahia, Pizza Hut, Monterrey, Revita, Trio, do arquiteto Ed Vasco e do personal trainer Renato Figueiredo.

publicidade

Salvador

Trânsito em Salvador
-- ºC
-- ºC

    Tábua de Marés

  • Alta02h49
  • Baixa09h02
  • Alta15h21
  • Baixa21h21

Assine o Correio 71 3533-3030

Fale com a Redação 71 3535-0330
Classificados Acheaqui71 3535-3035
Publicidade
71 3203-1812
Rua Aristides Novis, 123, Federação.
CEP: 40210-630 - Salvador, Bahia, Brasil.