César Romero

Cesar Romero: Arte Pirulitar

Cesar Romero (crc.romero@hotmail.com)

Hoje, o conceito de artes visuais é muito amplo. É a designação dada ao conjunto de artes que representam o mundo real ou imaginário e que tem a visão como principal forma de avaliação e apreensão. O conceito de arte visual envolve áreas como desenho, pintura, gravura, escultura, colagem, fotografia, teatro, dança, arquitetura, moda, paisagismo, decoração e cinema. 

Semana passada, foi lançado ao público no Museu Geológico da Bahia, no Corredor da Vitória, o filme Arte Pirulitar, que apresenta o cotidiano de Edilene Dias dos Santos, conhecida como a Morena do Pirulito. O filme mostra a dura realidade de uma artista que atua nas ruas como vendedora ambulante e artista visual. Com isso  constrói uma verdadeira instalação ambulante. Edilene Dias dos Santos, 43 anos, é uma bonequeira, repentista, vendedora ambulante, que saiu de Paulo Afonso (BA) para mostrar seu trabalho em Salvador, onde mora há mais de um ano.

O filme é um longa-metragem de 76 minutos, com direção, roteiro, fotografia, edição e produção de Renata Rocha, que encontrou Edilene vendendo pirulitos na Praça da Piedade e se encantou quando viu suas bonecas posicionadas no banco da praça próximo a inúmeros doces e pirulitos.

Passaram-se meses para acontecer o reencontro entre a documentarista Renata Rocha e Edilene, que a essa altura, por força do destino, resolveu alugar um quarto no Largo Dois de Julho, bairro que a documentarista reside. Ao reencontrá-la a documentarista, que ainda não sabia do novo endereço de Edilene, presenteou a artista com materiais de pintura. Com o apoio de Marli Brito que disponibilizou o espaço da Padaria San Vicente, Edilene fez suas experimentações com ajuda e orientações da artista plástica Almira Reuter.

A ideia de produzir um curta independente de 15 minutos se transformou num longa-metragem de 76 minutos registrado na ANCINE (Agência Nacional de Cinema). Durante as gravações que ocorreram nos períodos do dia e da noite, a documentarista desvendou outras facetas da artista e descortinou uma tocadora, poeta do cotidiano, que sabia transformar mercadoria em símbolos, eternizando o pirulito, o cafezinho e o amendoim em seus repentes, tocados dia e noite na praça e nas ruas do Largo Dois de Julho. Leonel Kaz, editor e ex-secretário de Cultura e Esportes do Estado do Rio de Janeiro, veio para estreia e refletiu: “O filme - que merece alguns cortes - faz com que o espectador se veja na liberdade da rua, nesta ‘alma encantadora das ruas’”.

Ao notar que o retrato da artista é apresentado de forma inconsciente tanto na criação das bonecas, quanto nos desenhos, Renata promoveu intervenções artísticas durante as gravações. O filme foi produzido em 2015 e finalizado em 2016. É um documentário gravado em formato HD, a trilha sonora é original, composta pelas composições da personagem central e agrega influência sonoras assumidas como linguagem ambiente do Largo 2 de Julho.  

As gravações foram realizadas em um mês com dias alternados. O longa-metragem teve estreia solene no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, no Festival Internacional de Cinema Negro com a presença do Governador Geraldo Alckmin e José Bonifácio, o Boni. Em seguida, teve exibição em instituições paulistas como Memorial da América Latina, MIS de Campinas, Biblioteca Mario de Andrade e Biblioteca Alceu de Amoroso Lima. Semana passada, foi lançado na capital baiana, através do apoio do Laticínios Davaca e da Ceramista Dulce Cardoso, responsável pela organização do evento com abertura poética proferida pela museóloga Heloisa Helena Costa, que considera a personagem uma atleta das ruas.

Arte Pirulitar é um filme de uma simplicidade comovente, traduz a essência de Edilene, que sozinha é dona de todas as cenas, de todos os espaços, sem nenhuma experiência anterior com cinema. A Morena do Pirulito enfrenta a câmera sem nenhum temor, com absoluta naturalidade. Sua fala espontânea, improvisada comove e nos dá uma aula de fluidez humana.

publicidade

Salvador

Trânsito em Salvador
-- ºC
-- ºC

    Tábua de Marés

  • Baixa00h39
  • Alta07h04
  • Baixa13h13
  • Alta19h36

Assine o Correio 71 3533-3030

Fale com a Redação 71 3535-0330
Classificados Acheaqui71 3535-3035
Publicidade
71 3203-1812
Rua Aristides Novis, 123, Federação.
CEP: 40210-630 - Salvador, Bahia, Brasil.