Entretenimento

DVD e especial na TV marcam 15 anos da banda Jota Quest

O trabalho, possui quatro músicas inéditas - Mais Perto de Mim, Tudo Está Parado, Beijos no Escuro e Quantas Vidas Você Tem? - além de sucessos recentes

Atualizado em 27/04/2012 09:34:19

Camila Botto
camila.botto@redebahia.com.br

Fazer música pop de qualidade não é das tarefas mais fáceis. E é isso que o Jota Quest faz há 15 anos. A nova música Mais Perto de Mim, parceria da banda com Giovane Mesquita, que já está tocando nas rádios de todo o país, dá uma prévia do que o público poderá conferir nesse domingo, a partir das 19h, no Multishow.



O especial, dirigido por Joana Mazzucchelli e Daniel Ferro, e com produção musical de Marcelo Sussekind, contém os melhores momentos do CD e DVD Multishow Ao Vivo Jota Quest - Folia & Caos (Sony Music), que chegam às lojas no dia 7 de maio. Em junho, será a vez do Blu-ray.

“Não existe fórmula. Existe é trabalho. A gente brinca que pra fazer uma boa tem dez ruins que ficam pelo caminho. Gosto de fazer letras que a maioria das pessoas possa entender, mas temos nosso selo de qualidade”, diz o vocalista Rogério Flausino, 40 anos, em entrevista telefônica.

O trabalho, que possui quatro músicas inéditas - Mais Perto de Mim, Tudo Está Parado, Beijos no Escuro e Quantas Vidas Você Tem? - além de sucessos recentes e lados B da banda é a cereja do bolo da comemoração de 15 anos. “As coisas foram acontecendo e fomos gravando na medida do possível. Sete meses de folia e caos, literalmente”.

Bastidores
No repertório - nove músicas no programa; 16 no álbum; 22 no DVD; e algumas outras mais no Blu-ray - há Maria Gadú interpretando Mais Uma Vez; Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá tocando em Tempo Perdido; Erasmo Carlos em Vem Quente Que Eu Estou Fervendo; Seu Jorge em Ive Brussel; Ney Matogrosso em Pro Dia Nascer Feliz; Pitty em Me Adora; e Marcelo Falcão, vocalista de O Rappa, interpretando Me Deixa.

“Foi um prazer cantar com a Gadú. Ela é muito querida, canta para caramba, toca muito”, diz Rogério. Marcelo Bonfá e Dado Villa-Lobos, do Legião Urbana, acompanharam o Jota em todos os shows da turnê. “Estar junto com o Dado e com o Bonfá é um orgulho muito grande. A banda que eu mais amo na minha vida é a Legião Urbana”.

No trabalho, além do show gravado ao vivo na casa paulista Credicard Hall em dezembro do ano passado, há trechos de todas as apresentações da turnê comemorativa, que passou pelas principais capitais do Brasil, cenas de bastidores e depoimentos dos integrantes, que relembram histórias curiosas e grandes momentos do quinteto. E são esses trechos alguns dos melhores momentos do projeto.

Segundo Flausino, a turnê Folia & Caos está marcada para começar no dia 30 de junho na Fundição Progresso no Rio de Janeiro. Depois, segue para São Paulo em julho. Salvador já está confirmada na lista, mas ainda não há data definida. “Gosto do clima da Bahia”, diz Flausino, que entrega a vontade de gravar um projeto em terras baianas. “Adoro a Concha Acústica. Seria o máximo fazer um show ali num fim de tarde”.

Inéditas
O Jota Quest segue na estrada até o fim do ano e depois sai de férias. “Ou quem sabe não encerramos a turnê no Festival de Verão de Salvador em janeiro?”, brinca. Em 2013, após um breve descanso, os rapazes entram em estúdio para gravar um disco só de inéditas. O último foi o La Plata (Sony Music/ 2008).

O saldo do ano passado não poderia ser outro: “Tirando que estou todo bichado, o saldo é extramamente positivo. Estávamos precisando dar uma desencanada, porque estava chegando a hora de gravar algo novo, e as coisas terminaram acontecendo naturalmente. Foi bom ver que temos amigos”.

Em família
A formação inicial do Jota é a mesma, portanto, o guitarrista Marco Túlio Lara, o tecladista Márcio Buzelin, o baixista PJ, o baterista Paulinho Fonseca e Flausino convivem há 15 anos. “Tem que rebolar e entender que dessa convivência nasce tudo isso que construímos juntos. Tem que ser inteligente e saber explorar o lado bom de cada um e saber desviar do lado ruim”, observa.

Questionado se não há mau humor nele, já que é conhecido por sua eterna simpatia, Flausino é sincero: “Tenho muito mau humor, mas desconto em quem está perto. Quando você é uma pessoa pública tem que se controlar, você tem que ser simpático. O cara pede foto, você não vai xingar, concorda?”.

Rogério nasceu numa família musical. O avô e os tios já cantavam, mas não profissionalmente. Ele e os irmãos Wilson Sideral e Flávio Landau seguiram os passos. Apesar de terem forte parceria nas composições, nunca gravaram nada juntos, mas vontade não falta: “Quero muito, mas o bicho pega na questão do tempo, porque não consigo parar. Mas ainda vamos gravar um disco juntos, com certeza”.

{{ commentsTitle }}
Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Ao comentar o autor da mensagem esta aceitando os Termos e Condições de Uso.
{{comment.username}} {{comment.creation_tstamp*1000 | date:'dd/MM/yyyy - HH:mm'}}
{{comment.comment}}
  • {{comment.dislike_count | number}}
Comentário aguardando moderação
Relacionadas

Salvador

Trânsito em Salvador
-- ºC
-- ºC

    Tábua de Marés

  • Baixa01h15
  • Alta07h45
  • Baixa13h47
  • Alta20h13

Assine o Correio 71 3533-3030

Fale com a Redação 71 3535-0330
Classificados Acheaqui71 3535-3035
Publicidade
71 3203-1812
Rua Aristides Novis, 123, Federação.
CEP: 40310-630 - Salvador, Bahia, Brasil.