Economia

Fábrica de fibra de carbono vai gerar 400 postos de trabalho na Bahia

O objetivo é produzir três mil toneladas do produto e mais 1,2 mil toneladas de tecidos ou impregnados, no Polo Industrial de Camaçari

Atualizado em 24/02/2011 07:13:57

Redação CORREIO

A DurolineTec, constituída entre as gaúchas Duroline e Vipal, vai investir inicialmente R$ 325 milhões para implantar na Bahia a primeira fábrica de fibra de carbono do Hemisfério Sul. O anúncio foi feito oficialmente ontem, com assinatura do protocolo de intenções entre a empresa e o governo do estado.

O objetivo é produzir três mil toneladas do produto e mais 1,2 mil toneladas de tecidos ou impregnados, no Polo Industrial de Camaçari. Serão gerados, nessa primeira etapa, 400 empregos. 

Ao lado da empresa, que ocupará uma área de 270 mil metros quadrados, o grupo também pretende implantar um polo de transformação da fibra de carbono em produtos industrializados, como tecidos, telas e cordas. As fibras são resistentes a altas temperaturas e à corrosão e utilizadas pela indústria automotiva, naval e aeronáutica, construção civil, entre outros setores.

{{ commentsTitle }}
Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Ao comentar o autor da mensagem esta aceitando os Termos e Condições de Uso.
{{comment.username}} {{comment.creation_tstamp*1000 | date:'dd/MM/yyyy - HH:mm'}}
{{comment.comment}}
  • {{comment.dislike_count | number}}
Comentário aguardando moderação
Relacionadas

Salvador

Trânsito em Salvador
-- ºC
-- ºC

    Tábua de Marés

  • Alta04h28
  • Baixa10h36
  • Alta16h51
  • Baixa22h41

Assine o Correio 71 3533-3030

Fale com a Redação 71 3535-0330
Classificados Acheaqui71 3535-3035
Publicidade
71 3203-1812
Rua Aristides Novis, 123, Federação.
CEP: 40310-630 - Salvador, Bahia, Brasil.