Brasil

Polícia identifica suspeito pela morte de médium em centro espírita do Rio

O suspeito não teve o nome divulgado. Ele está preso por outro crime

Da Redação (redacao@correio24horas.com.br)
Atualizado em 26/01/2016 17:03:51

Médium foi morto ano passado
(Foto: Reprodução)

O suspeito de matar o médium Gilberto Arruda, 74 anos, dentro do centro espírita Lar Frei Luiz, em Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, já está preso, segundo informou a polícia carioca.

O crime foi em julho do ano passado. O bandido roubou uma bolsa cheia de dinheiro, deixando para trás ainda R$ 23 mil. A polícia ainda investiga a participação de mais uma pessoa no caso.

O suspeito não teve o nome divulgado. Ele está preso por outro crime. Segundo o Extra, ele foi detido no Frei Luiz dois dias após a morte do médium.

Funcionário de uma terceirizada que trabalhava em uma reforma no centro espírita, ele teve mandado de prisão expedido em seu nome depois de não voltar mais para a cadeia após receber benefício temporário da saída de Natal. Antes, cumpria pena de 19 anos por um assassinato em 2011.

O delegado Daniel Rosa, que investiga o caso, acredita que o crime foi realmente motivado por dinheiro. O médium costumava guardar seu dinheiro realmente no quarto que morava, em uma das casas no complexo. "O motivo do crime foi patrimonial. Quem o assassinou sabia que ele guardava dinheiro em casa. o que houve foi um latrocínio (roubo seguido de morte). Outras hipóteses estão descartadas".

publicidade

Salvador

Trânsito em Salvador
-- ºC
-- ºC

    Tábua de Marés

  • Baixa01h13
  • Alta07h45
  • Baixa13h58
  • Alta20h24

Assine o Correio 71 3533-3030

Fale com a Redação 71 3535-0330
Classificados Acheaqui71 3535-3035
Publicidade
71 3203-1812
Rua Aristides Novis, 123, Federação.
CEP: 40210-630 - Salvador, Bahia, Brasil.