Salvador

Cãocurso de heróis: evento de fantasias chama a atenção para maus-tratos contra animais

Disputa aconteceu na tarde deste sábado, no Shopping da Bahia

Laura Fernandes (laura.fernandes@redebahia.com.br)
Atualizado em 18/06/2017 08:43:01

“Olha pra isso”, riu um rapaz, ao entrar na Alameda Expressa do Shopping da Bahia, na tarde de ontem. “Uma passarela!”, completou uma mulher, divertindo-se com a quantidade de cachorros fantasiados de super-heróis que estavam reunidos no estabelecimento. Mulher-Maravilha, Super-Homem, Capitão América e até Pikachu vestiram animais de diferentes raças durante o Cãocurso de fantasias promovido pela startup Brothers Pet Club.

Muito além de escolher a melhor fantasia do desfile canino, com direito à coroação da 1ª Liga Heroica, o evento lúdico e gratuito contou com palestra sobre a importância da doação de sangue canina e passeio pelo Shopping da Bahia. O objetivo era usar a criatividade das fantasias para chamar a atenção para um tema sério: os maus-tratos contra os animais.  

Pucca, vestida de Pikachu, foi a vencedora do Cãocurso
(Foto: Evandro Veiga/CORREIO)

“Hoje, a gente vê muito cachorro abandonado e essa forma de liga dos super-heróis é mais para chamar a atenção, fazer com que as pessoas abracem mais a causa”, explicou o gestor ambiental e estudante de Veterinária Narcizo Neto, 29 anos, diretor da Brothers Pet Club.

Vestida de Mulher-Maravilha, a elegante Eva foi uma das cachorrinhas que fizeram sucesso e chamou a atenção do público. “Uso a fama de Eva para ajudar os menos favorecidos. No aniversário de 2 anos dela, por exemplo, pedi ração de presente e doei para vários cachorros que estavam precisando muito mais”, contou o administrador Gil Lopes, 33, sobre a cachorrinha da raça buldogue francês.

Famosa no mundo pet e vencedora do Cãocurso, a dócil yorkshire Pucca, 7 anos, também se destacou no desfile com sua fantasia de Pikachu. “Eu que costurei”, contou orgulhosa a advogada Larissa Fernandes, 30, que é dona da marca de roupas Pucca Moda Pet. Administradora do grupo Amigos da Pucca, que está em todas as redes sociais, Larissa destacou que conseguiu arrecadar 325 kg de ração no último Arraiá Amigos da Pucca para doar para cachorros necessitados. 

Elegante, Eva arrancou suspiros vestida de Mulher Maravilha
(Foto: Evandro Veiga/CORREIO)

“É importante a gente chamar a atenção para os maus- tratos e para a importância da adoção”, reforçou Larissa, que também é dona da chihuahua Bibi, 1 ano, e da yorkshire Sofia, 7, ambas adotadas. Bibi tem problemas de vista e Sofia era usada apenas como cachorro de reprodução, conta Larissa, apontando os motivos que fizeram com que as duas cachorrinhas fossem abandonadas por seus últimos donos.

“Pra mim, abandonar um pet é como abandonar um filho”, comparou a administradora Viviane Lanza, 42, enquanto dava atenção a Dudu, 1 ano, e Nina, 3, seus dois yorkshires que estavam vestidos de Super-Homem e Mulher-Maravilha. “Vem filho”, chamava Viviane, enquanto os dois cachorros tentavam desbravar o ambiente. “Optei por não ser mãe e tenho eles como filhos, apesar de muita gente não concordar. Quem não tem cachorro, não pode imaginar a paz e a felicidade que eles proporcionam”, garantiu.

publicidade

Salvador

Trânsito em Salvador
-- ºC
-- ºC

    Tábua de Marés

  • Baixa00h39
  • Alta07h04
  • Baixa13h13
  • Alta19h36

Assine o Correio 71 3533-3030

Fale com a Redação 71 3535-0330
Classificados Acheaqui71 3535-3035
Publicidade
71 3203-1812
Rua Aristides Novis, 123, Federação.
CEP: 40210-630 - Salvador, Bahia, Brasil.