Salvador

Jardim dos Namorados terá espaço gastronômico nos moldes da Vila Caramuru

Ainda no bairro da Pituba, outra ação do Salvador Investe será a requalificação da Praça Wilson Lins, em conjunto com a Praça Nossa Senhora da Luz

Thais Borges (thais.borges@redebahia.com.br)
Atualizado em 17/07/2017 16:19:49

A área do Jardim dos Namorados, na Pituba, vai receber uma vila gastronômica. Nos mesmos moldes da Vila Caramuru, no Rio Vermelho, o espaço terá bares e restaurantes, de acordo com o prefeito ACM Neto. O anúncio, que foi feito na manhã desta segunda-feira (17), é uma das ações previstas pelo Salvador Investe, o terceiro eixo do programa municipal Salvador 360. 

“Aquela é uma área que tem sido pouco utilizada pela cidade, por isso, vamos fazer uma vila parecida com a Vila Caramuru”, afirmou o prefeito, sem entrar em detalhes quanto ao prazo do projeto, durante o lançamento do programa. 

 

O Jardim dos Namorados deve receber uma vila gastronômica com bares e restaurantes
(Foto: Arquivo CORREIO)

 

Ainda no bairro da Pituba, outra ação do Salvador Investe será a requalificação da Praça Wilson Lins, em conjunto com a Praça Nossa Senhora da Luz.  A Wilson Lins, inclusive, receberá uma piscina olímpica doada pela organização da Olimpíada Rio 2016. 

“Pretendemos fazer um projeto mais amplo. Não haverá só a implantação da piscina, mas vamos requalificar toda a Wilson Lins com integração com a Nossa Senhora da Luz. Nós entregamos a Nossa Senhora da Luz no ano passado, mas entendemos que, desde a época que foi reconstruída, ainda na gestão de (Antônio) Imbassahy (prefeito entre 1997 e 2004), ela não tem a utilização que nós achamos que ela merece ter. Então, a ideia é fazer delas um único espaço de entretenimento para utilização da cidade”, explicou o prefeito. 

Mais praças
Ao todo, estão previstas 63 ações que compõem o Salvador Investe. Elas estão divididas entre em 10 segmentos: mobilidade, infraestrutura, esportes e lazer, habitação, iluminação, orla, praças e espaços públicos, mercados, cultura e o Hospital Municipal de Salvador. 

O objetivo das ações, segundo a prefeitura, é melhorar a infraestrutura, a qualidade dos serviços públicos e a requalificação urbana em até quatro anos - ou seja, o prazo para a conclusão de todas as ações é 2020. Até 2020, Salvador deve receber cerca de R$ 3 bilhões em obras para a cidade.

Outras praças que também estão na lista de ações do programa são a Lord Cochrane, no Garcia, além da requalificação da Colina Sagrada e da Ponta de Humaitá – essa com recursos federais, já em fase de licitação. Além disso, a Cidade Baixa deve receber um ‘Caminho da Fé’. 

“Vamos construir o Caminho da Fé, que é a interação entre a área do Memorial de Irmã Dulce até o Bonfim, apostando no viés do turismo religioso. Acreditamos que essas obras vão gerar valorização da Cidade Baixa e trazer uma nova perspectiva econômica”. 

Na Boca do Rio, entre o futuro Parque Rosa dos Ventos e área do antigo Aeroclube, será instalado um Pátio de Eventos. “Vamos fazer reformas para que essa área possa receber grandes eventos em Salvador, públicos e privados, para que a gente possa, inclusive, eventualmente, transferir o Réveillon para lá”, afirmou o secretário municipal de Desenvolvimento e Urbanismo, Guilherme Bellintani. 

O terreno onde ficava o Aeroclube, inclusive, voltou à prefeitura. No local, seria construído um shopping. “Finalizamos a extinção do contrato, então, o terreno volta à propriedade da prefeitura. A partir de agora, a gente está fazendo o estudo de desenvolvimento, que ainda está no começo, é bem embrionário”. Segundo o secretário, esse estudo é que deve definir o que será feito ali – se o terreno será vendido ou se será usado pelo poder público. 

publicidade

Salvador

Trânsito em Salvador
-- ºC
-- ºC

    Tábua de Marés

  • Alta00h58
  • Baixa07h11
  • Alta13h28
  • Baixa19h41

Assine o Correio 71 3533-3030

Fale com a Redação 71 3535-0330
Classificados Acheaqui71 3535-3035
Publicidade
71 3203-1812
Rua Aristides Novis, 123, Federação.
CEP: 40210-630 - Salvador, Bahia, Brasil.