Salvador

Rodoviários fazem passeata e ato impedindo saída de ônibus na Estação da Lapa

Categoria decidiu em assembleia por paralisar atividades a partir de terça

Da Redação (redacao@correio24horas.com.br)
Atualizado em 18/05/2017 21:01:54

Os rodoviários de Salvador fizeram uma passeata na tarde desta quinta-feira (18) depois de assembleia realizada pela categoria. Eles saíram da Ladeira dos Aflitos, por volta das 16h30, e seguiram até a Estação da Lapa, onde fizeram um ato pedindo por melhores condições de trabalho. 

(Foto do Leitor)

De acordo com a Transalvador, os rodoviários pararam em frente à Estação da Lapa por volta das 17h15 e impediram a saída e entrada de ônibus. Depois de cerca de meia hora, a passagem dos coletivos foi liberada. A manifestação causou congestionando na região da Lapa e teve reflexos também no Dique do Tororó e Vale dos Barris.

Em estado de greve desde a quinta-feira, os rodoviários aprovaram hoje paralisação a partir da terça-feira. Eles reivindicam tíquete alimentação de R$ 20, pagamento de hora extra, fim da dupla função de motoristas e manutenção de cobradores em todas linhas e horários, entre outros. 

Greve
"A decisão foi tomada pelos rodoviários em assembleia, no Sindicato dos Bancários, nos Aflitos. Decidimos que nenhum ônibus vai circular em Salvador a partir de 0h de terça-feira caso não haja uma mudança no posicionamento dos patrões. Se não houver acordo, a greve vai ser estendida para toda a Bahia", afirmou Daniel Mota, diretor de imprensa do sindicato, destacando que o movimento em Salvador deixaria de colocar 13 mil rodoviários nas ruas. No estado, o sindicato representa 18 mil trabalhadores. 

O número de trabalhadores que participou da assembleia que deliberou a greve não foi divulgado. Apesar da decisão da assembleia, existe a possibilidade de a paralisação não acontecer já que há duas novas reuniões da direção do sindicato nesta sexta (19). “Vamos ter amanhã reunião com o prefeito de Salvador e outra no Ministério do Trabalho e Emprego. Se tiver alguma mudança a greve pode ser suspensa" afirmou Mota.

Na segunda-feira (22), os rodoviários fazem outra assembleia. "Se tiver avanço nas reuniões de sexta será para deliberar isso. Se não tiver será para ajustar as ações da greve", completa Mota. 

A categoria, que está em campanha salarial, reivindica 5% de aumento real, tíquete refeição de R$ 20, fim da dupla função de motorista - quando ele dirige e cobra passagem -, e manutenção do cargo de cobrador em todas as linhas e horários.

 

 

publicidade

Salvador

Trânsito em Salvador
-- ºC
-- ºC

    Tábua de Marés

  • Alta05h45
  • Baixa11h54
  • Alta18h17

Assine o Correio 71 3533-3030

Fale com a Redação 71 3535-0330
Classificados Acheaqui71 3535-3035
Publicidade
71 3203-1812
Rua Aristides Novis, 123, Federação.
CEP: 40210-630 - Salvador, Bahia, Brasil.