115 mil vagas de emprego devem ser abertas até o final do ano

empregos
18.09.2017, 06:00:00
(Max Haack/ Agecom)

115 mil vagas de emprego devem ser abertas até o final do ano

Trabalhador temporário tem chance de ser efetivado

As luzes de Natal, as caixas de panetone nas prateleiras dos supermercados e as roupas brancas nas vitrines ainda não chegaram de vez, afinal, faltam três meses para as festas de final de ano. Por outro lado, já tem gente pensando nas oportunidades de trabalho que o período pode gerar. Segundo estudo da Associação Brasileira do Trabalho Temporário (Asserttem), a previsão é de que sejam abertas 115 mil vagas no país até o fim de 2017, 5,5% a mais do que o ano passado. Mas, afinal, já está na hora de correr atrás?

Andrea Tenuta, superintendente administrativa da Luandre, empresa de recursos humanos, diz que sim. Um dos motivos é que a indústria já vem contratando desde julho. A boa notícia é que ainda há algumas oportunidades no setor e “chegando a novembro e dezembro, é a vez do varejo”, indica. Independente da escolha, esse é o momento de “deixar o currículo redondo, espalhar ao máximo e usar o networking”, diz Andrea. Para aqueles que preferem o varejo, o tempo pela frente também pode ser uma oportunidade de se atualizar com cursos profissionalizantes de curto prazo.

Uma das pessoas que já estão de olho nas vagas é Jeane Almeida. No fim do ano passado, ela terminou o ensino médio e hoje estuda para entrar em uma faculdade de Enfermagem. Enquanto a aprovação não vem, ela pretende encontrar um trabalho temporário. “(Para efetivos) muitas vezes é preciso ter pelo menos três meses de experiência e eu não tenho”, explica. A opção das vagas sazonais é uma  forma de conseguir experiência, ter uma renda e também a oportunidade de ser efetivada pela empresa.

A esperança de Jeane em ser contratada mesmo depois das festas terminarem tem fundamento. Segundo a Câmara de Dirigentes Lojistas de Salvador (CDL), além do aumento dos empregos temporários, é esperado que 40% dessas vagas se tornem definitivas. De acordo com Marcia Costantini, presidente da Asserttem, quem tiver interesse em manter o trabalho deve “conhecer bem a empresa, mostrar o quanto é capaz, ter bom relacionamento com os colegas e ficar atento à assiduidade”, aconselha.

Vale a pena

Percentual de férias, hora extra, 13º salário proporcional e depósito de Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Fora a chance de contratação, uma vantagem das vagas temporárias é que “os trabalhadores têm quase todos os direitos dos efetivos”, diz Marcia. Segundo ela, é importante lembrar que esse tipo de trabalho não é um “bico” e para garantir todos esses benefícios é preciso que haja um contrato. “As redes que contratam adequadamente usam agências cadastradas no Ministério do Trabalho”, ressalta. 

Se os benefícios são os mesmo, a seleção dos trabalhadores temporários não poderia ser diferente daqueles realizados para efetivos. Para Andrea, “tudo é exatamente igual, nem mais nem menos rigoroso”. A explicação é que a chance de contratação faz com que os recrutadores apostem em bons profissionais. Assim como Marcia, ela indica que o trabalhador mostre dedicação e se diferencie.

Cronograma

Indústria
Julho: Começa a contratação de novos temporários
Outubro: Últimas vagas são preenchidas


Varejo
Setembro e outubro: Varejo começa a fazer o recrutamento
Novembro e dezembro: Iniciam os trabalhos temporários
Janeiro: Funcionários passam a ser efetivados


Garanta a sua vaga de fim de ano

Currículo: Deixe claro no documento que você tem um objetivo. Seja curto e direto. Coloque o máximo de cursos e atualizações recentes. Quando for citar as experiências profissionais, deixe as três últimas. O ideal é que você personalize o currículo de acordo com a vaga.

Agências: Procure no site do Ministério do Trabalho (trabalho.gov.br) as agências registradas e veja quais delas estão com processo seletivo aberto. Isso dará mais segurança para a contratação.

Networking: Envie mensagens para amigos e ex-colegas de trabalho mostrando que tem interesse em uma oferta temporária. Talvez eles possam te indicar para alguma vaga, principalmente se já conhecerem o seu trabalho.

Processo seletivo: Mostre segurança, saiba apontar os seus pontos fortes com propriedade (veja dicas na página 4) e lembre-se que, mesmo sendo algo temporário, o rigor do processo é o mesmo.

Quero ser contratado: Se a sua pretensão é ser contratado, vale tentar se destacar na equipe. Para isso, se relacione bem com a equipe, mostre determinação e garra. A chance existe.