Autoridades ambientais já encontraram oito macacos mortos em Salvador neste mês de janeiro

salvador
12.01.2018, 20:27:39
Atualizado: 12.01.2018, 21:15:34
(Foto: Arisson Marinho/Arquivo CORREIO)

Autoridades ambientais já encontraram oito macacos mortos em Salvador neste mês de janeiro

Quatro deles foram recolhidos nesta sexta-feira (12); animais serão encaminhados para investigação

O grupamento ambiental da Guarda Civil Municipal de Salvador recolheu nesta sexta-feira (12) quatro macacos mortos. Dois animais foram recolhidos no Condomínio São Paulo, no bairro de Sete de Abril, um na Estrada Velha de Periperi e outro em Dom Avelar. Somando-se aos dois encontrados em Pau da Lima e os outros encontrados no Saboeiro e em Mussurunga, já são oito primatas recolhidos em Salvador em 2018. 

Todos os animais, com exceção daquele encontrado no Saboeiro pelo fato de estar em estágio de decomposição, foram encaminhados para o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) para serem tratados e enviados para testagem contra a febre amarela. Macacos e micos são considerados importantes sinalizadores da presença do vírus que provoca a doença, já que muitas vezes são vítimas fatais de fêmeas infectadas com o contaminante.

Os macacos encontrados em Salvador foram recolhidos após denúncia de populares a autoridades ambientais. Tanto o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de e Grupo Especial de Proteção Ambiental (Gepa) da Guarda Civil Municipal de Salvador (GCMS) estão atendendo às solicitações através dos números (71) 3611-7331 e (71) 3202-5312.