Baile da Vogue 2018: confira os looks que deram o que falar

entretenimento
02.02.2018, 13:55:00
Atualizado: 02.02.2018, 14:10:07

Baile da Vogue 2018: confira os looks que deram o que falar

Festa, cujo tema era 'Divino, Maravilhoso', homenageou diferentes culturas do Brasil

Antes de partir rumo aos destinos mais badalados do país quando o assunto é Carnaval, as celebridades têm um encontro marcado para desfilar suas melhores (e mais glamourosas) fantasias. Trata-se do Baile da Vogue, evento que abre oficialmente as comemorações carnavalescas no mundo das celebridades. Esse ano, a festa aconteceu no Hotel Unique, em São Paulo, na quinta-feira (1º).

Com o o tema Divino, Maravilhoso, que homenageava diferentes culturas do Brasil, a festa de gala teve como rainha a atriz Marina Ruy Barbosa, que atualmente vive a mocinha Amália de Deus Salve o Rei, atual trama das 19h da Globo. A apresentação do evento ficou por conta de Sabrina e Astuto, mas quem chamou atenção mesmo foi a funkeira Jojo Todynho, que estourou com Que Tio Foi Esse? e, às vésperas do Carnaval, promete ser o hit da festa. Com um vestigo longo dourado, de mangas compridas. o decote não escondeu seus fartos seios, sua marca registrada.

Dentre os  looks glamourosos que mais chamaram atenção na festa estão o da atriz Gianne Albertoni, que homenageou a Bahia vestindo fitinhas de Senhor do Bonfim. A Bahia também foi lembrada pela blogueira Julia Faria, que vestiu uma peça inspirada nas pinturas da Timbalada. O Nordeste foi inspiração para a também blogueira Thassia Naves, que se vestiu de Maria Bonita. Outra blogueira que fez bonito ao homenagear uma região do país foi Gabriela Pugliesi. A musa fitness se inspirou na Amazônia e vestiu uma roupa com muitas referências à fauna e flora da região.


Houve quem chamasse atenção pela falta de noção do look. Caso de Jéssica Rodrigues, noiva de Latino, que causou na festa vestida de Eva. O vestido, completamente transparente, tinha somente aplicações de uma folha e uma serpente cobrindo as partes íntimas. Na cabeça de Jéssica, uma tiara com a maçã, fruto proibido na história bíblica.

Também teve fantasia rendendo polêmica. Caso da blogueira Tata Estaniecki, que foi acusada de racismo por usar um acessório que remetia à máscara de flandres, objeto usado para tortura dos negros escravizados. Depois da repercussão negativa nas fotos postadas nas redes sociais, Tata escreveu. "Estou vendo alguns comentários nas minhas fotos, nunca quis ofender ninguém, peço desculpas se interpretaram por esse lado", de desculpou. A postagem, contudo, foi deletada pouco tempo depois. 

Veja mais looks: