Bruno fala sobre responsabilidade de ser titular do Vitória

e.c. vitória
14.11.2017, 13:22:00
Atualizado: 14.11.2017, 14:27:03
Revelado na Toca do Leão, Bruno tem 21 anos e apenas dois jogos como profissional na carreira (Foto: Maurícia da Matta/EC Vitória)

Bruno fala sobre responsabilidade de ser titular do Vitória

Zagueiro substituiu Wallace diante do Grêmio e está cotado para ser titular contra a Chapecoense porque Kanu está suspenso

O Vitória iniciou a semana com uma programação bem diferente do habitual. Após empatar em 1x1 com o Grêmio, domingo (12), em Caxias do Sul-RS, a delegação rubro-negra viajou no dia seguinte para Itu, no interior de São Paulo, onde passará três dias. A viagem para Chapecó-SC, palco do jogo contra a Chapecoense, quinta-feira (16), às 19h, só acontecerá um dia antes do jogo, no fim da tarde.

Uma das novidades do time que empatou com os gremistas, o zagueiro Bruno está cotado para ser titular no confronto com a Chape. Ele substituiu Wallace, que não jogou por questões contratuais, e agora entra na briga para ocupar o lugar de Kanu, que está suspenso.

Aos 21 anos, o garoto não tem medo de assumir a responsabilidade de ajudar o Leão a não sofrer gols e somar pontos nesta reta final de Brasileirão. "A gente sabe que é grande a responsabilidade, até pelo fato da nossa defesa estar bem. Mas isso é fruto do nosso trabalho. Venho trabalhando forte, mesmo não jogando, não sendo relacionado, porque a qualquer momento podem surgir as oportunidades e eu tenho que corresponder à altura", disse o garoto, que foi promovido ao elenco profissional em 2016, com o próprio Vagner Mancini.

O jogo contra o Grêmio foi o segundo da carreira do zagueiro como profissional. Antes, só havia enfrentado o Avaí, no início do segundo turno deste Brasileirão, quando o Vitória perdeu por 1x0 no Barradão.

"Desde quando professor Mancini chegou, disse que seria leal a todos, que todos teriam oportunidade. A gente é um grupo, qualquer momento pode pintar oportunidade, porque Brasileirão é assim, às vezes um machuca, ou tem o terceiro cartão amarelo, vermelho. E quem está ali tem que entrar e corresponder à altura. É uma experiência boa conviver com atletas experientes, estar fazendo parte do plantel. É ruim ficar distante da família, como todos sentem. Mas a gente tem que sofrer para almejar coisas melhores", comentou o jogador, sergipano de Aracaju.

Com 39 pontos, o rubro-negro está na 16ª posição. O time tem três pontos a mais que o Sport, primeiro time na zona de rebaixamento.

Além de Kanu, Mancini não poderá contar com o volante Fillipe Soutto, expulso contra o Grêmio. Por outro lado, Wallace, Uillian Correia e Yago retornam.