Cascadura comemora 25 anos com apresentação única em Salvador

entretenimento
14.01.2018, 09:00:00
(Foto: Heder Novaes/Divulgação)

Cascadura comemora 25 anos com apresentação única em Salvador

Show acontece neste domingo (14), às 17h, no Largo Pedro Archanjo

O dia será de muita nostalgia e emoção para os fãs do rock baiano. É que a banda Cascadura fará uma apresentação única e histórica em Salvador, neste domingo (14), às 17h, no Largo Pedro Archanjo (Pelourinho). Apesar dos músicos terem colocado um ponto final na história do grupo há dois anos, sua obra - com precisamente 74 músicas, incluindo álbuns e singles - ficou marcada na música baiana, no rock brasileiro e no imaginário de muita gente.

Fundada em 1992 por Fábio Cascadura Magalhães, a banda comemorou 25 anos em 21 de abril de 2017 e se reúne neste ano para celebrar a amizade entre os artistas e relembrar, junto aos fãs, sucessos emblemáticos dos cinco discos do grupo como Queda Livre, Nicarágua, Juntos Somos Nós e Aleluia. Ouça ao álbum mais recente da banda, de 2012.

"Como eu estaria de férias em Salvador e o Martin (que já fez parte da banda em seus primórdios e hoje mora em São Paulo e é guitarrista da cantora Pitty e do projeto Agridoce) também viria pra cá neste período, a gente combinou de se juntar e fazer um som. Acabou que a coisa ficou maior do que pensávamos e nossos produtores da época da banda quiseram produzir o show", conta Fábio, que hoje mora em Toronto, no Canadá. Por lá, ele faz o gerenciamento de uma empresa de limpeza comercial.

Essa semana, porém, foi regada de encontros e ensaios da Cascadura. Tudo para reviver o legado deixado pelo grupo e lembrá-los dos velhos tempos. Além da última formação com Fábio Cascadura (vocal e guitarra), Cadinho (baixo), Thiago Trad (bateria) e Du Txai (guitarrista), neste show a Cascadura recebe como convidado especial Martin e guitarrista e vocalista da Vivendo do Ócio, Jajá Cardoso, que vai tocar O Delator, música do álbum Aleluia que teve clipe oficial dirigido pro Glauco Neves e Carlos Faria.

"Estamos todos muito empolgados. A banda voltou a existir por uma semana e tenho certeza que vai ser emocionante. Vai ser como uma reunião de turma, em que vamos celebrar a nossa trajetória e tocar o que tem a ver com o desejo da galera. A gente pensou em umas 20 e poucas músicas que são as mais lembradas pela galera", revela o cantor e compositor que irá voltar para o Canadá na sexta (19). Fora essa apresentação histórica, Fábio participou de outro momento marcante: o show Banda Motrícia, no Groove Barl (Barra), na última sexta-feira (12). O líder do grupo de hard rock, o guitarrista e tatuador Álvaro Tattoo Medrado, inclusive, vai se mudar para São Paulo. "Espero poder vir com mais frequência. É super necessário manter esse vínculo", comenta Fábio. 

Ele, que é historiador, pretende voltar a estudar neste ano. "Em paralelo, quero ter uma atividade musical, mas só como hobby mesmo. Tenho o contato com pessoas lá", revela. Enquanto isso, a música não sai das suas veias, já que ele continua colaborando como compositor em parceria com diversos artistas brasileiros como Chuck Hipolitho, guitarrista, compositor e vocalista da banda Vespas Mandarina, e Graco Vieira, ex-Scambo, integrante do Bailinho de Quinta e do Ba_Co.

Ba_Co: A baixista Nina Campos (da banda Macumba Love) e Graco Vieira fazem um duo que parte das células rítmicas do samba-reggae para criar um som híbrido com toques de rock e eletrônica
(Foto: Douglas Mendes/Divulgação)

Serviço
O quê: Cascadura – Reunião 25 anos
Local: Largo Pedro Archanjo (Pelourinho) 
Data: 14 de janeiro (domingo), às 17 horas 
Ingressos: R$ 40 e R$ 20 (meia)
Vendas: www.sympla.com.br