Cinco academias são interditadas em bairros de Salvador

salvador
03.12.2013, 21:38:00
Atualizado: 03.12.2013, 21:38:51

Cinco academias são interditadas em bairros de Salvador

Só duas das academias visitadas estavam regulares
Fiscais estiveram em academias

Cinco academias foram interditados pela Superitendência de Controle e Ordenamento do Uso do Solo (Sucom) nesta terça-feira (3) em operação para fiscalizar a regularidade e condições físicas dos estabelecimentos. Também foram avaliados a qualidade dos equipamentos e utilização sonora das academias.

A operação, batizada de Apollo II, contou com o apoio da Delegacia do Consumidor (Decon), Procon-BA e Conselho Regional de Educação Física (Cref). Além das cinco interdições, foram emitidos sete autos de infração e 15 notificações para regularização de pendências identificadas.

Foram interditadas as academias Halteres, em Luiz Anselmo, Duplo Impacto, em Cosme de Farias, Físico Salutti e "do André", ambas do Pau Miúdo, e Pro Fitness, em São Gonçalo. Houve interdição parcial das academias W. Fitness e Megh Fitness, em Matatu de Brotas, por apresentarem riscos aos usuários. Já na Jump Way, no Chame-Chame, além de aparelhos, a sala de ginástica e o acesso à piscina também foram interditados.

Quarenta agentes participaram da ação. Foram vistoriadas academias em Matatu de Brotas, Luiz Anselmo,  Chame-Chame, Cosme de Farias, Pau Miúdo, Ondina, São Gonçalo, Pernambués e Fazenda Grande do Retiro. Dos 13 estabelecimentos, somente a Life Fitness, na Fazenda Grande do Retiro, e Vibe Fitness, em Ondina, estavam regularizadas.

No final de outubro, dez academias em Salvador foram vistoriadas pela primeira etapa da operação. Seis estabelecimentos foram interditados na ocasião.