Com mais de 20 milhões de inscritos no Youtube, Whindersson Nunes lota Concha Acústica

salvador
18.06.2017, 20:49:00
Atualizado: 19.06.2017, 16:28:00

Com mais de 20 milhões de inscritos no Youtube, Whindersson Nunes lota Concha Acústica

Piauiense faz sucesso com vídeos, mas também causa frisson pelas cidades onde passa

O piauiense Whindersson Nunes, 22 anos, é um jovem tímido. Não é lá dos mais extrovertidos em entrevistas, mas, quando subiu ao palco da Concha Acústica, na noite deste domingo (18), era outra pessoa. Ou melhor: era o Whindersson Nunes do canal do YouTube com mais de 20 milhões de inscritos.

O jovem youtuber, conhecido por seus vídeos de humor, se apresentou para 3,5 mil pessoas que enfrentaram frio e chuva para rir por cerca de 1h20 de show. Em pouco mais de cinco minutos, Whindersson já tinha falado de seu noivado (com a também youtuber e cantora Luisa Sonza), de relacionamentos, de como homens e mulheres são diferentes e até de xixi.

Youtuber tem mais de 20 milhões de inscritos no Youtube
(Foto: Marina Silva/CORREIO)


Ao CORREIO, ele explicou que as ideias para as apresentações surgem bem naturalmente. “Vejo algo e penso ‘isso rende’. Mas geralmente divido tópicos de assunto”, contou, momentos antes de subir ao palco pela terceira vez em Salvador. “O público daqui dá muito apoio. O pessoal sempre falava para eu vir aqui”. No entanto, ele admite que o frisson não acontece só por aqui, mas por qualquer lugar por onde passa.

Whindersson Nunes atende mais de 700 fãs na Concha Acústica

As irmãs Thaise, 15, e Tasla dos Santos, 17, foram cedo para tentar chegar perto do ídolo. Fã de Whindersson, Thaise chegou a assistir à apresentação dele no ano passado em Salvador, mas chegou tão em cima da hora que ficou muito distante do palco.

"Queria tirar foto com ele e não consegui. Conheci Whindersson através de meu ex". O namoro acabou, mas o gosto pelos vídeos do piauienses continuou. A irmã, Tasla, diz que não é fã do humorista, mas acompanha a irmã mais nova nas saídas. "E eu me divirto bastante", admitiu.

Concha Acústica ficou lotada para ver youtuber neste domingo
(Foto: Marina Silva/CORREIO)


Era o contrário da engenheira Tatiane Gonzalez, 26, que contou que foi praticamente arrastada pelo companheiro, o também engenheiro Diego Lima, 27. "Não sei o que ele tem de especial, nunca soube e ninguém nunca conseguiu me explicar. Só vim por causa dele".

Diego tem uma explicação: ela nunca assistiu nenhum vídeo do piauiense, por isso, não consegue entender o frisson. "Ele faz tudo improvisado, sem roteiro. E é de origem humilde, o que é legal. É um bobalhão, mas inteligente", afirmou. 

Os amigos Daniele de Sousa, Wendel Santos, Eder Carvalho, Silvan Liberato e Juliane Costa praticamente competem para saber quem começou a seguir primeiro os vídeos de Whindersson. Um diz que começou em 2013, outro em 2014...  Mas todos chegaram às 14h para conseguir ver o show de perto. "Éramos os segundos da fila. Mas corremos tanto que o primeiro ficou para trás", contou Silvan.

O humor do piauiense é sempre o destaque. "As paródias dele são tão boas que depois de ouvir, nem consigo mais escutar as originais", disse Daniele. "A melhor é 'Cansei de Ser Pobre'. Eu ainda sou, mas já cansei", completou Wendel.