Criançada balança o chão da praça do Santo Antônio em festa de pós-Carnaval

salvador
05.03.2017, 20:23:00
Atualizado: 05.03.2017, 20:46:15

Criançada balança o chão da praça do Santo Antônio em festa de pós-Carnaval

Folia aberta ao público reuniu dezenas de crianças neste domingo. Tem repetecos ainda nos próximos dias 12, 19 e 26
Trupe da Playgrude botou a criançada pra dançar (Foto: Almiro Lopes / CORREIO)

Quarta-feira de Cinzas já passou, mas para aqueles quem foram ao Largo do Santo Antônio Além do Carmo, na tarde de ontem, a folia ainda não tinha acabado. Pensado para crianças de todas as idades, o projeto Playgrude promoveu uma 'ressaquinha' de Carnaval no espaço, fazendo a festa até daqueles que nem chegaram a aproveitar a folia oficial.

Idealizadora do projeto, a cantora Marcela Bellas explica que o Playgrude surgiu da gravação de um CD com composições dela e do cantor Helson Hart para o público infantil. “Deu tão certo que resolvi seguir com o projeto em um show interativo, para que crianças e famílias participem. Nesse contexto, temos um momento do karaokê, no qual os pequenos também são chamados a interagir com as músicas”, comenta. Junto com Marcela, as atrizes e cantoras Ingridy Carvalho e Giovana Severo também fizeram a festa da criançada. 

Meninada interage com os animadores da festa (Foto: Almiro Lopes / CORREIO)

Gripado durante o Carnaval, a ressaquinha com o Playgrude foi o momento ideal para o pequeno Benjamin, de 2 anos e meio, tirar a fantasia de Superman do armário. “Aqui está sendo a primeira interação dele com a festa. A gente já conhece o Playgrude, mas é a primeira vez que estamos assistindo ao show”, conta a professora Mariana Gomes.

Foi só ouvir os primeiros acordes da música que Flora Leopoldino, 4 anos, começou a arrastar a mãe, a  assistente social Andréa Santiago, para bem perto do palco. “A gente acompanha o grupo sempre e ela chegou a vir com o pai nas edições anteriores. O CD já está furado de tanto que ela escuta. O Largo do Santo Antônio já é um espaço que a gente frequenta e com a banda fica melhor ainda”. Vestida de odalisca, Flora revela que não tem uma música favorita: “Gosto de todas”.

As meninas capricharam na fantasia (Foto: Almiro Lopes / CORREIO)

E teve gente que veio de longe para garantir a diversão dos pequenos, como a corretora de planos de saúde Luciana da Cruz, que mora no bairro de Cajazeiras e trouxe os filhos Ana Júlia, 7, e Bernardo, de um ano e quatro meses. “Soube pela TV que ia ter a festa e resolvi trazê-los. Aqui o espaço é bem mais tranquilo do que nos circuitos de Carnaval, então a gente fica à vontade e é um ambiente bom para as crianças brincarem”, diz.

Como era a proposta do grupo, a festa animou crianças de todas as idades. Esse foi o caso da advogada Jussara Santana, 35, que se divertia tanto quanto os sobrinhos pequenos. “Moro no Nordeste de Amaralina e não conhecia o Largo (do Santo Antônio). É muito bom ter uma atração dessas de graça em um lugar tão agradável como aqui. Estou achando ótimo”, comemora Jussara.

Na falta de um trio, o jeito é dar a volta no coreto (Foto: Almiro Lopes / CORREIO)

A apresentação do Playgrude integra a programação infantil do projeto Pelourinho Dia & Noite da Fundação Gregório de Matos (FGM). Nos próximos três domingos - 12, 19 e 26 de março - a FGM já confirmou que as atrações infantis continuarão a se apresentar no Santo Antônio, mas a grade de programação ainda será definida.