Entrevista: jovem publicitário baiano se destaca internacionalmente como criador de sites

turismo
06.04.2014, 20:31:00
Atualizado: 06.04.2014, 20:35:57

Entrevista: jovem publicitário baiano se destaca internacionalmente como criador de sites

Stualmente ele mora na Suécia e estuda na Hype Island, uma escola idealizada para revelar novos talentos em tecnologia da informação

 Natural de Itabuna, o publicitário Caio Andrade, de 27 anos, se destaca na internet através dos sites que criou e  que foram premiados no concurso de jovens  talentos YGA (Young Guns Awards). Entre os de maior sucesso estão  o Recomende Um Ex (recomendeumex.tumblr.com), no qual as pessoas recomendam seus ex-namorados, e o Furniture Fellowship (furniturefellowship.se), onde ele se dispõe a montar móveis em troca de uma amizade.

Morando na Suécia, o publicitário baiano Caio Andrade estuda e elabora projetos que visam investigar as relação interpessoais na era digital (Foto:Acervo pessoal)


Atualmente, mora em Estocolmo (Suécia), e estuda na Hype Island, uma escola idealizada para revelar novos talentos em tecnologia da  informação. Ele bateu um papo conosco e falou sobre sua carreira e projetos.

 Quais são suas áreas de interesses e estudo?
Sou apaixonado pelo comportamento humano. Pensei bastante em estudar psicologia, mas a grossura dos livros me assustou na época. Publicidade me pareceu o caminho mais interessante e com maior liberdade criativa. Hoje passo a maior parte tempo estudando a relação entre pessoas e  mídias digitais. Por exemplo: como e  por quê determinado conteúdo consegue alcançar milhões de pessoas em poucas horas?  

Quais foram suas experiências profissionais?
Em Salvador, cursei Engenharia Civil por quase três anos e trabalhei cerca de um ano em uma construtura antes de descobrir que não tinha a mínima ideia do que estava fazendo lá. Mudei para São Paulo, cursei quatro anos de Publicidade e Propaganda e trabalhei em diversas agências como redator, entre elas, Young Rubican, Naked Communications, Havas Worldwide e F.biz WPP.

Há quanto tempo está morando na Suécia? O que você foi estudar em Estocolmo?
 Estou congelando por aqui há mais ou menos oito meses, enquanto faço uma especialização em mídias digitais em uma escola bem bacana chamada Hyper Island.

Como  essa experiência tem te enriquecido profissional e pessoalmente?
Nem sei por onde começar. O curso é tão bacana que vale até o esforço de passar oito meses usando ceroulas. A escola é completamente diferente do que tinha imaginado de uma especialização, não temos professores, horários ou salas de aula, tudo o que acontece
é responsabilidade dos alunos, nós escolhemos em que queremos trabalhar, quando e como. Difícil de explicar, mas funciona. Profissionalmente falando, Estocolmo é o paraíso das start-ups de tecnologia, sempre tem algo novo sendo lançado e projetos ganhando proporções mundiais. Sem contar que Estocolmo deve ter o índice mais elevado do mundo de pessoas bonitas por metro quadrado.

Como surgiu a ideia de criar o site Furniture Fellowship ?
Quando mudei, não conhecia muita gente na cidade. Conversando com um amigo aí no Brasil tivemos a ideia de usar o meu conhecimento em três anos de Engenharia para alguma coisa. Me dispus a ajudar pessoas montando seus móveis comprados na Ikea (uma grande loja de departamento que vende móveis no esquema “monte você mesmo”) em troca de conhecer novos amigos. E não é que deu certo? Mais de 100 mil pessoas compartilharam a ideia pelo mundo, dei entrevistas em blogs, jornais e programas de rádio, sem falar que conheci pessoas de várias partes da Suécia.

Quais são seus projetos atuais?  
Meus projetos sempre giram em torno de relações interpessoais, como usar mídias digitais para proporcionar a interação entre pessoas e gerar engajamento sobre determinado assunto.Um dos projetos que tenho mais orgulho é o Recomende um Ex. A ideia era transformar pés na bunda em felicidade. Por que não recomendar seu ex namorado ou namorada para outra pessoa? Fizemos um site (tumblr) que bombou, rolou uma repercussão nacional e internacional muito bacana, tive a possibilidade de participar de diversos programas de TV além de receber um prêmio internacional para novos talentos em publicidade. O resultado saiu na sexta-feira passada  e ainda estou comemorando.

Quando você acredita que as Ideias mais criativas surgem? É de um esforço laboral ou no ócio?
Acredito que as ideias mais fantásticas surgem de maneira natural, no exercício de observar tudo o que acontece em nossa volta. As ideias estão no mundo, não na cabeça das pessoas. Tudo o que a gente precisa fazer é abrir os olhos.

É difícil ser original em um ambiente como a internet, no qual se tem a impressão de que tudo já foi feito?
Não. Tenho a internet como a maior ferramenta de trabalho, ela proporciona um universo de possibilidades pronto para ser explorado (é clichê, mas é verdade). Acredito que devemos usar
a internet  para encontrar inspirações e não
limitações.