'Faltam palavras para explicar a felicidade', diz 1º colocado em Medicina na Ufba

salvador
31.01.2017, 18:47:00
Atualizado: 31.01.2017, 19:06:39

'Faltam palavras para explicar a felicidade', diz 1º colocado em Medicina na Ufba

O estudante Igor Esquivel Souza, 19 anos, contou ao CORREIO como foi a sua preparação para ingressar no curso dos sonhos

O estudante Igor Esquivel Souza, 19 anos, tem um grande motivo para comemorar. Às custas de muito esforço, o jovem conquistou o primeiro lugar no concorrido vestibular de Medicina da Universidade Federal da Bahia (Ufba).

"Fiquei muito feliz por saber que todo o esforço foi recompensado. Às vezes faltam palavras para explicar", disse o estudante ao CORREIO. A alegria de Igor foi sentida ainda por toda a família, que comemorou junto com ele essa importante vitória.

Igor tinha rotina intensa de estudos
(Foto: Haroldo Abrantes/Coperphoto/Sistema Fieb)

Igor concluiu os ensinos fundamental e médio nas escolas do SESI, nas unidades de Itapajipe e Piatã, e fez cursinho pré-vestibular. Esta foi a terceira vez que realizou a prova do Enem, que garante vaga na Ufba.

A intensa rotina de estudos, entre aulas no cursinho e a preparação em casa, ocupava em média 10 horas do dia de Igor. "Acredito que o principal fator da preparação é você identificar as dificuldades dos conteúdos e corrigir esses problemas para fazer uma boa prova", disse. Ainda segundo o estudante, é fundamental repassar os conteúdos, se manter bem informado e treinar bastante a redação, prova que ele, nesta edição do Enem, tirou 900.

Vocação
Sobre a escolha do curso, Igor contou que pretende transformar o seu conhecimento em auxílio para as pessoas. "Sinto vontade de transformar a facilidade que tenho de aprender as coisas em ajuda para as pessoas. Além disso, sempre tive muita curiosidade sobre o corpo humano. Isso que me motivou a escolher medicina", contou.

Ele espera que os próximos anos sejam repletos de desafios. "Terei que estar muito dedicado para sobreviver sem problemas. Espero que seja um desafio, mas que traga muito aprendizado para me tornar um profissional completo da área", garantiu. A princípio, Igor pretender se especializar em cirurgia geral, porém, admite a possibilidade de mudar de ideia ao longo do curso.

O aspirante a médico disse também que estudar para o vestibular deu a ele maturidade para encarar desafios maiores, como o que estar por vir. "Eu tenho certo nível de organização que pode me ajudar no curso, mas se tiver que melhorar em alguma coisa, se tiver que corrigir algo certamente vou correr atrás".

Paciência, perseverança e um pouco de distração 
Para aqueles que estão estudando para ingressar em uma Universidade, Igor recomenda que reconheçam suas dificuldades e que não tenham medo de fazer mais de uma prova. "A concorrência é sempre muito grande, então é preciso ter muita paciência e capacidade para avaliar seus pontos fracos".

Segundo ele, nos dias das provas do Enem o nervosismo não foi maior do que a confiança de que havia realizado uma boa preparação. "Vestibular deixa sempre a gente nervoso, mas eu sabia que a minha preparação havia sido boa e isso me deixou mais confiante", garantiu.

Outro segredo para conquistar a vaga no curso dos sonhos é não se deixar dominar pela tensão que envolve o processo de estudo. Segundo Igor, relaxar foi muito importante para que ele pudesse hoje estar comemorando o seu ingresso na Ufba.

"Gosto muito de ir ao cinema, ler outras coisas que não sejam relacionadas ao conteúdo das aulas, conhecer lugares novos e jogar xadrez. Estudar para o vestibular pode ser muito estressante se você não souber relaxar", concluiu.