Flamengo abre o placar mas leva virada do Independiente: 2x1

esportes
06.12.2017, 22:46:13
Meza comemora segundo gol do Independiente e Diego, ao fundo, lamenta (Juan Mabromata/AFP)

Flamengo abre o placar mas leva virada do Independiente: 2x1

Em Avellaneda, Réver abriu o placar, mas Gigliotti e Meza viraram; partida de volta da final da Copa Sul-Americana acontece na quarta (13), no Maracanã

De virada, o Independiente venceu por 2x1 o primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana, contra o Flamengo, nesta quarta (6), em Avellaneda, na Argentina. A partida de volta será na quarta (13), às 20h45, no Maracanã. Para serem campeões, os cariocas precisam vencer por mais de um gol. Um triunfo simples do Fla leva a decisão para os pênaltis, que não há o critério de gol fora de casa.

Contando com a torcida do Atlético-MG, que irá a Libertadores em caso de título rubro-negro, e até do rival histórico Sport, que ganharia uma vaga na Sul-Americana de 2018, o Flamengo abriu o placar logo aos 8 minutos, em uma jogada tradicional. Trauco cobrou falta e Réver subiu bem alto para cabecear a bola no fundo do gol de Campaña.

O Rojo tentou o empate aos 14, quando Gigliotti recebeu passe de frente para César mas foi travado na ‘hora H’ por Pará. Pelo alto, seis minutos depois, o Fla quase amplia, com Juan cabeceando. Gastón Silva, aos 24, botou César para trabalhar em cobrança de falta. Mas, quatro minutos depois, ele nada pôde fazer. Gigliotti recebeu bola e bateu fora do alcance do goleiro do Fla: 1x1.

Após o intervalo, o Independiente veio com tudo. Na primeira chance, Gastón Silva mandou pra fora. Na segunda, Barco cruzou da esquerda e Meza bateu de primeira para colocar o Rojo na frente.

O Flamengo saiu pro jogo e ofereceu o que os argentinos mais gostam: o contra-ataque. Mas quem chegava mais perto de marcar eram os brasileiros, pressionando a defesa rival. No entanto, sem criar grandes chances. Na maioria das vezes, só resultavam em chutes para fora ou para defesa fácil de Campaña. E ficou no 2x1.