Mais de 50 músicos baianos prestam tributo a Djavan

entretenimento
13.09.2017, 06:00:00
Gilmelândia, Ramon Cruz e os músicos Jonga Cunha e Dinho Barral cantam, tocam e interagem com artistas convidados que aparecerão em vídeo durante o musical (Divulgação)

Mais de 50 músicos baianos prestam tributo a Djavan

Espetáculo estreia na quinta(14) e prossegue, sempre às quintas feiras, até 01 de fevereiro de 2018, no Sheraton Hotel

A partir dessa quinta(14) e durante todas as outras até fevereiro de 2018, mais de 50 músicos baianos vão se reunir para homenagear aquele por eles considerado um mestre nordestino: Djavan. É essa a proposta do espetáculo “Dija – Um Musical Inusitado”, que estreia no Café-Teatro Rubi, no Sheraton da Bahia, às 20h30. 

No palco, Gilmelândia, Ramon Cruz e os músicos Jonga Cunha e Dinho Barral cantam, tocam e interagem com artistas convidados que aparecerão em vídeo durante o musical, enquanto interpretam 21 canções de Djavan, que ganharam arranjos especiais para o projeto.

De acordo com o idealizador da proposta, Jonga Cunha, embora homenagear Djavan não seja uma ideia inovadora, unir tantos talentos do cenário local num tributo a outro artista nordestino é, no mínimo, inusitado, destacando que a iniciativa foi dele, mas a homenagem é conjunta. “A originalidade consiste na reunião desse coletivo de muita qualidade para um espetáculo onde os recursos tecnológicos vão permitir que as canções sejam interpretadas por 51 artistas que dividirão o palco com apresentações virtuais”, esclarece o músico, ressaltando que além de duetos, o show terá desafios e parcerias inusitadas, a exemplo de um desafio percussivo entre ele e Márcio Victor.

Para possibilitar tamanha interatividade, os músicos gravaram bases sonoras no computador que sofrerão alterações e complementações com os músicos ao vivo e aqueles com participações no telão. “A ideia é criar uma obra em progresso, com a possibilidade de outros artistas participarem futuramente”, informa Jonga, que assina a direção geral e divide a musical com o baixista Dinho Barral. Além dos quatro artistas fixos, participam do espetáculo Margareth Menezes, Saulo, Durval Lélis, Márcio Victor, Ricardo Chaves, Adelmo Casé, Magary Lord, Márcia Short, Carla Visi, Targino Gondim, Alexandre Leão, Tatau, Paulinho Andrade, Peu Meurray, Álvaro Assmar, Fábio Rocha, Pedrinho Fonseca, entre outros.

Jonga diz que a proposta não contempla a gravação de álbum ou DVD, mas que o objetivo é percorrer o Brasil, sempre em teatros pequenos. “No Rubi, por exemplo, há um serviço de bebida e comida que possibilita que as pessoas tenham um entretenimento diferenciado e muito agradável”, ressalta, destacando que a proposta de ter colocado uma temporada longa foi justamente possibilitar que as pessoas pudessem assistir o show num espaço de apenas 160 lugares.

Fá assumido do autor do cantor alagoano, Jonga faz questão de ressaltar a elegância e a inovação da obra de Djavan. “Ele tem um pé fincado nas suas raízes e uma cabeça antenada com o que se faz de melhor e mais moderno no mundo da música, e isso é maravilhoso”, acrescenta. “Comentamos sobre a proposta com o filho de Djavan, Max Vianna, que, por sua vez, falou com o pai, e ele ficou muito feliz com esse projeto”, finaliza Cunha.

Serviço

O quê: Dija – Um Musical Inusitado

Quando:14 e 21/9/17 – 05, 12, 19 e 26/10/17 – 02, 09, 16, 23 e 30/11/17 – 07 e 14/12/17 – 11,18 e 25/01/18 – 01/02/18

Horário: 20h30

Onde: Café-Teatro Rubi – Sheraton da Bahia Hotel

Quanto: Couvert artístico – R$ 80,00


Venda:

Bilheteria: Café Teatro Rubi – Sheraton da Bahia Hotel

Tel: (71) 3013-1011

segunda a sábado, das 14h às 19h (em dias de apresentação, até às 20h30)

Site: www.compreingressos.com

Call Center: (71) 2626-0032