Moradores fazem protesto por falta de ônibus em São Gonçalo do Retiro

salvador
23.08.2016, 08:06:00
Atualizado: 23.08.2016, 16:05:10

Moradores fazem protesto por falta de ônibus em São Gonçalo do Retiro

Coletivos pararam de circular no bairro na última sexta-feira por causa do clima de insegurança; trânsito está lento no local

Um grupo de moradores fechou a Rua Silveira Martins, no bairro do Cabula, no início da manhã desta terça-feira (23). O protesto foi em frente à entrada de São Gonçalo do Retiro, por causa da falta de ônibus no bairro. Desde a última sexta-feira (19), os coletivos não estavam circulando; rodoviários alegaram falta de segurança. A categoria foi orientada, pelo sindicato, a voltar a circular. Por volta das 10h, os ônibus já estavam passando pelo local

Moradores bloquearam a via com pneus. Uma viatura da 23ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Tancredo Neves) esteve no local. O trânsito ficou intenso na região do Cabula.

Em nota, a Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) informou que como o protesto foi justificado e se trata da segurança dos rodoviários, a multa não vai ser automática. Uma equipe da secretaria vai fazer a fiscalização para evitar excessos. 

Morte
Os ônibus deixaram de circular depois que um homem foi morto num suposto confronto com policiais militares da Rondesp no bairro. Eron Leão Cabral foi morto na noite de quinta-feira (18) durante incursão da polícia no combate ao tráfico de drogas, no bairro de São Gonçalo do Retiro.

De acordo com o posto policial do Hospital Geral Roberto Santos, para onde a vítima foi encaminhada, os policiais relataram que estavam passando pela área e se depararam com um grupo de indivíduos que atiraram contra a guarnição.