Oratório de Santo Antônio faz homenagem ao santo casamenteiro

Oratório de Santo Antônio faz homenagem ao santo casamenteiro

Oratório de Santo Antônio, na Igreja da Misericórdia, integrou programação do projeto Concerto nas Igrejas

A igreja da Misericórdia, no Centro Histórico de Salvador, recebeu, na manhã de ontem, os integrantes do Oratório de Santo Antônio para uma apresentação em homenagem ao santo que tem fama de casamenteiro. A homenagem fez parte do projeto Concerto nas Igrejas, que integra o Programa Pelourinho Dia e Noite, da Fundação Gregório de Matos (FGM). 

Homenagem fez parte do projeto Concerto nas Igrejas
(Foto: Arisson Marinho/CORREIO)

Durante o concerto, quatro solistas do coral contaram histórias sobre os milagres de Santo Antônio. As apresentações estão ocorrendo desde o dia 1° de junho. “Já tem 20 anos que participo, mas, dessa vez, nós lotamos a maioria das igrejas”, comentou a aposentada Zélia Valú, uma das integrantes do Oratório.

O oratório de Santo Antônio é regido pelo maestro Keiler Rêgo e se apresenta com um repertório composto de cantos tradicionais comuns à Trezena rezada para o santo anualmente, no mês de junho. Normalmente, cantos como “Divina Luz”, “Salve, Oh, Antônio” e “Glorioso” são entoados nas trezenas em igrejas e celebrações domésticas pelo Nordeste.

Devoto, Antônio Moacir, 63 anos, batizado em honra do santo, conta que já viajou por vários estados do Brasil por causa de Santo Antônio e “para rezar e participar dos concertos”, acrescentou.