Paul McCartney em Salvador: confira tudo que aconteceu no show

entretenimento
20.10.2017, 18:24:00
Atualizado: 21.10.2017, 13:01:44
Paul McCartney na Arena Fonte Nova (Foto: Arisson Marinho/ CORREIO)

Paul McCartney em Salvador: confira tudo que aconteceu no show

O CORREIO acompanha em tempo real o evento, na Arena Fonte Nova

Clássicos dos Beatles e da carreira solo do cantor foram acompanhados pelas 53 mil pessoas que estavam na Arena Fonte Nova. Confira em vídeos trechos da apresentação do ex-Beatle, que durou quase três horas:

BAIANA SOBE AO PALCO

Yasmin virou atração para o grande público que foi acompanhar o show do ex-Beatle Paul MCCartney. Em um show eletrizante, ele mostrou toda a sua simpatia com os fãs baianos e atendeu ao pedido da baiana que desde o início do show exibia um cartaz com a frase: "this girl from Brazil wants to dance with you" (essa garota do Brasil quer dançar com você).

A dupla, então, dançou junto durante a música Birthday. Antes de começar a tocar, Paul ainda dedicou a canção a todas as pessoas que faziam aniversário ontem.

COMEÇOU!!

Com um sucesso dos Beatles, Paul McCartney deu início ao show em Salvador às 21h45, quinze minutos depois do horário previsto para o início do show. A música escolhida foi A Hard Day's Night.  

A Hard  Day's  Night, All My Loving e I've Got a Feeling foram as primeiras músicas do show (Foto: Arisson Marinho/ CORREIO)

Foi com ela também que o músico abriu o espetáculo em Porto Alegre, São Paulo e Belo Horizonte - as três cidades brasileiras que receberam os shows além de Salvador.

Nada melhor que começar com uma canção marcante, que o ex-Beatle nunca havia cantado em carreira solo e só foi incluída nesta nova turnê, One on One.

CONFIRA GALERIA DE FOTOS DO SHOW EM SALVADOR

(Foto: Roberto Midlej/ CORREIO)

"E aí Salvador, beleza?",  "Finalmente em vim para a Bahia"  e "Valeu, gente!" foram as frases ditas em português pelo cantor.

BAIANÊS
Antes de cantar outro sucesso dos Beatles, And I Love Her, Paul finalmente falou as palavras em baianês tão aguardadas pelo público. "Vocês são massa!", disse ele, para em seguida dar uma reboladinha de costas e arrancar os gritos da plateia. 

Antes de dar início a Blackbird, Paul avisou, também em português, que cantaria uma música sobre Direitos Humanos. Nesse momento, o público ensaiou um Fora Temer. 

Segundo a equipe de Paul, ele tomou algumas aulinhas para incorporar o vocabulário baiano e interagir melhor com público, como tem feito em todos os outros shows no Brasil. Em Porto Alegre, ele soltou um "tribom", um "trilegal" e um "bá" . "Obrigado, gaúchos e gaúchas!", disse novamente em português. Em Belo Horizonte, apostou na mineiríssima interjeição "sô".


 

A chuva que começou a cair no estádio por volta das 20h cessou no início da apresentação, assim como aconteceu na capital gaúcha na sexta-feira passada, onde choveu por três dias seguidos, e  na histórica apresentação que fez no Maracanã, em 1990, quando uma chuva que persistia por dias esvaiu-se milagrosamente uma hora antes de ele entrar no palco.

SETLIST
Com duração de quase 3 horas, o show inclui sucessos dos Beatles e da carreira solo do Paul , além de contar com várias surpresas visuais e tecnológicas: dois telões de led com 19 metros de altura, que exibirão vídeos e flashs da apresentação, plataformas submersas que sobem e descem em determinadas músicas, explosões de chamas e fogos de artificio.

 (Foto: Wladmir Pinheiro/ CORREIO)

- Confira (e cheque) quais músicas Paul deve cantar daqui a pouco:

A hard day’s night (Beatles)
Junior’s farm (Wings)
Can’t buy me Love (Beatles)
Jet (Wings)
Got to get you into my life (Beatles)
Let me roll it (Wings)
I’ve got a feeling (Beatles)
My Valentine (Paul McCartney)
Nineteen hundred 
and eighty-five (Wings)
Maybe I’m amazed (Paul McCartney)
We can work it out (Beatles)
In spite of all the danger (Quarrymen)
You won’t see me (Beatles)
Love me do (Beatles)
And I love her (Beatles)
Blackbird (Beatles)
Here today (Paul McCartney)
Queenie eye (Paul McCartney)
New (Paul McCartney)
Lady Madonna (Beatles)
FourFiveSeconds (Paul McCartney, Rihanna, Kanye West)
Eleanor Rigby (Beatles)
I wanna be your man (Beatles)
Being for the benefit of Mr. Kite! (Beatles)
Something (Beatles)
A day in the life (Beatles)
Ob-la-di ob-la-da (Beatles)
Band on the run (Wings)
Back in the U.S.S.R (Beatles)
Let it be (Beatles)
Live and let die (Wings)
Hey Jude (Beatles)
Bis
Yesterday (Beatles)
Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band (Reprise) (Beatles)
Helter Skelter (Beatles)
Birthday (Beatles)
Golden slumbers (Beatles)
Carry that weight (Beatles)
The end (Beatles)

Being for the Benefit of Mr. Kite!: um dos momentos mais psicodélicos do show, com muitas imagens coloridas projetadas no telão (Foto: Roberto Midlej/ CORREIO)

Movimentação na Arena Fonte Nova às 21h10 (Foto: Roberto Midlej/ CORREIO)


ABERTURA DOS PORTÕES
A contagem regressiva para o show de Paul McCartney em Salvador está chegando ao fim! Os portões da Arena Fonte Nova, cuja abertura estava prevista para as 17h30, só foram abertos 40 minutos depois. Isso porque a passagem de som atrasou e terminou pouco depois das 17h40. 


Sou fã dos Beatles e ouvia desde criança, por conta de minhas tias. Tentei ver Paul McCartney antes, nos outros estados em que ele foi, mas nunca consegui, sempre tinha algum empacilho. Estou realizando um sonho!  Eu ouço todo dia! Na minha playlist tem centenas de músicas dele. Eu estava acompanhando o setlist e são 39 músicas em 3 horas de show. Só de pensar me arrepio! Muito emocionada!

Nadia de Jesus, 34 anos, professora

Público começa a entrar na Arena Fonte Nova, por volta das 18h50 (Foto: Wladmir Pinheiro/ CORREIO)

CHUVA

Apesar do dia de sol e calor intensos em Salvador,  a chuva começou a cair por volta das 20h na região da Arena Fonte Nova. Os fãs mais prevenidos se protegeram com capas plásticas, já que guarda-chuva é um dos itens proibidos no local.

(Foto: Wladmir Pinheiro/ CORREIO)

O casal de turistas Lilian Matos e Mario Avelino veio do Rio de Janeiro para conferir o show e garante que a chuva não será capaz de baixar as expectativas. "Assistir Paul McCartney, mesmo debaixo do toró, ta lindo, maravilhoso!", disse Mario, que vai conferir pela quarta vez o show do ex-Beatle. "Para mim é a primeira vez, então com chuva ou com sol vai ser ótimo", finalizou Lilian.

Casal de turistas do Rio de Janeiro comprou capa de chuva na frente da Arena (Foto: Wladmir Pinheiro/ CORREIO)

Em entrevista exclusiva com o CORREIO no início do mês, Paul McCartney relembrou a histórica apresentação que fez no Maracanã, em 1990, quando uma chuva que persistia por dias esvaiu-se milagrosamente uma hora antes de ele entrar no palco.

Na última sexta-feira (13), durante a estreia da turnê One on One, em Porto Alegre, Paul "acabou" com a chuva que caía na capital gaúcha havia dias seguidos. Os temporais eram tão intensos que já estava até circulando um meme que mostrava um submarino amarelo navegando pelas ruas de Porto Alegre, em referência a Yellow Submarine, uma das canções que imortalizaram os Beatles. Mas, exatamente como aconteceu no Rio de Janeiro em 1990, bastou Paul subir no palco do Estádio Beira-Rio para a chuva ir embora. 

ITENS PROIBIDOS
Além de guarda-chuva, também não são permitidos dentro da Arena Fonte Nova objetos de vidro, plástico ou metal e outras embalagens que possam provocar ferimentos. Além deles, a lista inclui capacetes de moto, máquinas fotográficas profissionais, hastes de selfie (o famoso “pau de selfie”), armas brancas ou de fogo e fogos de artifício. Os alimentos industrializados são permitidos, mas só na embalagem oficial e lacrada. Prefere levar fruta? Só pode cortadinha.

SE LOCALIZE

Com ingressos esgotados, setor Inferior Leste da Arena Fonte Nova já está bastante cheio  (Foto: Wladmir Pinheiro/ CORREIO)

Não sabe como chegar? Os principais portões de acesso serão o Sul (via Dique do Tororó), para quem tiver ingressos de pista premium e cadeiras nos setores oeste e leste inferiores, e o portão Norte (via ladeira da Fonte das Pedras), para acessar pista e cadeiras inferiores no setor Norte. O portão Leste dará acesso para as cadeiras do anel Leste intermediário e o portão Oeste vai servir para quem tem ingressos do Lounge Premium e Camarotes (confira o mapa de acesso). Veja tudo que você precisa saber sobre o show: como chegar, onde estacionar e o que não levar. 


PÚBLICO COMEMORA VINDA DE PAUL A SALVADOR

Em vim por saber que é um momento histórico, um Beatle, na Bahia, é uma coisa que é imperdível, que a gente nunca ia imaginar. Geralmente, pra ver esses shows, a gente tem que ir para o Rio ou para São Paulo. Então, prestigiar esse show é quase uma obrigação. Acho que ia me arrepender muito se não tivesse vindo e tenho certeza que vai ser maravilhoso. 

Leo Macedo, vocalista da banda Estakazero
 

O vocalista da Estakazero ainda arriscou responder qual música da banda soteropolitana poderia ser escolhida por Paul, no caso de uma regravação. "Agora você me pegou de surpresa, mas eu acho que Lua Minha...Ou talvez, pensando melhor, Nave, que tem uma melodia parecida. Música de Tenison Del Rey e Alexandre Peixe", apostou. E se a Estakazero fosse gravar algo do ex-Beatle? "Talvez Hey Jude desse para gravar em xote", arriscou.

(Foto: Roberto Midlej/ CORREIO)

Outro casal que está curtindo ao máximo a experiência em Salvador são os paulistas Marcio de Almeida Valle, 66 anos, e Maria Aparecida Thomazini, 62. Os dois conferiram a passagem de Paul McCartney em São Paulo, no último domingo (15), mas fizeram questão de vir à capital baiana e ficar hospedados no Sheraton, mesmo local onde Paul McCartney está. 

Os dois tiveram a sorte de encontrar o ex-Beatle nas dependências do hotel e chegaram a filmar o momento. Juntos, os dois já foram a cinco shows de Paul McCartney; ela chegou a viajar para Córdoba, na Argentina, para ver o ídolo. 


Eu não entendo o que ele fala e não conheço muito bem as músicas dele, mas eu olho para as pessoas e elas estão tão hipnotizadas. E é tão bonito ver isso.  Ninguém consegue ser rude, agressivo com o outro, porque é a história que está tocando dentro das pessoas

Lívia Silveira, 33 anos, dentista

Lívia veio de Itapetinga conferir o show acompanhando o marido, o também dentista Leandro Silveira, 34. "Eu vim por ele, porque isso sempre fez parte da vida dele. Você olhar para o lado e ver que a música fez parte de vários momentos da vida dele é uma emoção que não dá pra descrever", continou. 

TARDE DE ESPERA

(Foto: Arisson Marinho/ CORREIO)
(Foto: Arisson Marinho/ CORREIO)
(Foto: Arisson Marinho/ CORREIO)
(Foto: Arisson Marinho/ CORREIO)
(Foto: Arisson Marinho/ CORREIO)

PASSAGEM DE SOM
O advogado Thiago Dória, que já viu um show de Paul McCartney em Miami, dessa vez pôde acompanhar a passagem de som. "É completamente diferente do show, é um repertório com músicas mais antigas e com algumas do lado B dos Beatles. Foi cerca de 40 minutos, onde eles testaram todos os instrumentos. É como se fosse pocket show, que a gente assiste do House Mix, no meio do gramado", conta. Segundo o advogado, Paul conversou pouco. "Ele cumprimentou o pessoal, acenou...É mais passagem de som mesmo, conversa com os músicos, com pesoal da mesa de som". 

Paul McCartney durante passagem de som na Arena Fonte Nova, hoje à tarde (Foto: Thiago Dória)

A estudante de zootecnia Bianca Silveira também conferiu a passagem de som, mais cedo. Ela foi uma das vencedoras da promoção da Globo FM. "Soube da promoção, participei, mas não estava com expectativa nenhuma. E, do nada, a Globo FM me manda uma mensagem no Instagram dizendo que eu tinha ganhado. E eu: "Meu Deus, como é que vai ser isso. Mas vamos lá!". Cheguei aqui meio ansiosa, mas também sem acreditar. Quando ele entrou no palco eu vi que realmente estava acontecendo tudo aquilo. Ele tocou All My Love, que é uma das minhas músicas preferidas", contou. 

Grupo de fãs que acompanhou a passagem de som (Foto: Wladmir Pinheiro/ CORREIO)

Segundo ela, Paul "chegou dando bom dia, apesar de ser tarde"  e "agradeceu a todo mundo por estar lá". "Ele dá um aperto de mão em cada um e depois junta para tirar a foto. Só que todo mundo começou a dizer que amava ele e ele abraçou cada um", contou animada. Bianca conversou com Paul McCartney em inglês e pediu que mais tarde, durante o show, ele chamasse um casal de Recife no palco para abençoar a união dos dois. 

TRÂNSITO
Segundo a Transalvador, o trânsito nas imediações da Arena Fonte Nova está bastante lento. A situação, que começou ainda no início da tarde, por volta das 14h30, está mais intensa no início da noite, devido ao bloqueio do acesso ao Dique para quem trafega em Nazaré. Além da lentidão no Dique sentido Bonocô, devido ao retorno, a Avenida Joana Angélica também segue com trânsito bastante congestionado. De acordo com a Transalvador, a depender do fluxo, novos bloqueios poderão ser feitos a fim de melhorar o tráfego na região.

FILA PELA MANHÃ
A movimentação no entorno da Arena Fonte Nova começou cedo. Alguns fãs do ex-Beatle não aguentaram a ansiedade e foram ainda de manhã garantir um lugar na fila.  Ansiosos para a apresentação, eles chegaram lá por volta das 5h e fizeram até uma lista com a ordem de cada um. Além de soteropolitanos, o grupo era formado por turistas do Rio de Janeiro e Fortaleza.

Fila começou a se formar na madrugada desta sexta-feira (20)  (Foto: Marina Silva/ CORREIO)

O cearense Sávio Rebouças, 37 anos, veio a Salvador acompanhar pela sexta vez um show do ex-Beatle no Brasil. No último dia 15, Sávio conferiu o show  da turnê One on One, em São Paulo. "Ele costuma mudar pouca coisa, mas quem é fã não presta muita atenção se ele repete a mesma música o show todo porque quem é fã gosta de vê-lo em cima do palco. "Se ele fizer show daqui a 10 anos, eu vou ver o meu 20º, 30º, nunca cansa", comenta.