Personalidades revelam os seus desejos para 2018

entretenimento
01.01.2018, 10:36:52
Atualizado: 04.01.2018, 19:21:13
Márcia Castro, Ana Mametto, Rita Batista, Frank Menezes, Gerônimo, Fernando Guerreiro, Márcia Short, Lelo Filho, Tia Má, John Drops, Aila Menezes e João Perene (Reprodução)

Personalidades revelam os seus desejos para 2018

Amor, tolerância e respeito às diversidades lideram as aspirações para o novo ano.

Primeiro dia do ano sempre traz aquela esperança de que tudo será melhor. Renascer de sonhos engavetados, coragem para executar projetos antigos e desejos de mudança estão entre os principais objetivos desta nova fase.  

Para começarmos 2018 com o pé direito, o Sou Verão convidou 12 personalidades do mundo das artes para revelarem com exclusividade as suas vontades e expectativas neste novo ciclo. 

O resultado do que está por vir, você confere agora! 

Márcia Castro – Cantora e Violinista
Meu desejo é que em 2018 a gente consiga vibrar no coletivo, que nossas ações favoreçam indiscriminadamente a todos, sem juízos e preconceitos. A base de tudo deve ser o amor e a generosidade.

Gerônimo – Cantor e Compositor
Desejo que o nosso povo, ou melhor, que Salvador, seja iluminada pela boa escolha política para esse ano. Penso que será um ano difícil e talvez essa dificuldade seja uma  vertente do nosso equilíbrio para que se faça cumprir a lei sem impunidade. Em pleno século 21 permeia-se a Idade Média e isso tem de acabar.

Ana Mametto – Cantora
Desejo um ano mais justo, com mais tolerância nas questões religiosas, raciais, de gêneros e sociais. Enfim, desejo gentileza. Na minha carreira profissional, desejo continuar fazendo o que mais amo na vida, que é expressar minha arte cantando, dançando, atuando, difundindo a nossa cultura mundo afora.  Feliz Ano Novo!  Que a rainha dos raios e trovões nos traga bons ventos! Matamba! Salve suas forças Bela Oyá!

Rita Batista – Jornalista
Eu desejo que sejamos mais civilizados, que tenhamos muito mais sentimento público, que entendamos a construção cidadã da coletividade.

Fernando Guerreiro – Produtor, Diretor teatral e Presidente da Fundação Gregório de Matos
Gostaria que a cultura voltasse a ser prioridade e que a censura e a satanização da arte e dos artistas fique em 2017!

Frank Menezes - Ator
Desejo que 2018 seja um ano mais tolerante e respeitoso. Para Salvador e o Brasil desejo que consigamos diminuir a desigualdade social, e a chance está nas próximas eleições, onde o mais importante é eleger não só um Presidente decente, mas deputados federais que sejam justos e dignos. E para o mundo desejo que deixemos a globalização falhar!

Márcia Short – Cantora
Que nesse ano tenhamos mais amor uns com os outros, que o Machado de Xangô reja 2018 nos trazendo justiça entre os homens. Que os ventos de Yansã leve para longe toda energia negativa e que tenhamos paz, prosperidade e saúde! Asè Ó!

João Perene – Bailarino e Coreografo
Desejo que em 2018 a justiça prevaleça e que as coisas comecem a fazer sentido para entrar nos eixos de fato. Que o homem tenha consciência de que o mundo vive em constante transformação e que isso se chama evolução! Mas de que nada adianta se está evolução não afetar a forma de pensar e agir. Os paradigmas estão caindo por terra, logo, daqui para frente, tudo que esteja atrelado ao preconceito, discriminação, desigualdade, racismo e tantos outros fatores que não cabem mais neste milênio, passem a fazer parte apenas no nosso imaginário distante. Que neste novo ano tenhamos mais educação, cultura e arte em nossas vidas!

Maíra Azevedo (Tia Má) – Jornalista
Desejo que o metrô chegue na suburbana! Que a gente tenha melhores condições de serviços públicos, acesso à saúde, a educação de forma simples, porque isso não pode ser privilégio. Eu quero que tenhamos mais tolerância, tenhamos mais respeito e que consigamos de fato viver com as diversidades que existem, que a gente consiga olhar com empatia para a cara da outra pessoa, mesmo quando a gente tem vontade de... (risos!) Esses são meus desejos para 2018.

John Drops – Digital Influencer
Espero que 2018 traga mais trabalhos, mais pessoas maravilhosas, mais esperança, mais fé e mais gratidão. Mais amor também, né? Ah, saúde também! Espero realmente que 2018 traga transformações para a vidas das pessoas. Eu acredito que nada está perdido, muito menos nós. Espero um mundo mais de paz, tolerância e sabedoria.

Lelo Filho – Ator e Diretor da Cia. Baiana de Patifaria.
Meus principais desejos para 2018 são mais justiça no mundo e menos desigualdade. Menos abismos entre as pessoas e mais justiça. Mais especificamente para a nossa área, afinal, a arte é um filtro que nos salva. Desejo então que as pessoas entendam mais a arte como filtro de sobrevivência. A arte nos salva. Mais educação, mais civilidade, mais saúde, mais segurança. Não podemos esquecer que 2018 é um ano de eleição, então desejo que encontremos o caminho de diálogo e entendimento para esse momento. O futuro que queremos depende muito de quem escolhemos para governar o país. 

Aila Menezes – Cantora
Espero que em 2018 existam mais casas de shows em Salvador e mais atividades de incentivo à cultura, para que os artistas independentes possam ocupar mais espaços e, assim, possa contemplar a população ao consumo da arte. Espero que nesse ano de 2018 possamos realmente eleger governantes que nos representem, que a política consiga dar uma estabilizada e que a gente tenha aprendido com tudo o que aconteceu economicamente no país. Especialmente para todos nós, eu desejo muito amor, paz e tolerância. Precisamos de mais respeito ao próximo, independente da cor, orientação sexual, gênero, religião e amor. Muito amor. 

Sobre o Sou Verão

Música e diversão são oferecidos pelo Sou Verão - projeto do Correio realizado com apoio institucional da Prefeitura Municipal de Salvador e apoio do Sabin, Vitalmed e O Boticário. 

Nos dias 6 e 20 de janeiro, na Ribeira, e nos dias 13 e 27, no Farol da Barra, das 8h às 12h, o público pode se divertir com patins e longboard, com suporte de instrutores que atendem de forma gratuita, a partir de inscrições feitas no local. 

Quando o assunto é música, a programação em janeiro continua dia 6, com DJ Pureza e Pedro Pondé, dia 13, com Larissa Luz e Ministereo Público, e dia 20, com DJ Raiz e Àttooxxá. Os shows gratuitos acontecem no Largo da Mariquita – Rio Vermelho, sempre precedidos do aulão do FitDance, no mesmo local, a partir das 17h.