Empregos

Especialista dá dicas para quem quer se dar bem nas provas do concurso da Embasa

Anunciado na semana passada, o concurso para 600 vagas na Embasa tem salários que variam de R$ 1,1 mil a R$ 6,8 mil

Priscila Natividade (priscila.oliveira@redebahia.com.br)
Atualizado em 22/03/2017 12:02:51

Anunciado na semana passada, o concurso para 600 vagas na Embasa tem tudo para ser um dos mais disputados do ano. Os salários variam de R$ 1.122,84 a R$ 6.793,31 e as oportunidades são para Salvador, Região Metropolitana e cidades do interior.  A pedido do CORREIO, o professor Alan Vinicius Dantas, que ensina Legislação e Administração Pública na Acerte Concursos, analisou o edital para elaborar um plano de estudos e dar dicas para quem quer sair na frente dos concorrentes.

De acordo com ele, apesar de contemplar três áreas, a oportunidade vai ser maior para os candidatos que irão concorrer a vagas para ensino médio, sobretudo para o cargo de agente administrativo. “A oportunidade é grande pelo número de vagas, visto que é possível conseguir se classificar na ampla concorrência até a posição 500, o que acaba aumentando as chances de quem optar por esse cargo”, justifica o professor.

Com relação à prova, o concurseiro deve apostar nos estudos das disciplinas específicas, que chegam a representar 50% das questões, como explica, ainda, Alan Vinícius. “Tanto para as provas de nível médio quanto para as de nível superior, é importante saber que existe uma subdivisão das questões em três tipos com pesos diferentes. A quantidade de questões da prova específica é maior. São 40 delas, com peso 1,5; conhecimentos básicos somam 30 questões de peso 1; a redação, que se refere à prova discursiva, tem peso de 30 pontos, o que acaba sendo também extremamente importante para alcançar um bom desempenho”, explica.

(Imagem: CORREIO)

Administração

O professor também chama atenção para as questões de Legislação, tema que mais tem pegado no pé dos concurseiros. “É um dos pontos principais de dificuldades, assim como a redação”. Seu conselho é montar um bom esquema de estudos e buscar ajuda para sanar as dúvidas. Ele observa que os conhecimentos na área de Administração serão muito cobrados. “Vai cair um volume enorme de Administração. As disciplinas que o candidato tem mais dificuldade precisam de um tempo maior na carga de estudo, sem, no entanto, perder de vista os outros conteúdos principalmente Português e Matemática – que costumam funcionar como grandes critérios de desempate”, diz.

Outra dica do professor: “Recomendo que os candidatos estudem o edital com atenção para que entendam melhor o processo seletivo e direcionem os estudos ao que de fato a prova vai exigir”. Na pilha de provas com questões para serem resolvidas vale não deixar de fora a última prova do concurso da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba). “É uma prova feita pela mesma organizadora do concurso da Embasa”. 

Por fim, Alan Vinícius orienta aos que vão disputar uma vaga de agente operacional  para  não esquecer a preparação para o teste de aptidão física.  “Muita gente acaba esquecendo, mas é necessário destinar um tempo para isso. Não dá para abandonar essa parte achando que vai dar conta”.

 

 

publicidade

Salvador

Trânsito em Salvador
-- ºC
-- ºC

    Tábua de Marés

  • Alta05h45
  • Baixa11h54
  • Alta18h17

Assine o Correio 71 3533-3030

Fale com a Redação 71 3535-0330
Classificados Acheaqui71 3535-3035
Publicidade
71 3203-1812
Rua Aristides Novis, 123, Federação.
CEP: 40210-630 - Salvador, Bahia, Brasil.