Economia

Tira-dúvidas: Qual o melhor fundo de investimento nesse momento de crise?

Mande suas perguntas para esta coluna carteiracorreio@redebahia.com.br

Edisio Freire (carteiracorreio@redebahia.com.br))
Atualizado em 20/06/2016 08:02:28

Qual o melhor fundo de investimento nesse momento de crise? Thaiana Castro

Olá, Thaiana. Existem vários tipos de fundos de investimento, contudo, considerando o momento de incertezas em relação à economia, não só pela crise local, mas também pelos acontecimentos no mercado internacional, os fundos de renda fixa são mais conservadores e oferecem menos riscos ao investidor.

Recomendo que verifique opções no Tesouro Direto prefixado ou as Letras de Crédito, por serem opções com boa rentabilidade e total segurança. Se você tiver propensão a investimentos mais arriscados, recomendo que procure um especialista e analise opções de renda variável para investimentos em fundos de ações. Espero ter ajudado e bons investimentos.

Quando o trabalhador pode dar entrada no seguro-desemprego e qual o procedimento? Emaisa Lima

Olá, Emaisa. O trabalhador pode dar entrada no seguro-desemprego a partir do encerramento do seu contrato de trabalho, desde que cumpra os requisitos. Com a nova regra, tem direito ao seguro desemprego, para a primeira solicitação, o trabalhador que tenha trabalhado 12 meses nos últimos 18, para a segunda, 9 meses trabalhados nos últimos 12, e a partir da terceira, os últimos 6 meses.

A quantidade de parcelas a receber pode variar de 3 a 5 meses, dependendo do tempo de serviço. Vale lembrar que para receber o benefício o trabalhador não pode ter nenhum outro tipo de vínculo, inclusive inscrição em CNPJ.

Para obter o benefício basta se dirigir a um posto de atendimento da Previdência, munido dos documentos pessoais, requerimento, Cartão do PIS/PASEP, CTPS, Termo de Rescisão, últimos três contracheques e documento que comprove os depósitos do FGTS. Espero ter ajudado.

Me inscrevi como MEI mas nunca paguei nada e nem declarei. O que essa ausência pode trazer de consequência negativa e como posso dar baixa na inscrição? Catherine Avilés

Olá, Catherine. A inscrição como Microempreendedor Individual é uma excelente opção para que trabalhadores autônomos possam se formalizar e atuar com mais segurança no mercado. Para isso, você paga um valor fixo mensal que varia de R$ 45,00 a R$ 50,00 dependendo do segmento.

Uma vez feita a inscrição, está obrigada a pagar o imposto todo mês, mesmo que não emita nota fiscal. Se desistiu do MEI, terá que dar baixa na inscrição para deixar de ter a obrigação e um dos caminhos é por meio do site Portal do Empreendedor – MEI.

Em relação à declaração no imposto de renda pessoa física, você só estará obrigada a declarar se a soma de suas rendas, inclusive a do MEI, ultrapassar os limites de isenção. Espero ter ajudado e até à próxima.

publicidade

Salvador

Trânsito em Salvador
-- ºC
-- ºC

    Tábua de Marés

  • Alta06h15
  • Baixa12h26
  • Alta18h49

Assine o Correio 71 3533-3030

Fale com a Redação 71 3535-0330
Classificados Acheaqui71 3535-3035
Publicidade
71 3203-1812
Rua Aristides Novis, 123, Federação.
CEP: 40210-630 - Salvador, Bahia, Brasil.