TV

BBB17: Marcos é expulso por agressão a Emilly

Após pressão das redes sociais e visita da polícia, médico foi eliminado

Carol Neves (caroline.neves@redebahia.com.br)
Atualizado em 11/04/2017 02:08:58

(Foto: Divulgação)

O médico Marcos Harter, 37 anos, foi expulso nesta segunda-feira (10) do Big Brother Brasil 17 após cenas de comportamento agressivo contra Emilly Araújo, sua namorada, na casa. Depois de dois dias de intensa campanha nas redes sociais, Marcos foi retirado da casa após a polícia do Rio de Janeiro ir até o estúdio hoje em busca das imagens da briga do casal. Um inquérito policial foi instaurado para apurar o caso. Marcos está em um hotel e ficará por lá sem contato com ninguém, por enquanto. A família dele foi avisada.

Leia também:
Opinião: BBB é conivente ao não punir violência de Marcos

Segundo o apresentador Tiago Leifert, houve uma "nova conversa profunda com a Emilly, inclusive com exame médico" e a Globo consultou "advogados, especialistas, psicólogos". "A gente recebeu a delegada titular da Delegacia Especial de Atendimento a Mulher que nos solicitou as imagens de discussões entre Marcos e Emilly. A delegada instaurou um inquérito para apurar uma possível agressão física. Com base nesse inquérito, tivemos uma nova conversa profunda com a Emilly, inclusive com exame médico. Desde o primeiro momento, desde que tudo aconteceu, a Globo agiu firmemente, incansavelmente, a gente envolveu advogados, especialistas, psicólogos, conversamos muito para tomar a decisão correta, decisão justa", afirmou o apresentador.

Ele então conversou com Emilly, Ieda e Vivian. "Hoje a Delegacia da Mulher esteve aqui com a gente. E eles concluíram que há indícios de agressão naquela última festa. Principalmente na parte da madrugada, momento que a Emilly fica encurralada debaixo da escada e no que aconteceu no gramado. Por isso, a gente decidiu tirar o Marcos do programa. O Marcos foi eliminado", disse o apresentador.

Ao ser informada da eliminação, Emilly chorou e ficou bastante abalada. "Só queria dizer para você que nesses casos a nossa casa está inserida em um contexto maior, que é o contexto da lei. E a gente ficou aguardando um parecer técnico. Nesses casos quando há por exemplo abuso psicológico, a vítima precisa ir ao confessionário ou a uma delegacia e reclamar. Nas imagens que a gente viu, não há necessidade de você nos procurar pra reclamar. A delegada apenas de olhar as imagens pode pedir para investigar o que aconteceu. É isso que ela está fazendo, é isso que ela vai continuar fazendo", continuou o apresentador. E deu sua opinião pessoal: "Eu acho que o Marcos tinha perdido a capacidade de competir aí dentro, de se divertir com o programa", disse. "Você não tem culpa de nada", afirmou para Emilly.

Depois que cenas de Ieda e Vivian consolando Emilly foram exibidas, Leifert afirmou que era importante ao telespectador assistir isso e discutir o assunto com a família. Depois, anunciou para as participantes: "Vocês são finalistas já do programa. A gente vai abrir votação já amanhã. É muito oportuno ter três mulheres incríveis na final".

Emilly ficou abalada com eliminação (Foto: Reprodução)

Pouco antes do começo do programa de hoje, Marcos foi chamado para o confessionário e não voltou mais. Ele e Emilly já haviam sido chamados anteriormente, de maneira separada, voltando depois para a casa. 

Este é o terceiro participante expulso na história do reality no Brasil. No BBB12, o brother Daniel Echaniz foi retirado da casa após acusação de abusar sexualmente de uma participante desacordada depoirs de uma festa. Já no BBB16, no ano passado, Ana Paula Renault foi expulsa por dar dois tapas em um rival. Nas duas ocasiões, houve pressão das redes sociais e no caso de Daniel também houve uma visita da polícia. 

Marcos e Emilly começaram um relacionamento na casa depois de muita insistência do médico. O namoro sempre teve muitas brigas e o médico sempre teve um jeito autoritário com a jovem. Na reta final do confinamento, o comportamento dele se exacerbou. Ele brigou com todas participantes restantes, muitas vezes com intimidação física.

Marcos demonstrava sinais de descontrole na reta final do BBB (Foto: Divulgação)

Família
A família de Marcos chegou a divulgar uma nota no final da tarde de hoje afirmando que ele é não é "esse ser humano agressivo" e que o "desvio de comportamento" que tem apresentado é consequência do estresse de estar confinado. Leia:

"O Marcos que vocês estão assistindo não é esse ser humano agressivo. Temos certeza que esse desvio de comportamento é consequência do estresse causado pelo confinamento. Dr. Marcos, como é conhecido, sempre foi um ser humano dócil, amável e querido por todos, tanto por seus familiares como amigos e pessoas que lida diariamente. Esse relacionamento com a Emilly, não é o tipo de relação amorosa que ele costuma ter, e acreditamos que o que vem acontecendo dentro da casa entre os dois, é responsabilidade de ambos e não apenas do Marcos".

Já a família de Emilly lamentou o comportamento do médico. Antes do programa de hoje, o pai dela afirmou temer que Marcos agredisse a filha. "Ele está errado. Quero sentar com os dois e conversar. Não posso aprovar (o namoro). Daqui a pouco, o cara surta e bate na minha filha", disse Volnei Araújo à revista Marie Claire. "Estou sofrendo. Emagreci 6 quilos, não durmo, fico preocupado assistindo a tudo. Estou muito nervoso", afirmou.

Irmã gêmea de Emilly, Mayla contou sua experiência. "Quando vi o que o Marcos fez, meu coração ficou apertado e meu corpo todo tremeu. Fiquei em choque. Se eu estivesse por perto, não teria deixado isso acontecer", garante. 

Relação dos dois começou após insistência do médico (Foto: Divulgação)

Agressão
Na madrugada de domingo (9), Marcos se descontrolou durante briga com Emilly. Ele encurralou a gaúcha em um canto da sala, a agarrou com força pelos braços, colocou dedo na cara e gritou. Já do lado de fora da casa, ele a abraçou com força e quando ela tentou fugir do contato deitou por cima dela e bateu a cabeça da jovem no gramado. 

O desentendimento aconteceu após o médico dizer que queria que a final fosse ele, Emilly e Vivian. A gaúcha então perguntou quem ele queria que ganhasse o reality. Marcos respondeu que a decisão era do público. Ela não gostou, já que em outras ocasiões o namorado afirmou que queria que ela ganhasse.

"Isso é ridículo, Marcos. Pra mim você falou várias vezes que queria que eu ganhasse e a Vivian ficasse em segundo. Mas daí na frente dela tu fala que prefere que o público decida? Na cara da Vivian você não diz, né? E eu tenho que ficar vendo você babando nessa mulher na minha frente. Transbordou o meu balde. Chega. Não quero você perto de mim", reclamou Emilly. Marcos inicialmente tentou minimizar, mas Emilly recusou um abraço e saiu de perto do médico.

Ele foi atrás e a briga começou. "Espera. Então você só está comigo porque eu quero que tu ganhe? Presta atenção, Emilly, você tem que ficar comigo independente de quem eu quero que ganhe", disse ele, falando bastante próximo da jovem. 

Médico foi afastado do BBB por agressão (Foto: Reprodução)

Polícia e "Jornal Nacional"
Nesta segunda-feira (10), o "Jornal Nacional" noticiou o caso do comportamento agressivo de Marcos e a ida da polícia para a casa do BBB. Renata Vasconcellos informou que a delegada Marcia Noeli Barreto, chefe da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher de Jacarepaguá, esteve na casa conversando com a sister e disse que ela pode pedir o “afastamento de Marcos se ela quiser”.

"A delegada concordou com as seguintes medidas: submeter Emilly a um exame clínico por um médico da Globo para availiar a possibilidade de lesão corporal e chamá-la novamente ao confessionário, a fim de que fiquem claros seus direitos garantidos pela lei Maria da Penha, inclusive o de ficar distânte de Marcos se assim o desejar. A partir dos resultados, a Globo anunciará o que fará na edição de hoje do programa", afirmou.

William Bonner deu declaração com posicionamento da Globo.  "Mais uma vez a Globo reafirma seu repudio a toda e qualquer forma de violência tendo evindenciado em todas as suas atitudes. Conforme esclarecemos no ar na edição do BBB discussões como aconteceram ontem entre Marcos e Emily na madrugada de domingo podem levar às agressões físicas, o que não é admissível nem dentro nem no programa nem fora dele", afirmou. "Pelas regras do BBB, inclusive, agressões físicas são punidas com expulsões imediatas. Por isso, a direção do programa chamou Marcos e Emilly separadamente ao confessionário, no domingo. Marcos foi repreendido e alertado sobre seu comportamento. A Emilly foi reforçado todo apoia. Na ocasião, ela não denunciou nenhuma agressão física", sinalizou.

Mais cedo, Márcia Noeli Barreto, diretora da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher, contou ao Ego que a polícia encontrou Emilly com machucados no braço, que comprovaram a agressão física. "Conversei com a Dra Viviane, delegada da Deam de Jacarepaguá, e vimos os vídeos novamente. Notamos que ela reclama dos braços machucados, e que realmente ela está com eles machucados, por conta dos apertos do Marcos. Aí, neste caso de violência física, não depende mais da vítima. Pedi para a Dra. Viviane instaurar inquérito e ela instaurou. Estamos verificando a verdade disso tudo. A Dra. Viviane está nos Estúdios Globo nesta tarde de segunda-feira, 10, para pegar depoimentos da Emilly e do Marcos. Com estes depoimentos vamos fazer um laudo", afirmou. Ela disse ainda que com a violência comprovada, a polícia faria uma medida protetiva de afastamento de Marcos. "Vamos encaminhar as provas para juiz e a pena pode ser de 1 a 3 anos de prisão. Mesmo que a Emilly se recuse a dar queixa, podemos dar sequência ao inquérito, porque teremos provas. Não recebemos nenhuma denúncia ou pedido de fãs da Emilly para tomar essa iniciativa. Mas é claro que verificamos o que estão falando nas redes sociais e levando tudo em consideração".

Ex-BBB questiona
A ex-BBB Monique Amin, participante da 12ª edição, desabafou nas redes sociais comparando o tratamento dado pela Globo ao caso de hoje com o que aconteceu na sua época. No BBB 12, Daniel foi expulso acusado de estuprar Monique quando ela estava desacordada, após a primeira festa da casa. 

"Por que eu também não tive esse tratamento? Essa explicação perante a casa! Por que também não deixaram claro que não era necessário eu prestar queixa? Por que deixaram parecer que eu que pedi pro cara sair? Por que não esclareceram que as forças aqui de fora que tiraram ele? Por que não lidaram da mesma forma. Queria ter sido assim, caso esclarecido perante a casa, ao vivo. Livrando minha culpa, de não ter me feito de louca e ter pedido para ele sair! A decisão foi da cúpula, das autoridades. Tive que aguentar sozinha, 3 meses lá dentro. A casa sem entender nada!E aqui fora pessoas me julgando! Muitos ficaram contra mim aqui fora, achando que eu tive a decisão de tirá-lo ou não! Isso não cabia a mim.. Mas... me largaram e já era!", escreveu ela, que depois retuitou mensagens de apoio de seguidores. 

Imagens mostraram comportamento agressivo de Marcos:


publicidade

Salvador

Trânsito em Salvador
-- ºC
-- ºC

    Tábua de Marés

  • Alta01h49
  • Baixa07h54
  • Alta14h04
  • Baixa20h17

Assine o Correio 71 3533-3030

Fale com a Redação 71 3535-0330
Classificados Acheaqui71 3535-3035
Publicidade
71 3203-1812
Rua Aristides Novis, 123, Federação.
CEP: 40210-630 - Salvador, Bahia, Brasil.