E.C. Vitória

Contratação de Patric é esperança para resolver problema antigo do Vitória

Desde o ano passado rubro-negro sofre para encontrar um titular para a lateral direita

Fernanda Varela (fernanda.varela@redebahia.com.br)

Desde o ano passado, treinadores quebram a cabeça e torcedores torcem o nariz quando o assunto é a lateral direita do Vitória. Seja no comando de Vagner Mancini ou de Argel Fucks, foram muitas mudanças. Ao todo, cinco jogadores tentaram suprir a carência em 2016: os laterais de ofício Maicon Silva, Diogo Mateus e Norberto, além dos improvisados Diego Renan e José Welison. Este ano, quatro jogadores já foram testados na posição: Leandro Salino, Cedric, além dos remanescentes Norberto e José Welison.

  • Maicon Silva foi aposta que deu errado em 2016 (Francisco Galvão/EC Vitória )
  • Diego Renan quebrou galhos na direita no ano passado (Arisson Marinho/CORREIO )
  • Diogo Mateus foi repatriado, mas não correspondeu (Francisco Galvão/EC Vitória )
  • Norberto jogou em apenas 10 partidas no ano passado (Maurícia da Matta/EC Vitória )
  • Salino foi contratado este ano para suprir carência, mas ainda não correspondeu (Maurícia da Matta/EC Vitória )
  • José Welison é improvisado na direita desde o ano passado (Maurícia da Matta/EC Vitória )
  • Cedric estreou como titular este ano (Moysés Suzart/EC Vitória )
  • Patric atua como lateral e como meia; ano passado defendeu o Atlético-MG (Atlético Mineiro/Divulgação)
  • Maicon Silva foi aposta que deu errado em 2016 (Francisco Galvão/EC Vitória ) Maicon Silva foi aposta que deu errado em 2016 (Francisco Galvão/EC Vitória )
  • Diego Renan quebrou galhos na direita no ano passado (Arisson Marinho/CORREIO ) Diego Renan quebrou galhos na direita no ano passado (Arisson Marinho/CORREIO )
  • Diogo Mateus foi repatriado, mas não correspondeu (Francisco Galvão/EC Vitória ) Diogo Mateus foi repatriado, mas não correspondeu (Francisco Galvão/EC Vitória )
  • Norberto jogou em apenas 10 partidas no ano passado (Maurícia da Matta/EC Vitória ) Norberto jogou em apenas 10 partidas no ano passado (Maurícia da Matta/EC Vitória )
  • Salino foi contratado este ano para suprir carência, mas ainda não correspondeu (Maurícia da Matta/EC Vitória ) Salino foi contratado este ano para suprir carência, mas ainda não correspondeu (Maurícia da Matta/EC Vitória )
  • José Welison é improvisado na direita desde o ano passado (Maurícia da Matta/EC Vitória ) José Welison é improvisado na direita desde o ano passado (Maurícia da Matta/EC Vitória )
  • Cedric estreou como titular este ano (Moysés Suzart/EC Vitória ) Cedric estreou como titular este ano (Moysés Suzart/EC Vitória )
  • Patric atua como lateral e como meia; ano passado defendeu o Atlético-MG (Atlético Mineiro/Divulgação) Patric atua como lateral e como meia; ano passado defendeu o Atlético-MG (Atlético Mineiro/Divulgação)

Lá atrás, no começo do ano passado, o rubro-negro optou por não renovar com Diogo Mateus, que havia se destacado em 2015, e anunciou a contratação de Maicon Silva, com aval dos ídolos Petkovic e Roberto Cavalo, que o conheciam do Criciúma. Sem conseguir boas apresentações, ele foi para o banco de reservas. Como Norberto ainda se recuperava de lesão no joelho e não estava à disposição, restou a Mancini testar José Welison na posição. O jogador, que é volante de ofício, alternou no time titular com Diego Renan, que foi deslocado da ala esquerda para dar um suporte na direita. A situação foi levada até agosto, mês seguinte à rescisão com Maicon Silva, quando o Leão decidiu recontratar Diogo Mateus.

De volta à Toca, o lateral não conseguiu repetir as boas atuações de 2015 e dividiu espaço no time titular com os improvisados. Já com Norberto à disposição, o rubro-negro fez um rodízio entre todas as possibilidades. 

Para não reviver o pesadelo neste ano, a nova diretoria do Vitória trouxe Leandro Salino, cujo último clube foi o Olympiacos, da Grécia. Além disso, passou a contar efetivamente com Cedric, jovem de 19 anos que foi promovido da base.

A aposta inicial de Fucks foi alternar Norberto e Salino, mas o primeiro torceu o tornozelo, o segundo errou tudo que podia na derrota para o Botafogo-PB (4x2) e Cedric entrou. Na última quinta-feira (16), o rubro-negro contratou Patric, do Atlético-MG, para tentar solucionar o antigo problema da posição. 

Patric ainda não estreará no próximo jogo do rubro-negro, domingo (19), às 17h, contra o Bahia de Feira, no Joia da Princesa. Argel Fucks estuda se colocará Norberto, recuperado de lesão, ou Cedric. Dificilmente a vaga irá para Leandro Salino.

 

publicidade

Salvador

Trânsito em Salvador
-- ºC
-- ºC

    Tábua de Marés

  • Alta04h32
  • Baixa10h28
  • Alta16h43
  • Baixa22h51

Assine o Correio 71 3533-3030

Fale com a Redação 71 3535-0330
Classificados Acheaqui71 3535-3035
Publicidade
71 3203-1812
Rua Aristides Novis, 123, Federação.
CEP: 40210-630 - Salvador, Bahia, Brasil.