⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

O projeto 1000 Vidas inaugurou o jornalismo de dados no CORREIO, em 2011. O trabalho recebeu diversos prêmios nacionas e internacionais.

Anualmente, o jornal faz uma série de reportagens quando o número de crimes violentos letais intencionais (CVLIs) em Salvador e Região Metropolitana (RMS) alcança o número 1.000.

Esta ferramenta foi desenvolvida em parceria com a Escola de Dados e usa dados coletados desde janeiro de 2011, no boletim diário que a Secretaria de Segurança Pública (SSP) publica em seu site.

Basta digitar o nome do bairro ou cidade da Região Metropolitana e ela mostrará informações de todos os homicídios registrados nessa localidade desde 2011.  



Dados abertos

Embora, durante anos, toda a base tenha sempre estado disponível para qualquer cidadão no link indicado, desde 2018 a SSP vem retirando antigos registros, deixando apenas os de meses mais recentes..O CORREIO, então, decidiu publicar na íntegra todos os dados coletados nessa base desde janeiro de 2011.


Clique qui para baixar todos os dados de homicídios desde 2011 (em formato CSV, atualizados até 29/02/2020).

A SSP-BA, ligada ao governo do estado, foi questionada a respeito da retirada dos dados do ar e, em nota, explicou que “o link Boletim não serve como estatística, como já foi esclarecido, em diversos momentos, para a imprensa”. O argumento tem sido de que os dados publicados ali ainda não são consolidados.

A pasta segue explicando que “divulga, através da sua Ascom, balanços periódicos de crimes contra a vida e que, no site da instituição, após consolidados, os dados ficam expostos”.

Os dados a que a SSP se refere, no entanto, não são detalhados como os boletins diários. Eles têm periodicidade mensal, por vezes demoram meses a ser atualizados, e contém apenas números agregados, por Área Integrada de Segurança Pública (AISP).