3,5 milhões de alunos reprovaram ou abandonaram estudos no Brasil, diz pesquisa

educamais
05.11.2019, 15:28:00
Atualizado: 05.11.2019, 15:30:02

3,5 milhões de alunos reprovaram ou abandonaram estudos no Brasil, diz pesquisa

Dados foram reunidos em uma pesquisa da Unicef

O Correio oferece acesso livre a todas as notícias relacionadas ao coronavírus. Entendemos que informação séria e confiável é importante nesse momento. Colabore para que isso continue. Assine o Correio.


Um dos grandes planos do Brasil para o futuro é melhorar os seus níveis de educação. Apesar dos esforços empregados, ainda é alto o número de estudantes reprovados ou que abandonaram os estudos: cerca de 3,5 milhões. Os dados são de uma pesquisa da Unicef e do Instituto Claro referente ao ano de 2018. O levantamento se baseou nas informações do Censo Escolar 2018, do Ministério da Educação. 

Foram registradas 48,5 milhões de matrículas na Educação Básica em 2018, distribuídas entre a educação infantil, ensino fundamental e médio. Desse total, 2,6 milhões de alunos foram reprovados, sendo 1,2 milhão pretos e pardos. Outro fator que chama atenção é a diferença entre idade-série. Isso porque 1 em cada 5 estudantes de escolas públicas tem dois ou mais anos de atraso escolar.

O atraso escolar é ainda mais presente na população indígena, com 41% dos seus alunos matriculados enfrentando a situação. O abandono da escola também chegou a números alarmantes. Ao menos 15 mil crianças e estudantes indígenas abandonaram os estudos. Situação semelhante é verificada nos alunos com deficiência. São mais de 383 mil estudantes com atraso nos estudos, cerca de 48,9% dos matriculados.

Ainda segundo o levantamento, o ensino médio é a etapa com o maior número de discentes que desistiram da escola. São mais de 460 mil alunos em situação de abandono escolar, o que representa 7% do total de matrículas nesse nível.

***

O CORREIO entende a preocupação diante da pandemia do novo coronavírus e que a necessidade de informação profissional nesse momento é vital para ajudar a população. Por isso, desde o dia 16 de março, decidimos abrir o conteúdo das reportagens relacionadas à pandemia também para não assinantes. O CORREIO está fazendo um serviço de excelência para te manter a par de todos os últimos acontecimentos com notícias bem apuradas da Bahia, Brasil e Mundo. Colabore para que isso continue sendo feito da melhor forma possível. Assine o jornal.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/coronavirus-veja-quais-as-areas-do-carro-que-precisam-de-maior-cuidado/
Jornalista automotivo fala sobre limpeza e como manter o veículo guardado durante a quarentena
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/surto-de-lives-na-quarentena-transmissoes-ao-vivo-se-tornaram-comuns-e-ate-memes/
Confira também uma lista de perfis para acompanhar os 'ao vivo'
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/autor-de-video-compartilhado-por-bolsonaro-pode-pegar-6-meses-de-prisao/
Gravação trazia informações falsas sobre desabastecimento de alimentos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/abner-pinheiro-publica-foto-com-bebe-nunca-vou-desistir-de-voce/
Briga após influencer baiano descobrir que não é o pai de sangue de bebê foi o assunto mais comentado nas redes sociais
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/apos-polemica-com-teste-de-dna-e-traicoes-sthe-vai-processar-abner/
Briga após influencer baiano descobrir que não é o pai de sangue de bebê foi o assunto mais comentado nas redes sociais
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/em-live-com-miley-cyrus-anitta-e-chamada-de-icone-pop-brasileiro/
Cantoras conversaram via Instagram e dançaram Rave de Favela
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/ajustes-deixaram-a-ranger-mais-competitiva/
Em vídeo, Antônio Meira Jr., explica o que mudou na picape da Ford
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/apos-teste-de-dna-e-traicoes-abner-e-sthe-ganham-mais-de-16-mi-de-seguidores/
Treta após baiano descobrir que não é o pai de sangue de bebê foi o assunto mais comentado do mundo nas redes sociais
Ler Mais