365 dias por uma Salvador com mais saúde

artigo
09.07.2020, 05:00:00

365 dias por uma Salvador com mais saúde


Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

No dia 9 de julho de 2019, ocupei pela primeira vez a cadeira de secretário de saúde de Salvador, e ali tomei a frente de um dos maiores desafios da minha vida: cuidar do bem estar da nossa população. Hoje, ao completar um ano no cargo, vejo em cada conquista junto à equipe da SMS, o quanto a dedicação e trabalho em conjunto por um bem maior pode mudar para melhor, as vidas de milhões de pessoas.


Uma das maiores provas do quanto avançamos neste período foi a ampliação da atenção básica de saúde. Em um ano entregamos 25 unidades, sendo 16 novas e as outras 9 ampliadas. Assim elevamos a cobertura de atenção básica à marca histórica de 54%, com a implantação de 48 novas equipes. Hoje temos o maior indicador alcançado na área de saúde primária da história da nossa cidade.


Neste ciclo articulamos a maior mobilização registrada em Salvador para enfrentamento do Aedes aegypti, com ações diárias, inclusive aos finais de semana e feriados, envolvendo 2 mil agentes de combate às endemias. Intensificamos a abertura de imóveis não habitados com auxílio de chaveiro e da Guarda Municipal, além de implantarmos o “fumacê”, em parceria com a LIMPURB para reduzir a infestação de muriçoca e do Aedes.
Porém nenhum desafio tem sido tão grande quando o combate ao novo coronavírus, guerra que temos travado com todo empenho. Desde o início da pandemia montamos três hospitais de Campanha (221 leitos somente nesses espaços sendo 117 UTI e 104 clínicos) e mais de 1.400 profissionais. Entregaremos outros 100 leitos nos próximos dias na segunda etapa do Hospital do Wet’n Wild.


Disponibilizamos um total de 151 leitos, sendo parte deles contratados da rede privada para acolhimento SUS de pacientes covid-19 em quatro hospitais, além da implantarmos leitos do coronavírus no Hospital Municipal. Nosso objetivo é contar com 235 leitos até o final do mês, fortalecendo o sistema municipal. Entregamos o Gripário da UPA Barris com 24 leitos e 112 profissionais de saúde. Outros cinco serão montadas nas UPAs de Valéria, Pirajá/Santo Inácio, Paripe, Pau Miúdo, e na Ilha de Bom Jesus dos Passos.


Montamos a maior frota do SAMU em operação na história da cidade, com 61 ambulâncias disponíveis para atuação 24h. Mais de 100 novos profissionais aprovados do REDA e convocados para atuar durante a pandemia. A capital baiana foi uma das pioneiras na testagem rápida em massa. Somente nos bairros com restrição, realizamos mais de 50 mil testes. Além do investimento em equipamentos de proteção individual que evitou a falta dos materiais na rede municipal.


Estas ações são apenas uma parcela de todo o trabalho que nos empenhamos diariamente para entregar à cidade, por isso agradeço à toda equipe de profissionais que forma esta verdadeira família que é a Secretaria Municipal de Saúde. Sem cada um de vocês este trabalho não seria possível. Assim seguiremos trabalhamos incansavelmente para proporcionar ao cidadão soteropolitano saúde de qualidade e bem estar.


Leo Prates, deputado estadual licenciado e secretário municipal da Saúde de Salvador

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas