A doçura das cores candy ganha a companhia da sensualidade da lingerie

entretenimento
05.06.2022, 16:00:00

A doçura das cores candy ganha a companhia da sensualidade da lingerie

Confiram nosso editorial com três modelos para ir além do tradicional

O que vem a sua cabeça quando pensa nas cores adocicadas? Aquele look bem romântico? Princesinha à la Barbie? Pois saiba que a paleta das candy colors pode ir muito além disso. Esses tons possuem versatilidade na hora de compor e uma sofisticação natural. Para explorar outra estética, decidimos misturar peças em candy colors com lingeries em renda cheias de transparência e sensualidade. Esqueça o visual "meninha". Nesse bom mix dá para ir do look bem arrumado ao casual sem perder a elegância.


Azulzinho

Um terninho em linho em azul vintage não tem como não ser chique. No lugar do top, um sutiã rendado laranja claro. Nos pés um salto também na paleta candy.

Intenso

Body de renda preta com sutiã também na mesma cor é a combinação para arrasar. O short de alfaiataria amarelinho recebe toque fashion com a dupla de cintos finos. Brincos dourados para arrematar.

Rosé

O sobretudo de paetês rosa bebê é uma terceira peça poderosa e ganhou a companhia do short em tom próximo e sutiã em verde suave. Tudo leve e descontraído.

FICHA TÉCNICA

Fotos: Caio Diniz (@caiodiniz1)

Produção de moda: Paula Magalhães (@paulamagalhaes1) e Helenildo Amaral (@helenildoamaral1)

Beleza: Tom Moreira (@tom.moreiramakeup) do Salão Sá Marina (@salaosamarina)

Modelo: Lara Beatriz (@larabtz) da Model Club Agency (@modelclubagency)

Agradecimento: Solange Café (@solangecafe_) Rua da Paz , 16, Graça

Todos os looks são da ABX Contempo (@abxcontempo) Barra Center

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas