'A gente não se entregou", comemora Léo Ceará

e.c. vitória
13.01.2021, 21:31:00
Atualizado: 13.01.2021, 21:32:03
Léo Ceará marcou aos 45 minutos do 2º tempo, no estádio Ressacada (Roberto Zacarias/Mafalda Press )

'A gente não se entregou", comemora Léo Ceará

Artilheiro do Vitória garantiu o empate em 2x2 com o Avaí nos minutos finais do jogo

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Ele é o goleador do Vitória e o vice-artilheiro da Série B do Campeonato Brasileiro. Na noite desta quarta-feira (13), Léo Ceará anotou o 14º gol dele no torneio. Aos 45 minutos do 2º tempo, o atacante garantiu o empate em 2x2 com o Avaí, no estádio Ressacada, em Florianópolis. 

"Eu tenho 10 anos de clube. É um momento muito complicado. Nessa situação, a gente não pode desistir em nenhum momento. Fico feliz pelo gol. A gente tem um jogo muito difícil contra a Chape. Depois de sair duas vezes atrás, a gente não se entregou", comemorou o centroavante logo após deixar o gramado. 

O empate aumentou a distância do Vitória para a zona de rebaixamento. Antes era de apenas um ponto e agora é de dois. Em 16º lugar, o rubro-negro tem 38 pontos. Primeiro time dentro do Z4, na 17ª colocação, o Paraná soma 36. O Figueirense tem a mesma pontuação e aparece na 18ª posição.

Após dois jogos longe de Salvador, o Vitória volta a jogar no Barradão. No domingo (17), recebe a vice-líder Chapecoense, às 16h. Depois, o Leão atua fora de seus domínios outra vez. No dia 20, visita o Guarani, às 16h, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas, no interior de São Paulo. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas