Abner Pinheiro publica foto com bebê: 'Nunca vou desistir de você'

em alta
02.04.2020, 00:21:00
Atualizado: 02.04.2020, 00:29:47

Abner Pinheiro publica foto com bebê: 'Nunca vou desistir de você'

Briga após influencer baiano descobrir que não é o pai de sangue de bebê foi o assunto mais comentado nas redes sociais

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.


A briga entre ex-casal de influenciadores baianos Abner Pinheiro, 21 anos, e Sthefane Matos, 21 - que colecionam milhares de seguidores nas redes sociais e continua dando o que falar na web - está longe de chegar ao fim. Após Abner divulgar que Apolo, bebê criado por ele e pela ex, não é seu filho de sangue, e de Sthe denunciar violência e dizer que Abner já sabia que bebê não era filho dele, a influenciadora, que nesta quarta-feira (1º) soma 5,5 milhões de seguidores no Instagra, compartilhou uma nota de esclarecimento sobre o ocorrido. No comunicado, ela afirmou que vai processar Abner e tomar “providências administrativas e jurídicas” para defender os direitos dela e do filho.

E quem pensou que Abner iria ficar calado se enganou. O influencer publicou, na noite desta quarta, uma foto com Apolo e fez um texto, dizendo que não iria desistir do filho. Confira a postagem

Comunicado
Mais cedo, como já foi citado, Sthe divulgou uma nota em seu Instagram dizendo que vai processar Abner e tomar “providências administrativas e jurídicas” para defender os direitos dela e do filho.

“Será requisitado que o laboratório apresente oficialmente o resultado do exame de DNA, pois eu não sabia desse exame e não autorizei a pegar meu filho para a realização desse exame, apesar de sempre me dispor a fazê-lo”, diz a nota.

A influenciadora ainda falou sobre a exposição de Apolo em toda essa situação.

“Diante da gravidade, eu não posso me manter calada. Não se pode acreditar em hipótese alguma que uma criança seja exposta e ridicularizada dessa forma. Infelizmente, estou muito fragilizada e decepcionada com todos os envolvidos nessa historia sórdida e ainda não consigo parar de chorar pensando principalmente em como meu filho absorverá toda essa historia brutalmente divulgada”, disse. Confira aqui a postagem completa de Sthe.

O CORREIO tentou contato com o advogado dela, Gabriel Bomfim, que não atendeu as ligações e visualizou as mensagens no WhatsApp e não respondeu.

Entenda polêmica

Abner e Sthe com Apolo
(Reprodução/Instagram)

Em um dia onde metade da internet brasileira estava discutindo na nas redes sociais por causa do BBB 20, e a outra metade estava votando para eliminar Prior ou Manu, nada parecia suficiente para desviar o foco daqueles que angariaram mais de 1,5 bi de votos no "paredão do século". Foi aí que, do nada, o influencer baiano Abner Pinheiro, 21 anos, surgiu dizendo que Apolo, bebê criado por ele e a também influenciadora Sthe, 21, sua ex, não era seu filho de sangue.

Foi o suficiente para mudar tudo. De repente, a súbita reviravolta fez com que metade da internet começasse a discutir para saber quem do casal tinha razão na briga, e a outra metade estava curiosa e perdida, querendo saber quem eram Abner e Sthe, os "Kardashians de São Caetano".

Poucos minutos após o vídeo gravado por Abner no carro, chorando, sem cinto de segurança (importante ressaltar) e revoltado ao saber que não possuia laços genéticos com seu filho, já não se falava de outra coisa. Suprimindo as fadas sensatas, tropa do 'El Mago' e até o (pasmem) coronavírus, os nomes de Abner, Sthe e Apolo se tornaram os assuntos mais comentados no Twitter em todo o mundo.

E se o Twitter era a ágora da discussão, o Instagram era a fonte primária de informação. O ex-casal começou uma briga pública, trocando acusações através dos stories. As queixas iam desde o que parecia uma disputa para saber quem tinha mais 'chifres' sobre suas cabeças até um suposto caso de violência doméstica, passando por uma dívida de R$ 85 mil de Abner com Sthe.

Atentos e ansiosos para saber tudo em primeira mão, uma multidão começou a atualizar incessantemente o perfil dos dois nas redes sociais. Todo o clamor e interesse popular fez a notoriedade dos dois disparar nas redes socias.

Apenas no dia de ontem, somados, a dupla angariou mais de 1,6 milhão de seguidores - sendo 950 mil de Sthe e 650 mil de Abner, segundo o site SocialBlade. 

O pequeno Apolo, faísca inicial da lavagem de roupa suja, também não ficou muito para trás, conquistando mais de 160 mil seguidores. Detalhe importante é que, antes de toda essa história, na "bio" do Instagram do bebê aparecia os dizeres "filho de Abner", e agora a informação foi retirada.

Apenas o nome de Sthe está exposto no local, identificando-a como mãe da criança e administradora da conta. A retirada de Abner do perfil é simbólica, pois o mesmo garantiu que nada mudaria na sua relação e afeto com Apolo, pois, segundo ele, "pai é quem cria".

Falando em pai, até um suposto genitor já foi apontado. Identificado com o prenome Fábio, o mesmo, de uma hora para outra, angariou mais de 300 mil seguidores - transformando-se no mais novo influencer soteropolitano e passando pela cerimonia de iniciação no clã de Abner e Sthe.

Alheio aos elogios à sua aparência, Fábio parecia estar mais preocupado com a possibilidade de, de repente, ter virado pai.

"Pessoal, por favor. Estão me atacando. De uma hora para outra tudo mudou, só quero que parem com isso. É um assunto sério. Não estou bem com essa situação e nem sei o que fazer. Espero que ententam que existe uma criança nessa história toda. Por favor, só peço um pouco mais de respeito", disse ele, deixando no ar se era ou não o pai da criança.

Acusações
Como dito antes, tudo começou após Abner desconfiar que não era o pai biológico de Apolo. Encucado, ele realizou um exame de DNA que apontou que, de fato, o bebê não possuia laços genéticos com o influencer.

"Eu sempre soube, véi, das traições. Eu sabia! Mas eu não sabia que meu filho era fruto de uma traição, p***! Meu filho, véi! Apolo não é meu filho, véi. P***. Desgraça! Olha isso, véi. (...)", disse ele, que aparece dirigindo e visivelmente abalado.

Na gravação, o influencer ainda mostra o exame de paternidade, que foi feito pela Diagnósticos do Brasil, no laboratório Labchecap. (veja aqui o vídeo completo)

"Os resultados obtidos mostraram que há compatibilidade de vínculo genético entre o Requerente e o Suposto Pai testado nos locos analisados. Portando, podemos concluir que Abner Santos Pinheiro não possui vínculo genético com Apolo Matos Pinheiro", diz o texto do documento.

Após a revelação, Sthe disse que estava surpresa com todo o auê causado por seu ex-namorado, garantindo que ele já sabia que havia a possibilidade de que Apolo fosse fruto de outro relacionamento da jovem

"Gente, vocês já sabem o que eu vim fazer aqui, né? Vamos lá! Eles já sabiam [que Apolo não é filho de Abner]. Eu não teria um pingo de coragem de enganar ninguém, de fazer uma coisa dessa. Até porque eu senti na pele o que é ser enganada. Ele fala de traição, né? Mas só se for a traição da parte dele. Porque quando aconteceu isso a gente já tinha terminado. Terminado porque? Porque ele me traiu. Traição essa que eram várias e várias e várias, né, gente? Não era a primeira. Daí eu decidi terminar por conta dessa traição e eu me envolvi com outra pessoa", iniciou a influenciadora.

No pronunciamento, Sthe disse que, mesmo após a traição do ex, acabou voltando com Abner e só depois descobriu a gravidez de Apolo. "Infelizmente, como a gente não manda em nosso coração, acabei voltando de novo [com Abner] e, depois de um tempo eu descobri a gravidez. Com o passar dos tempos, várias e várias vezes eu cheguei pra ele e falei: Abner, vamos fazer o teste de DNA. Porque, gente, eu fui pega de surpresa como todo mundo aqui. Ele não chegou pra conversar comigo e pra falar: estou indo fazer o teste de DNA. Porque eu, inclusive nessa semana, me dispus a fazer isso por conta dos deboches que ele ficava fazendo comigo. Várias vezes eu falei com ele: Abner, vamos fazer o exame de DNA? E sabe o que ele falava pra mim? 'Não precisa fazer o exame de DNA porque Apolo é, independente de qualquer coisa, meu filho. Eu amo ele, eu vou continuar amando ele'", lembrou a influenciadora baiana.

Sthe continuou criticando o fato do ex estar expondo Apolo, que tem apenas um ano. "E agora ele faz um negócio ridículo desse de expor meu filho - não estou falando nem por mim, estou falando dessa exposição ridícula com o meu filho. (...) Existiu a dúvida e eu sempre estive disposta a fazer [o teste] porque eu não estou aqui pra enganar ninguém. Nunca fiz isso e não ia ser agora que eu ia fazer. Eu sou honesta. E aí agora vem todo mundo dizer: ah, porque eu estava chocada. A família está chocada, mas eu chamei a mãe e chamei a irmã pra conversar. Lembra disso? Contei, falei tudo o que tinha acontecido: que eu fiquei com tal pessoa, em tal período... Conversei tudo, fui sincera, esclareci tudo e pedi ajuda pra fazer o teste pra tirar essa minha consciência. Mas, enfim: Apolo era filho do coração. Não precisava fazer testes, né? Porque Apolo era filho do coração...", ironizou.

Após publicar uma série de vídeos, Sthe começou a publicar capturas de telas de fotos e conversas com Abner. "Esclarecido essa questão... Agora eu vou contar aqui o inferno que foi minha vida todos esses anos e que eu nunca quis contar aqui pra poder proteger todo mundo", disse. Em uma das imagens publicadas por ela, aparecem arranhões.

"Fui empurrada numa escada que poderia ter morrido, fui arranhada, beliscada, enquanto um "homem" tentava tomar meu celular usando força pra apagar meu story. E nunca falei sobre, porque eu nunca quis me sentir culpada pela derrota de ninguém", escreveu Sthe.

Abner respondeu a ex através dos Stories e publicou um print de conversa onde escreveu: "Jura que eu e minha família já sabia? Vai querer viver numa mentira até quando? Ah, e foi traição sim!.

Um pouco depois, ele também se pronunciou, dizendo que o que Sthe falou é mentira. "Falar que eu já sabia, que minha família já sabia, e que não foi traição? É fácil essa defesa. Chegar se defendendo com a mentira é fácil. Mas eu me lembro muito bem quando eu fui te buscar na casa de sua mãe e você não estava (...), foi assaltada e depois eu descobri que você estava na casa do cara. E depois você apareceu grávida", afirmou.

Abner disse que queria fazer o teste, mas desistiu 'por amor à criança'. Ele contou que fez o teste de paternidade após receber uma montagem de Apolo ao lado do irmão 'do outro cara' criança. "Eu jamais ia fazer esse teste sem ter uma certeza concreta. Estávamos juntos sim e foi traição sim. Eu não preciso mentir. Hoje era o dia mais f*** da minha vida. (...) Você não tem moral pra falar nada", falou.

Após ver a acusação da ex de agressão, ele disse que 'nunca encostou um dedo' nela:

"Eu nunca encostei um dedo em você. Eu sou homem pra assumir tudo o que eu faço. Já trai, já fui traido e você sabe muito bem disso. (...) A verdade é uma só: eu lutei pelo relacionamento, pedi pra voltar, e ela olhou pra minha cara e disse que não queria ficar comigo por pena porque ela já estava com outro cara", disse Abner.

Dossiê
Após toda a troca de acusações, Sthe "tirou do armário" um dossiê e começou a postar diversas fotos e prints que mostravam supostas traições de Abner. Além disso, revelou que o mesmo devia em torno de R$ 85 mil a ela.

Na defensiva, Abner confirmou a dívida mas negou que o valor fosse tão alto e voltou a acusar a ex de traí-lo. 

Após tantos ataques, em um raro momento de sanidade, ambos chegaram a conclusão que o melhor a se fazer era parar com a briga que, acima de tudo, estava expondo uma criança de apenas um ano.

Premonição?
Um detalhe curioso de toda essa história é que 10 meses atrás, quando Apolo ainda era quase um recém nascido, Abner fez uma "pegadinha" com Sthe, gravando um vídeo onde dizia que achava que não era o pai da criança e que queria o exame de DNA. 

Na "trollagem", que foi publicada no canal dos dois no YouTube (e tirada do ar na tarde desta quarta), o argumento utilizado pelo jovem para a realização do teste é de que ele não seria parecido com o bebê. Sthe fica na defensiva o vídeo todo, provavelmente preocupada pois sabia que havia sim a possibilidade de Apolo não ser filho biológico de Aber.

Polêmica no início do ano
O ex-casal está separado desde o ano passado e deu o que falar em janeiro deste ano, quando Sthe gravou um vídeo, no dia 2 de janeiro, alegando que flagrou Abner com outra mulher na casa do casal.

Sthefane publicou o vídeo nos stories de seu Instagram, que na época tinha cerca de 3,7 milhões de seguidores (três meses depois, ela está com 5,5 milhões), e excluiu alguns instantes após a veiculação. "Acabo de chegar em casa e Abner com a p*ta de uma vagab*nda aqui dentro da minha casa, que era minha casa e dele!", esbravejou.

Abner também foi a público e confirmou que estava com outra mulher. Nos stories, afirmou que errou e que o "arrependimento está me castigando serveramente". Logo depois, apagou sua conta no Instagram.

"Não tô aqui pra me explicar, pra poder ter perdão. Sou homem e sei o que faço. Fui um m*rda, um lixo de pessoa de ter feito isso", contou. "Tô aqui pra explicar o que realmente aconteceu. Não aconteceu flagrante, Sthefane não me pegou na cama com ninguém. Eu tava na rua o dia todo, eu tô ficando com a pessoa, isso todo mundo já sabe", disse.

Abner se pronunciou após vídeo em que ex-esposa denunciava flagra
(Foto: Reprodução/Instagram)

Após deletar a conta no Instagram, Abner sumiu. No sábado (4), Sthefane publicou que está aflita e angustiada por ninguém ter notícias de seu ex-marido, confirmando que não tinha notícias do seu paradeiro. 

'Sumi porque eu realmente iria enlouquecer'
Depois do sumiço de três dias, Abner foi localizado pela família no domingo (5). E gravou um vídeo, publicado em seu próprio Instagram, em que narrava desde a decisão de sumir até a decisão de retornar para casa. “Está sendo muito difícil para mim aguentar isso tudo. Eu sumi porque eu realmente iria enlouquecer. Num primeiro momento, não tive apoio de ninguém, muito menos da minha família. Todo mundo fechou os ouvidos pra mim”, lamentou ele.

O vídeo tem quase 13 minutos de relatos de Abner. O influencer sumiu depois que sua ex-esposa, a também digital influencer Sthefane Matos, 21, gravou um vídeo, na quinta-feira (2), alegando que flagrou Abner com outra mulher na casa do casal. 

Na gravação, Abner contou sua versão da história e disse que seu único erro foi levar para a casa – ainda compartilhada com a ex – outra mulher, identificada por ele como Sol. Ele conta que passou em casa com a mulher apenas para tomar banho, depois de sair da praia. Foi quando Sthefane chegou.

“Expliquei várias vezes. Só que Stefanie, no estado que ela estava, não quis saber. Da maneira que ela me expôs na internet, parecia que ela tinha acabado de chegar em casa e me encontrou na cama, num ato sexual, sei lá, ou qualquer coisa do tipo, sabe?”

O influencer não chegou a dizer onde passou os últimos dias, mas contou que pensou em tirar a própria vida.

“Tudo caminhou de forma que eu só me afundasse mais. Então, eu falei: eu não vou continuar, velho, eu vou tirar minha própria vida, eu não aguento. Foi aí que realmente eu comecei a ouvir vozes: tira a própria vida, pô, se mata, você é um merda, ninguém gosta de você, não tem ninguém do seu lado”, falou.

Ele também falou que descobriu que não está pronto para a internet, embora não deixe claro se vai se afastar, novamente, das redes sociais. 

Leia relato na íntegra:

Eu sei que muita gente está esperando minha derrota. Sei disso. Sei também que pouca gente sabe o que eu passei, pouca gente sabe a verdade. Vou iniciar isso aqui primeiramente pedindo desculpa, à família já pedi, desculpas ao meu filho, desculpas a quem gosta de mim de verdade e desculpas a quem restou, a quem se importa comigo.

É, são 5h40 da manhã, não consegui dormir, não consegui pregar o olho, hoje é meu quinto dia acordado. Para quem acha que eu tô bem, eu não tô bem psicologicamente. Está sendo muito difícil para mim aguentar isso tudo. Eu sumi porque eu realmente iria enlouquecer. Num primeiro momento, não tive apoio de ninguém, muito menos da minha família. Todo mundo fechou os ouvidos pra mim e aí quando desativei minha instagram vazaram propositalmente o número do meu whats app. Não tinha como ter um controle no meu whats app e comecei a ler várias coisas que começaram a entrar na minha mente.

Comecei a ler ameaças, comecei a me preocupar de verdade, foi quando eu decidi: velho, eu vou sumir, eu preciso sumir porque eu preciso pensar no que está acontecendo na minha vida, o que é isso que eu to passando, no que se transformou na minha vida, vei foi aí que eu decidi sumir, sumir. Eu não sabia o que estava acontecendo aqui na internet, tirei chip, tirei tudo. Eu esqueci celular, esqueci que tinha celular, esqueci que tinha uma vida social, se é que eu tenho isso ainda. E foi um erro também, né? Eu acho que eu poderia sim ter avisado a minha mãe. Quando tive coragem de colocar um chip no celular para ver o que estava acontecendo, foi quando eu entrei no Instagram que tinha aqui da minha empresa e o primeiro vídeo que eu vi foi o de minha mãe chorando, vei. Eu falei: caraca, vei, não dá para continuar assim não. Foi aí que eu avisei: mãe, to bem, pode vir me buscar. Mas eu não tô bem não. Eu quis tranquilizar minha mãe. Gente, quando eu sumi, no lugar que eu tava, pensei em tirar minha vida tantas vezes. Tantas vezes eu falei: “pra mim não dá, é o fim, eu não quero mais viver, não tenho forças para continuar”. Porque eu vi que os mesmos que te colocam lá em cima são os mesmos que te colocam no chão, sabe? Por uma coisa que foi muito mal interpretada, muito mal interpretada. 

Eu não tive poder de resposta, eu me tirei o poder de resposta. E tudo caminhou de forma que eu só me afundasse mais. Então, eu falei: eu não vou continuar, velho, eu vou tirar minha própria vida, eu não aguento. Foi aí que realmente eu comecei a ouvir vozes: tira a própria vida, pô, se mata, você é um merda, ninguém gosta de você, não tem ninguém do seu lado. Isso entrava na minha mente e eu falei: caralho, vei, será, será? Foi aí que eu lembrei que eu tenho um filho que não sabe de nada disso que tá acontecendo, que eu sei que me ama. Eu falei: não vou tirar minha própria vida, vei, meu filho não merece isso, minha mãe não merece, nem quem está me causando essa dor merece, porque tem que estar aqui para ver quando eu vencer novamente. E eu vou contar o fato todo de novo que já expliquei, só que eu estava muito abalado de primeira. Não foi o suficiente, não foi o suficiente para alguém poder acreditar.

Eu errei, mas só tenho um erro, um erro, que foi levar alguém para minha casa que eu dividia com minha ex-mulher e meu filho. A casa ainda era compartilhada. Meu único erro foi ter levado pra dentro de casa, mas eu jamais, velho, jamais faria algo que viesse a ferir a integridade do meu lar. O que eu fiz foi agir sem pensar, não medi consequências, e deu no que deu. Como eu disse, eu tava na rua, precisava ir em casa, tava com ela, começou a chover, eu não moro em condomínio.

Para quem não sabe onde eu moro, é uma rua deserta, não parece ser muito confiável em se ficar. Eu falei: espera aqui dentro, se eu deixasse ela no meu carro, corria o risco de levarem o carro com ela junto. Falei: espera aqui dentro, só vou me vestir, só vou trocar de roupar, tomar um banho, que eu tava na praia, tava todo sujo. Ela entrou, ficou no sofá carregando o celular, enquanto eu fui tomar o banho. Quando eu to tomando o banho, a Stefanie chegou e aí, não sei como foi a reação dela quando viu a menina, mas ela subiu, me encontrou no banheiro, eu tava no banho começou a falar comigo, se exaltou. Eu falei: “Stefanie, calma, eu sei que eu tô errado”. Em momento nenhum.. Eu sabia que eu tava errado, mano, eu sabia do erro. “Eu tô errado, eu tô errado. Só que eu só vim em casa tomar um banho para ir embora. Eu tô indo embora agora, tô indo para Vilas do Atlântico agora. Sol tá lá embaixo me esperando, acabei de chegar em casa, Sol tá lá embaixo me esperando”. Expliquei várias vezes. Só que Stefanie, no estado que ela estava, não quis saber. Da maneira que ela me expôs na internet, parecia que ela tinha acabado de chegar em casa e me encontrou na cama, num ato sexual, sei lá, ou qualquer coisa do tipo, sabe? 

Eu errei sim, eu tô errado, levei uma pessoa que não era para levar para dentro de casa. Beleza, tá bom. Mas o meu erro foi esse aí e deu no que deu, Stefanie gravou. Eu vi minha vida desandar de forma perversa, de forma brutal, de forma que, mano, eu nunca vi isso na minha vida, nunca passei por isso.

Eu vi que não estou preparado para estar aqui na internet, velho. Eu não tenho cabeça para isso aqui, não tenho, Não tenho cabeça para isso aqui. A partir do momento que você não aguenta ler coisas que te fazem mal, você pensa em tirar sua vida por alguma coisa, aquilo não te faz bem, não te faz bem. O pessoal, o público, foi muito perverso comigo, velho, foi perverso demais. Sinceramente, eu acreditei que eu era um criminoso, vei, eu acreditei. 'Não, eu sou um criminoso, eu matei alguém, eu fiz alguma coisa perante a sociedade que é abominável'. Eu tava com vergonha de olhar para a rua. Eu falei: não, não vou olhar para a rua, não quero pisar os pés na rua. 

Mano, eu te digo uma coisa, vocês da internet têm um poder, mas um poder tão forte na vida de alguém, tão forte, que vocês não imaginam. Cada comentário que vocês fazem, sendo bom ou sendo ruim, tem um poder muito forte. Usem essa arma que vocês têm nas mãos para coisas boas, julguem menos, procurem entender mais. Hoje, eu poderia não estar aqui. Hoje, eu poderia não estar aqui falando c vocês. Mano, não é errado eu tá solteiro - e vocês apontaram como errado. Não era eu tá ficando com alguém e vocês me apontaram como errado. Aí aconteceu o que aconteceu, a Stefanie fez aquele vídeo e vocês me apontaram como a pior pessoa do mundo, mano. Tinha gente que dizia que ia me matar, mas em cima tinha mensagem falando que me amava, de momentos antes. As coisas aqui mudam muito rápido. As opiniões aqui mudam muito rápido sabe?

Eu sei dos meus valores. Hoje, com a cabeça no lugar, eu sei dos meus valores, eu sei quem sou, eu sei tudo que já fiz pela minha família, sei o que faço pelo meu filho. Então, mais uma vez eu quero pedir desculpas a Stefanie, eu não pude pedir desculpas a Stefanie, não tive essa chance ainda. Eu não sinto mágoa, não sinto rancor. Quero pedir desculpas a minha família mais uma vez, que eu já pedi, aos meus fãs e a quem me fez passar por tudo isso. Só desejo Deus no coração, porque foi Deus, no meu coração, que me impediu de fazer alguma coisa contra a minha própria vida. Foi Deus, não fui eu, eu não ia ter forças, sabe? Para evitar o pior. Eu tava lá na merda, mano, na merda. É isso aí, gente, eu só vim aqui porque eu já me senti melhor para gravar isso aqui, eu tava esperando meu tempo, esperando coragem para poder dar minha cara tapa aqui. Mas eu não me escondi, não fugi, só queria colocar minha cabeça no lugar, mano, e tô colocando ainda, tá bom?

Eu tô no fundo do poço sim, mas vou sair, vou dar a volta por cima, vou mostrar que Deus é Deus, que ele não dá dificuldades que a gente não possa vencer. Eu sei que isso aqui é só uma dificuldade, isso que tá passando na minha vida é só uma fase ruim, assim como já teve fases boas. Tá bom? Um beijo, muito obrigada a todos que me apoiaram, velho, a todos sem exceção. Não sei como estava a internet, eu tava desligado de tudo, eu não sei, não parei para ver como tava isso aqui. Soube de quem tá aqui comigo e falou: velho, tá assim, assim, assim, a galera tava preocupada. Velho, tem gente querendo que você morra. Velho... Tipo, eu não sei, vou descobrir agora. Um beijo.

Origem de tudo
Em matéria publicada no dia 11 de janeiro, o CORREIO contou a história de Abner e Sthe (leia em Os Kardashian de São Caetano: a história de Abner e Sthe no reino digital). O casal de influenciadores se conheceu quando cursava o ensino médio no Colégio Estadual Desembargador Pedro Ribeiro, há cinco anos. No final de 2015, criaram um canal no YouTube, onde começaram a postar trollagens —  gíria da internet usada quando se prega peças em alguém. Nos vídeos que produziam, os namorados trollavam um ao outro e também os familiares. 

No princípio, o conteúdo era focado em pegadinhas, como jogar pó na cara de outros após o banho ou provocar medo com réplicas de animais peçonhentos, esperando reações histéricas. As brincadeiras incluíam assustar os pais de ambos, fingindo que estavam usando drogas ou que foram feridos em um assalto. Ou tentando enganá-los com atestado falso de gravidez. “Eu me divertia muito, achava engraçado ver o desespero”, diz Marina Reis, que os assiste até hoje. 

Coordenador do colégio onde o casal estudou, o professor Sandever Barreto lembra que, como alunos, Abner e Sthe movimentavam a comunidade escolar em torno das gravações. “Na época, eles incentivavam a todos. Diziam: ‘Vamos fazer vídeo para o YouTube, podemos ganhar dinheiro’”, lembra, aos risos. Barreto diz que hoje quase todos os estudantes da instituição sabem que eles foram “crias” da unidade. 

(Foto: Sora Maia/CORREIO)

Ano passado, os influencers foram à festa de São João da escola, onde foi forte o assédio ao casal de ex-alunos regulares nas disciplinas, mas CDFs em YouTube. Ex-colega de ambos, Joilson Júnior lembra que tudo começou de forma rudimentar.

“Eles eram muito humildes, o celular não era bom para gravar”, lembra.

Para os professores, tratavam-se de brincadeira de adolescentes que tumultuava aulas. Vendo onde os meninos chegaram, Barreto mudou de opinião: “Vejo fonte de renda e ferramenta pedagógica indispensável nos dias atuais”.

O canal do ex-casal tem mais de 291 milhões de visualizações. Espectador desde o início, o colunista social Tony Alves, o Tony Fofoqueiro, conta que ambos cresceram na plataforma e conseguiram migrar a audiência para o Instagram, sustentando presença nas duas redes. 

Desde então, ganharam notoriedade os pais de Abner, Elionai e Tony Pinheiro, os irmãos dele, Eliabe e Keila, e a mãe de Sthe, Andreia Ribeiro, além de amigos em volta. Só Sthe coleciona mais de 3,8 milhões de seguidores no Instagram, seguida de Abner, com 2,1 milhões. Elionai tem 922 mil, e Alesson, melhor amigo da influencer, tem mais de 750 mil.

LEIA A SEGUNDA PARTE DA REPORTAGEM SOBRE A MUDANÇA DE PATAMAR DA FAMÍLIA

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/patroa-ajudou-crianca-que-caiu-de-predio-a-entrar-no-elevador/
Miguel, de 5 anos, morreu; petição que pede justiça tem mais de 77 mil assinaturas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/morre-aos-85-anos-atriz-maria-alice-vergueiro-do-meme-tapa-na-pantera/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/manifestantes-ateiam-fogo-em-onibus-na-paralela-veja-video/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/rodamos-na-nova-versao-da-ranger-a-storm/
Em vídeo, jornalista automotivo analisa a cabine dupla diesel
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/idoso-de-81-anos-e-o-100o-paciente-com-covid-19-a-ter-alta-no-hospital-portugues/
Unidade comemorou liberação do homem, que deu entrada há seis dias com 50% do pulmão comprometido
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/depois-de-um-susto-targino-se-prepara-para-cantar/
Músico sofreu grave acidente de carro, mas escapou ileso e agora se prepara para fazer lives
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/sao-joao-sera-comemorado-com-maratona-de-lives-promovidas-pelo-correio/
Serão seis apresentações de bandas e cantores durante o projeto, que arrecadará doações
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/junho-chegou-correio-promove-lives-para-comemorar-o-sao-joao/
Apresentações acontecem sempre às sextas e sábados de junho, às 19h
Ler Mais