Acordo entre partidos fracassa e ameaça eleições antecipadas na Itália

mundo
08.06.2017, 15:24:00

Acordo entre partidos fracassa e ameaça eleições antecipadas na Itália

Acordo que premia cada partido com cadeiras em proporção ao número de votos foi desfeito hoje

Um acordo entre os maiores partidos da Itália sobre a nova legislação eleitoral desmoronou nesta quinta-feira, lançando dúvidas sobre a possibilidade de o país realizar eleições antecipadas no país.

Na semana passada, as principais legendas chegaram a um acordo preliminar sobre a nova lei, que pavimentaria o caminho para a realização de eleições possivelmente em setembro, mais de seis meses antes do prazo final de maio de 2018.

A Itália precisa fazer uma reforma em seu sistema eleitoral para eliminar as discrepâncias entre as regras para a eleição na Câmara dos Deputado e no Senado. Ela também precisa ajustar partes que foram consideradas inconstitucional pela Suprema Corte do país.

Na semana passada, os quatro maiores partidos do país, incluindo o eurocético Cinco Estrelas, concordaram com um conjunto de regras que premia cada partido com cadeiras em proporção ao número de votos, estabelecendo uma cláusula de barreira de 5%.

Hoje, no entanto, o acordo foi desfeito em meio a um desentendimento em relação a uma proposta sobre as regras de eleições de uma região autônoma no norte do país. "A lei eleitoral está morta", afirmou Emanuele Fiano, do Partido Democrata. Fonte: Dow Jones Newswires.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas