Acusado de matar assassino do cartunista Glauco é executado na frente do filho

brasil
22.07.2019, 21:59:00
Atualizado: 22.07.2019, 22:03:15
Cadu estava preso quando foi morto por Nilson e outro detento (Foto: Reprodução)

Acusado de matar assassino do cartunista Glauco é executado na frente do filho

Crime aconteceu em Aparacida de Goiânia, onde ele cumpria pena em semiaberto

Indiciado pelo assassinato de Carlos Eduardo Sunfeld Nunes, o Cadu, Nilson Ferreira de Almeida, 51 anos, foi morto nesta segunda-feira (22) em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital de Goiás. Cadu foi o responsável por assassinar o cartunista Glauco e o filho deste, Raoni Vilas Boas, em 2014. Dois anos depois, foi morto dentro da cadeia por Nilson e outro detento.

Nilson foi executado na frente do filho adolescente. Ele cumpria pena no regime semiaberto e hoje pela manhã estava com o filho caminhando por uma avenida quando um homem se aproximou e atirou nele. “O autor estava no comércio, quando o Nilson ia passando acompanhado do filho adolescente. Ele chegou e atirou. O filho da vítima correu, mas depois ficou ao lado do pai”, contou ao G1 o delegado Álvaro Bueno.

Imagens de câmeras da região já foram solicitadas e testemunhas já foram ouvidas pelo delegado. “Já temos uma foto do autor que, na hora do crime, estava com o rosto descoberto. Depois ele colocou o capacete e fugiu em uma moto”, acrescenta. Ele diz que a ficha criminal de Nilson será considerada na investigação - ele já tinha seis condenações.

Morte de Cadu
Na época da morte de Cadu, a investigação apontou que Nilson teria descoberto que a vítima planejava matá-lo. Ele então se antecipou e o atacou usando uma arma artesanal durante o banho de sol no dia 4 de abril de 2016. O crime aconteceu no Núcleo de Custódia de Aparecida de Goiânia. Cadu cumpria pena por matar duas pessoas durante assaltos em Goiânia. As vítimas são o agente prisional Marcos Vinícius Lemes da Abadia, 45 anos, e o estudante de direito Mateus Pinheiro de Morais, 21 anos.

Ele estava preso no local desde 2014, um ano depois de deixar uma clínica psiquiátrica na Goiânia. A internação aconteceu depois da morte de Glauco e do filho Raoni, em Osasco, em 2010.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/fotografa-faz-ensaios-para-negros-a-preco-acessivel-no-reconcavo/
Ellen Katarine também é trancista, dreadmaker e estudante de História na UFRB
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/thiaguinho-chora-ao-cantar-musica-que-escreveu-para-fernanda-souza-veja/
Cantor começou a se emocionar durante a canção 'Deixa Tudo Como Está'
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/dancarino-morre-e-outras-duas-pessoas-ficam-feridas-em-ataque-de-faccao/
Três homens e uma mulher em um carro atiraram contra moradores em São João do Cabrito
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/jovem-se-finge-de-gato-e-mia-embaixo-da-cama-para-nao-ser-achado-por-policiais/
Ele é suspeito de ter participado de um latrocínio em Fortaleza
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/do-cordel-a-escultura-leitores-fazem-homenagens-para-correio/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/homem-deixa-delegacia-e-volta-atacar-publico-lgbt-na-porta-de-unidade/
Na madrugada, Edson Macedo invadiu bar Caras e Bocas, destruiu local e agrediu clientes e artistas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/triste-sina-da-mulher-ketchup-8-anos-depois-erenildes-aguiar-enfrenta-depressao/
Sem a fama de antes, arrependida e com doença severa, Erenildes vive de remédios e trancada dentro de casa
Ler Mais