Afro Fashion Day lança curta-metragem no Dia da Consciência Negra

entretenimento
20.11.2020, 07:30:00
Atualizado: 20.11.2020, 15:51:29
Dupla de irmãos, Noemi e Israel Queirós posam no Candeal (Foto: Arisson Marinho/CORREIO)

Afro Fashion Day lança curta-metragem no Dia da Consciência Negra

Transmissão será ao vivo nas redes sociais do CORREIO

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Afro Fashion Day 2020 está de cara nova para a sua 6ª edição. Mas isso não quer dizer que a  passarela mais negra do Brasil está menos linda,  baianíssima e preta. Nesta terça-feira (20), às 19h, o Fashion Film, ponto alto do projeto, será exibido em um programa ao vivo, com transmissão nas redes sociais do CORREIO. 

O evento  trará convidados para o Facebook, Youtube e Instagram neste Dia da Consciência Negra. E vai reunir boa parte dos nomes que fizeram o AFD 2020, como o produtor de moda Fagner Bispo, o modelo Alessi Falcão, o film maker Renan Benedito, o produtor musical Mauro Telefunksoul e o fotógrafo Edgar Azevedo.

Neste sexto ano, a ideia do AFD foi juntar o digital numa rota de Bahia fora do clichê, mas temperada com muito dendê. Por conta da pandemia do novo coronavírus, o evento trabalhou com equipe reduzida e dividiu os 31 modelos em 5 grupos. Cada grupo passou pelas lentes do fotógrafo Edgar Santos e também foi até um ponto da capital baiana onde a equipe do diretor Renan Benedito gravou o filme. Os locais foram São Tomé de Paripe, Rio Vermelho, Gamboa, Candeal e o Parque São Bartolomeu - em Plataforma.

Por conta da pandemia, parte das imagens foi feita dentro de estúdio montado na Rede Bahia (Foto: Edgar Azevedo)

Trabalhando no Afro Fashion Day pela primeira vez, Renan conta que é uma felicidade participar do projeto e que em todos os cinco dias de gravação os sorrisos davam o tom ao final do trabalho. Fã assumido de dendê, o film maker é fascinado pelas cores que o fruto possui em seu ciclo de vida: da raiz ao óleo.
 “O dendê é como o povo negro. Temos diversidade nas tonalidades mas somos um só. O dendê tem seus estágios de amarelo, laranja, em alguns momentos parece ser vermelho, a casca é marrom... criar em cima disso foi muito fácil e prazeroso”, disse Renan.

Coordenadora de marketing do CORREIO, Marta Sousa explica que o Fahsion Film é uma tendência em passarelas de todo o mundo e que por isso o projeto rumou por esses mares, principalmente levando em consideração que a pandemia impossibilitou a realização de um desfile mais tradicional, com presença do público.

"O Afro Fashion Day é um evento que transforma vidas. Modelos que passaram por aqui ganharam um mundo de oportunidades graças ao Afro. Com esse meio digital, estamos internacionalizando a passarela mais negra do Brasil, já que qualquer pessoa, em qualquer lugar do mundo, pode acessá-la", disse Marta.

Fotógrafo do AFD, Edgar Azevedo tem um trabalho dedicado a catalogar as várias belezas de pessoas pretas. Como o Afro possui quase toda a sua equipe formada por pessoas pretas, ele sentiu que as pessoas trabalham com mais leveza, se permitindo ser fotografadas e se vendo de uma forma que nunca permitem. “Quando elas se permitem estar ali com uma maquiagem, uma roupa bacana, fazendo fotos pela primeira vez, tudo isso é singular. É um divisor de águas”, afirma. 

Ter o dendê como tema foi algo que encantou quase toda a equipe. E também foi motivo de comemoração para Mauro Telefunksoul, que assina a trilha sonora do curta, passeando da música africana ao pagodão baiano para dar o molho dessa mistura.

Quem não conseguir assistir à transmissão ao vivo pode relaxar: o Fashion Film fica disponível nas redes do CORREIO.

Gravações no bairro do Candeal
Gravações no bairro do Candeal (Foto: Arisson Marinho/CORREIO)
Gravações no bairro do Candeal
Gravações no bairro do Candeal (Foto: Arisson Marinho/CORREIO)
Modelos posam na Rede Bahia em primeiro dia de gravações
Modelos posam na Rede Bahia em primeiro dia de gravações (Foto: Tiago Caldas/CORREIO)

Pandemia e Seletiva Tik Tok

Enquanto a pandemia do novo coronavírus incutia dúvidas a respeito do cancelamento ou suspensão de desfiles pelo Brasil, o Afro Fashion Day trouxe uma solução criativa: o fashion film. Curta-metragem sobre moda, arte e cultura, o formato digital tornou-se aliado do maior projeto de moda negra do país, gerando expectativas para a reinvenção do AFD no Dia da Consciência Negra.

Os rumores sobre o fashion film, no entanto, já despontavam desde o anúncio da Seletiva Tik Tok —  que ocorreu entre os dias 4 e 6 de outubro. A seleção, encerrada no dia 14 de outubro, gerou oportunidades aos jovens Vitória Carmo (1º lugar na seleção feminina), Katarine Cardoso, Thalia Neres, Ednei William (1º lugar na seleção masculina), Deivid Silva e Rafa Araújo de integrarem a primeira edição digital do Afro Fashion Day.

A seletiva somou mais de 37 mil visualizações e o pico de quase 5 mil views por vídeo, entre os dias 10 a 12 de outubro. Entre 12 candidatos, foram eleitos os três vídeos masculinos e três femininos mais curtidos na página oficial do Jornal CORREIO no Tik Tok.

Modelos 

O Afro Fashion Day 2020 estrela o trabalho de 31 modelos, sendo 22 de agências, três convidados e seis das seletivas do Tik Tok escolhidos pelo público. 

Entre os modelos de agência, destacam-se: Focus Moda — Jonas Bueno; One Models —  Marcelo Lima, Joice Simas, Sophia Laura, Adilson Silva e Lucas Monthy; Vivaldo Scouting — Zana, Alesí Falcão, Amanda Nascimento, Noemi Queirós, Willy Montenegro e Israel Queirós; Home Model — Nicolas Ribeiro e Thainá Monteiro; BI Produções — Luana Ferreira, Elson Lima e Renata Trindade; 40 Graus — estreando Fernanda Andrade e Malu Andrade, unindo pela 1º vez mãe e filha nas passarelas; PJT Models — Edilene Moreira; Model Club — Thaina Cruz; e X-Treme Models — Leandro Santos.

Parte da equipe do Afro posa no Candeal (Foto: Arisson Marinho/CORREIO)

Eleitos por voto popular, Vitória Carmo, Katarine Cardoso, Thalia Neres, Ednei William, Deivid Silva e Rafa Araújo foram os escolhidos via Seletiva Tik Tok. Entre os convidados, destacam-se Josy Brasil — rainha do Muzenza e esposa do modelo Leandro Santos; Leide Oliveira e Simone Costa.

A coordenação é de Luciana Gomes — Gerente Comercial do jornal; Vanessa Araújo — Coordenadora de Projetos do Correio; Danilo Bittencourt — analista encarregado do AFD 2020 e Gabriela Cruz — editora de Conteúdo do Estúdio Correio.

Por sua vez, a equipe de produção é formada por Fagner Bispo —curador e produtor de moda; Renan Benedito — videomaker do fashion film; Dino Neto e Romário Aragão — beleza; Graziele Teles - tranças; Edgar Azevedo — fotógrafo, e Telefunksoul — produtor musical responsável pela trilha sonora.

O Afro Fashion Day é um projeto do jornal Correio com patrocínio do Hapvida, parceria do Sebrae, apoio do Shopping Barra, Lagares e Drogaria São Paulo e apoio institucional da Prefeitura Municipal de Salvador.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas