AGU ressalta que cubanos não terão asilo diplomático

brasil
23.08.2013, 20:02:00

AGU ressalta que cubanos não terão asilo diplomático

“Eles seriam devolvidos”, ressaltou Luís Inácio Adams

Estadão Conteúdo

O advogado-geral da União, Luís Inácio Adams, afirmou nesta sexta-feira, 23, que nenhum dos 4 mil médicos cubanos contratados por meio do convênio com a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) receberá asilo diplomático, caso faça o pedido após desembarcar no Brasil.

“Eles seriam devolvidos”, ressaltou. “São pessoas que estão entrando no País não como refugiados. São profissionais que têm de respeitar as regras do convênio.”

Adams disse ainda que os médicos cubanos correm o risco - como qualquer estrangeiro - de serem deportados, caso se envolvam em ações ilegais.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas