Álvaro Assmar comemora 25 anos de dedicação ao Blues

entretenimento
20.03.2010, 09:49:01

Álvaro Assmar comemora 25 anos de dedicação ao Blues

Devoção faz com que blueseiro baiano abra o show do americano Johnny Winter no país

A falta de espaço sempre foi justificativa (questionável) para o não-crescimento do rock'n'roll em Salvador. Geralmente, a culpa recai sobre a axé music. Mas, se os roqueiros reclamam por mais atenção do mercado, a situação dos que fazem blues na capital baiana, creiam, é muito pior.

Na verdade, não apenas aqui, mas em todo o território nacional. Com propriedade de quem está há 25 anos na luta por espaço para o ritmo que é o ‘pai do rock’, o guitarrista, cantor e compositor soteropolitano Álvaro Assmar, 52 anos completados hoje, reclama, com razão, por uma chance que jamais teve.

“Imagino como seria a cena se as grandes gravadoras resolvessem investir em artistas de blues. Nunca foi dada essa oportunidade a gente no Brasil”, questiona, em entrevista na sua casa, em Nazaré, onde recebeu a reportagem do CORREIO.

Para ele, o gênero poderia estar mais na televisão e no rádio. Afinal,não faltam artistas de qualidade como André Chistovam, Blues Etílicos, Solon Fishbone e Blue Jeans.

“Os artistas acabam tendo que ser independentes e se tornar camelôs de si mesmos. Tem que se organizar, fazer site, para ter comunicação com o exterior”, afirma, lembrando que já recebeu solicitações de envio de mp3 da Dinamarca e Alemanha e deu entrevista para rádio do Japão.

Por aqui, Álvaro faz a sua parte. Há sete anos, na quarta- feira, às 21h, comanda o programa Educadora Blues, na Educadora FM. Além disso, usa o conhecimento técnico ajudando novos artistas, como o gaitista Luiz Rocha, e está sempre em temporada em alguns dos espaços que ainda investem no blues.

Toda sexta, por exemplo, o blueseiro bate ponto no Farol Music Bar, no Rio Vermelho. Em maio, abrirá shows do lendário guitarrista americano Johnny Winter, 66, no Brasil.


Álvaro Assmar: dedicação e devoção totala o Blues

CAMINHO INVERSO A origem do blues remota ao final do século 19 e início do século 20 nos EUA, com forte tradição regional e vinda dos escravos da região do Delta do Mississipi. O ritmo, ao lado do branco country, foi dos principais na mistura formadora daquilo que se convencionou chamar de rock.

Com Álvaro, o caminho foi inverso. Conheceu os Beatles cedo, foi se apaixonando pelo Black Sabbath (declara-se fã até hoje) e formou a sua primeira banda de rock ainda nos tempos do colégio Marista. Em 1985, já pós-faculdade de engenharia, ele entrou pra valer na música profissional com o Cabo de Guerra.

Influenciada pela progressividade do Yes e do Pink Floyd, a banda era formada por ele, o irmão Adelmo e os amigos José Luis Lima (tecladista) e Alfredo Martins (bateria).

O gosto pelo rock fez o músico buscar as raízes do estilo e criar, em paralelo ao Cabo de Guerra, a Blues Anônimo, que acabou, com o tempo, dando-lhe mais prazer do que a primeira banda. “Acabei ficando cheio um pouco. O Cabo de Guerra se tornou uma coisa meio laboratorial demais pra mim e optei pelo Blues Anônimo”, explica.


Bluesman chegou a transformar sua residência em um estúdio próprio

EM CASA Foram mais dois anoscom a banda até se lançar em carreira solo. De lá pra cá foram quatro discos e um DVD ao vivo lançados. A produção do material é feita pelo próprio blueseiro, no estúdio que montou em sua residência.

Atualmente, o que toma a atenção dele é o CD comemorativo dos 25 anos do Cabo de Guerra. “Ele tem que sair até novembro. É o que está na frente agora”,conta o músico, que revela insatisfação com os dois trabalhos gravados nos anos 80 pela banda, reunida novamente para o novo álbum.

FILHO Outro objetivo desta temporada é gravar o primeiro disco da banda do filho mais novo, Eric, 21 (ele ainda tem Vítor, de 24 anos). Ótimo instrumentista, ele lidera o grupo Eric Assmar Trio, com muito blues. E tem no pai uma grande referência. “Nossa relação é a melhor possível. Compartilhamos muitos aspectos das nossas vidas e um acredita, ajuda e torce muito pelo outro”, garante Eric.

Hoje, ele faz show na Boomerangue e promete homenagem ao pai. O trio tocará a canção Crazy For You, Álvaro, num arranjo especial para o aniversário do artista. “O Eric é uma grata surpresa pra mim. Em pouco tempo, ele chegou num nível de veteranos”, coruja o pai.


Álvaro abrirá o show do americano Johnny Winker

FUTURO Apesar de ser um estilo marcado por grandes nomes, como Eric Clapton, B.B. King, Buddy Guy e Muddy Waters, entre outros, o blues continua revelando valores em todo o mundo. Álvaro se diz profundo admirador de John Mayer, a quem considera um artista completo como compositor, intérprete e instrumentista: “Ele é a bola da vez, é o cara, é o herói da música hoje, na minha opinião. Faz por merecer tudo que é conferido a ele”.

Mais 25 anos de blues, caro Álvaro?“ B.B.King taí com 84! Sou um homem feliz com meu casamento, meus filhos, minha música, meus amigos. O que mais posso querer?”, diz.

Para resumir as duas décadas e meia de carreira em uma palavra, ele não hesita. “Devoção. Eu me dediquei a minha carreira pra valer e isso tem um preço alto”, garante.


Texano é considerado uma 'lenda vida' do Blues mundial (Foto: Divulgação)

Abertura do show de Johnny Winter
Tinha muito blueseiro que acreditava que o dia em que Johnny Winter tocaria no Brasil nunca iria chegar. Com mais de quatro décadas de carreira e uma saúde visivelmente comprometida, o músico texano continua na ativa e vem ao país pela primeira vez para fazer seis shows.

A estreia será em Manaus, no dia 14 de maio. Depois o mestre parte para Brasília (15), Recife (16), Rio (20, no Canecão), Belo Horizonte (21, no Chevrolet Hall) e São Paulo (22, no Via Funchal). Se Salvador, para variar, ficou fora da rota de um show desse nível, pelo menos Álvaro será um baiano próximo a Winter.

Nas capitais carioca e paulista, ele vai se juntar aos guitarristas André Christovam e Luiz Carlini, dois dos maiores nomes nacionais quando se trata de blues, para abrir os shows do americano.

“Eu não sabia que estava com esse conceito todo a ponto de dividir com André e Carlini essa honraria de abrir o show de Johnny Winter”, diz, modestamente. Álvaro afirma estar orgulhoso e entusiasmado com
a ideia de conhecer o músico.

“Essa coisa de conviver com ele em hotel, viajar junto, ensaiar, de mostrar meu trabalho no ano em que completo 25 anos de carreira é um prêmio”, garante.

Como não está à frente da produção das apresentações e pelo tempo que ainda falta para elas, Álvaro Assmar não tem como adiantar muito do repertório das apresentações, mas não devem faltar standards do blues.

LENDÁRIO Albino, Johnny Winter começou a tocar ainda criança e gravou seu primeiro álbum aos 15 anos. Entre os principais sucessos do guitarrista estão Hustled Down in Texas, Fast Life Rider e covers de Highway 61 Revisited, de Bob Dylan, e Johnny B. Goode, de Chuck Berry.

Entre as lendas que envolvem o músico estão a jam session com Jimi Hendrix e Jim Morrison, negada por ele, e a frase de Hendrix que se subisse ao palco com Winter iria tocar baixo em vez de guitarra.

(Notícia publicada na edição do dia 20/03/2010)


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/pelo-menos-uma-pessoa-morre-e-duas-ficam-feridas-em-operacao-da-pm-em-portao/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/heroi-da-palestina-veja-por-onde-anda-amilton-tratorista-que-se-recusou-a-demolir-casas/
Dezesseis anos depois, CORREIO mostra como estão ele e as famílias
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/apresentadora-de-tv-pedida-em-namoro-ao-vivo-termina-romance-por-whatsapp/
"Estou terminando oficialmente o nosso namoro", escreveu ela
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/nao-entendo-por-que-fizeram-isso-desabafa-pai-de-garota-de-10-anos-encontrada-morta/
Maria Elaine foi encontrada morta na última quinta-feira (17) a cerca de 100m da casa onde morava
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/reporter-da-globo-agradece-devolucao-de-celular-no-bonfim-obrigado-e-pouco/
Filho de Gandhy recuperou aparelho que seria levado durante a Lavagem
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/cantor-sertanejo-marciano-morre-aos-67-anos/
Segundo o filho, ele sofreu um infarto fulminante nesta madrugada
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/voltar-e-um-presente-diz-criolo-sobre-show-em-salvador-nesta-sexta/
Rapper paulista apresenta turnê Boca de Lobo, inédita na cidade
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/o-assassino-e-alguem-proximo-diz-pai-de-crianca-encontrada-morta-em-alto-de-coutos/
Corpo de menina de 10 anos foi encontrado com blusa suspensa e short na altura da virilha
Ler Mais