América-MG perde para rebaixado São Bento e deixa acesso escapar

esportes
30.11.2019, 19:17:00
Atualizado: 30.11.2019, 19:17:44
(Foto: Divulgação/America-MG)

América-MG perde para rebaixado São Bento e deixa acesso escapar

Time mineiro vai continuar na Série B em 2020

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O América-MG dependia apenas de si para conquistar o acesso à elite do Campeonato Brasileiro, mas vacilou e foi derrotado pelo já rebaixado São Bento, por 2 a 1, neste sábado, no lotado Independência, com mais de 20 mil torcedores, na última rodada da Série B.

A derrota aliada ao empate do Atlético-GO diante do Sport, em Goiânia, deixa o América-MG na quinta colocação, com 61 pontos, um a menos que os goianos. Rebaixado para a Série C, o São Bento emplacou a terceira vitória seguida e terminou na 18.ª colocação, com 39.

Empurrado pela torcida que compareceu em peso, o América-MG encurralou o São Bento e criou pelo menos três boas oportunidades no começo. Júnior Viçosa e Sávio pararam em Paulo Vitor, enquanto Felipe Azevedo viu seu chute passar raspando o travessão.

O castigo veio aos 28 minutos. A zaga do América-MG cortou mal e Fábio Bahia pegou de primeira, mandando por cima de Airton. O que já era ruim ficou ainda pior aos 39 minutos. Minho cruzou rasteiro, os zagueiros se atrapalharam e Guilherme Romão ampliou para o São Bento.

Não tendo outra saída, o América-MG voltou do intervalo com tudo e acertou a trave de Paulo Vitor, em chute de Felipe Azevedo, logo aos dois minutos. E a torcida do time mineiro viu uma luz no fim do túnel aos 19. Ademir cruzou e Juninho desviou de cabeça no cantinho.

Empolgado, o América-MG partiu em busca do empate e criou inúmeras chances. Felipe Azevedo e Matheusinho acertaram a rede pelo lado de fora. Mas não deu para o time mineiro. Após o apito final, os jogadores desabaram aos prantos no gramado.

O acesso nunca esteve tão perto, o que seria um feito para um time que teve três técnicos - Givanildo Oliveira, Maurício Barbieri e Felipe Conceição - tendo ficado muitas rodadas na lanterna da Série B.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas