Ao lado de Chimbinha, Joelma chora em programa e diz que deixa Calypso em dezembro

Famosos
25.08.2015, 23:34:00
Atualizado: 26.08.2015, 00:11:44

Ao lado de Chimbinha, Joelma chora em programa e diz que deixa Calypso em dezembro

A participação do Calypso no programa será exibida neste sábado (29)

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Joelma chorou em gravação (Foto: Reprodução)

A cantora Joelma chorou no palco durante a gravação do Programa da Sabrina, nesta terça-feira (25). Ela gravou a atração ao lado do ex-marido, Chimbinha - os dois estão tentando manter todos os compromissos da banda Calypso, mesmo com o momento delicado na vida pessoal. Antes da filmagem, ao entrar no palco, a cantora se emocionou e não segurou as lágrimas.

Segundo o jornal Extra, Chimbinha está muito abalado e também preocupado com o impacto da separação. Ele teria contratado um assessor para gerenciar a crise em seu casamento.

O futuro da banda não é certo. Os músicos garantem que vão cumprir todos os compromissos já marcados, mas depois disso não se sabe o que vai acontecer. Joelma declarou que vai sair da banda, mas segundo o Uol Chimbinha vai tentar impedir a declaração de ir ao ar.

"Em respeito aos meus fãs, quero dizer que fico na Calypso até o início de dezembro, depois vou seguir carreira solo. Sei que será difícil no início, porque sempre é, até eu conseguir (construir uma nova carreira)", declarou ela, segurando a mão de Sabrina. Constrangido e nervoso, Chimbinha preferiu não falar do tema: "Não tenho nada a declarar", disse à apresentadora.

A participação do Calypso no programa será exibida neste sábado (29).

Perdão
No último domingo, em um comunicado, Chimibinha declarou que amava Joelma e pediu uma segunda chance. Segundo ele, o excesso de trabalho foi o que o distanciou da família.

"Para mim, a minha família vale mais do que tudo na vida. Joelma é uma pessoa do bem, uma mulher linda, inteligente e íntegra, uma artista de qualidade internacional. Os nossos filhos (Yago e Yasmin) amados são a nossa razão de viver. Estou muito triste e abalado com tudo isso. A banda Calypso é muito importante, sim, mas o fundamental em minha vida é a minha família, aliás, uma família constituída com muito amor, muita dedicação e respeito ao lado de Joelma."

"Creio que a maneira correta que a gente tem para superar essa crise é continuarmos juntos. Já passamos por outras crises, por outras tantas dificuldades, mas ficamos juntos e vencemos. Peço perdão a ela e aos nossos filhos por todo e qualquer constrangimento que tenha sido causado por mim ao longo desse nosso tempo de convivência familiar e profissional", completou.

Joelma não se pronunciou sobre o comunicado.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas