Após goleadas, Flamengo anuncia demissão de Domènec Torrent

esportes
09.11.2020, 16:19:25
Atualizado: 09.11.2020, 16:29:48
Domènec Torrent não é mais o técnico do Flamengo (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Após goleadas, Flamengo anuncia demissão de Domènec Torrent

Catalão deixa rubro-negro carioca após pouco mais de três meses

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Flamengo anunciou a demissão do técnico Domènec Torrent no início da tarde desta segunda-feira. O treinador espanhol, contratado em julho para substituir Jorge Jesus, foi dispensado depois da goleada sofrida para o Atlético-MG por 4x0, no domingo (8), pela 20ª rodada do Brasileirão.

Ex-auxiliar de Pep Guardiola, o treinador, de 58 anos, deixa o clube após pouco mais de três meses. Ele havia sido escolhido para dar continuidade ao bem-sucedido trabalho de Jorge Jesus, que decidiu retornar ao Benfica em julho.

Em breve comunicado, o Flamengo informou que Domènec e sua comissão técnica foram desligados e informou que a atividade da terça-feira (10) será comandada por Maurício Souza, técnico do time sub-20. Ele deve dirigir o time interinamente no duelo contra o São Paulo, quarta-feira (11), às 21h30, pelas quartas de final da Copa do Brasil, no Maracanã.

Domènec vinha muito pressionado no cargo por conta dos últimos resultados negativos. Ele falhou em montar um defesa segura, tanto que o time levou oito gols nas últimas duas derrotas para São Paulo e Atlético-MG, pelo Brasileirão, desperdiçando a chance de assumir a liderança do campeonato.

Sob o comando do espanhol, o Flamengo viveu altos e baixos. Está garantido nas oitavas de final da Libertadores e nas quartas da Copa do Brasil e briga pela ponta no Campeonato Brasileiro - é o terceiro colocado, com 35 pontos, um a menos que o líder Internacional. No entanto, oscila muito na temporada e tem sofrido gols em excesso nos últimos jogos. A defesa foi vazada 29 vezes, pior marca entre os dez primeiros colocados no torneio

O treinador esteve à frente do time rubro-negro em 24 jogos, com 14 vitórias, quatro empates e seis derrotas, o que rendeu aproveitamento de 63,8%. Sob comando do ex-auxiliar de Guardiola, a equipe marcou 42 gols e sofreu 36. Agora, a diretoria vai em busca de um novo treinador.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas