Após queda de meteoro na Rússia, EUA tem bola de fogo no céu; assista

mundo
16.02.2013, 16:02:00

Após queda de meteoro na Rússia, EUA tem bola de fogo no céu; assista

Queda de meteoro na Rússia, nesta sexta-feira (15), deixou mais de 1.000 pessoas feridas. Segundo especialistas, este é o maior objeto a atingir a Terra em um século

Agência Folha

Um dia após a queda de um meteoro que deixou mais de 1.000 pessoas feridas na Rússia, moradores dos EUA e Cuba afirmaram ter visto fenômeno semelhante. Os relatos dos americanos partiram da Califórnia.

Moradores da região dizem ter visto uma bola de fogo na noite de ontem. Um deles postou um vídeo na internet mostrando o momento da passagem do raio de luz no céu.

Imagem mostra momento em que rastro de luz cruza o céu de San Francisco; vídeo foi feito na noite desta sexta-feira (Foto: Reprodução/YouTube)
Imagem mostra ponto luminoso no céu de San Francisco na noite desta sexta-feira (Reprodução/YouTube)

O instituto de ciência espacial de Oakland, no Estado, afirma ter recebido inúmeras ligações descrevendo o fenômeno, mas não conseguiu esclarecer o que era o objeto.

LEIA MAIS:
Diversas câmeras flagraram queda de meteoro na Rússia; veja os vídeos
Queda de meteoro na Rússia deixa mais de 500 feridos
Meteoro que caiu na Rússia pesava 10 toneladas; quase mil ficam feridos

Segundo o astrônomo Gerald Mckeegan, os telescópios do instituto não capturaram os eventos. À rede NBC, ele afirmou não ter visto a bola de fogo, mas acredita que, pelos relatos, os objetos devem ser meteoros esporádicos que podem acontecer várias vezes ao dia. A maior parte deles caem nos oceanos, longe dos olhos humanos.

Assista ao vídeo

###YOUTUBE###

Cuba
Em Cuba, os relatos vieram da região de Cienfuegos, nos arredores da cidade de Rodas. Em um vídeo postado no site de notícias “Cubasi”, moradores afirmam ter visto uma forte explosão. “Saímos para pescar na quinta-feira de manhã, quando vimos uma luz no céu e uma bola de fogo maior que o sol”, afirma um morador no vídeo.

De acordo com o site, autoridades cubanas iniciaram buscas por fragmentos que podem ter caído do céu. Os dois casos acontecem em sequência ao acidente com um meteoro na Rússia que deixou mais de 1.000 pessoas feridas.

Os meteoritos que caíram na região oeste da Sibéria estouraram vidros de mais de 100 mil imóveis e causaram um dano de mais de US$ 30 milhões. Segundo especialistas, foi o maior objeto a atingir a Terra em um século. O último havia sido em 1908 no lago Tunguska, na Sibéria, quando um objeto de 100 metros explodiu sobre a região.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas