Após sofrer goleada, Fábio Carille é demitido do Corinthians

esportes
03.11.2019, 19:22:00
Atualizado: 03.11.2019, 19:22:24
(Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians)

Após sofrer goleada, Fábio Carille é demitido do Corinthians

Presidente do Corinthians, Andrés Sanches anunciou a demissão

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Fábio Carille deixou o comando do Corinthians neste domingo (3). O treinador não resistiu à goleada de 4x1 para o Flamengo em jogo disputado no Maracanã, no Rio de Janeiro, e foi demitido logo após a partida válida pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O treinador deixa o clube em sua segunda passagem, que teve início no começo desta temporada. Neste ano, foram 70 jogos, sendo 27 vitórias, 25 empates e 18 derrotas. No total, Carille tem pelo Corinthians 183 jogos, sendo 86 vitórias, 56 empates e 41 derrotas.

O presidente Andres Sánchez deixou claro que Carille foi demitido e não entregou o cargo. "Nós tiramos. Foi uma conversa, toda conversa de demissão é triste, ainda mais de um treinador que tem história grande no Corinthians, mas tivemos de tomar essa decisão", disse o dirigente.

Carille tinha contrato com o Corinthians até dezembro do ano que vem e a multa para mandá-lo embora é de cerca de R$ 6 milhões. Andres admite a dívida, mas diz que depois vai resolver como pagá-la. "Como ele disse, se precisar vamos de Casas Bahia [pagar em prestação]. O Corinthians tem suas dificuldades financeiras, mas não era uma multa que segurava", completou.

A tendência é que o Corinthians seja comandado na quarta-feira, contra o Fortaleza, pelo auxiliar Fabinho ou por Dyego Coelho. Os dois trabalhavam como auxiliares de Carille. Andres não quis adiantar quem irá dirigir o time na sequência da temporada. 
"Vamos atrás de um treinador, mas não dá para chegar essa semana Vamos atrás, mas vai sair bastante gente", avisou.

Na primeira passagem, Carille conquistou o Campeonato Brasileiro de 2017 e o Paulistão de 2017 e 2018. No meio do ano passado, ele deixou o clube e foi trabalhar na Arábia Saudita. No fim do ano passado, retornou ao Corinthians e conquistou mais uma vez o Paulistão. Mas tudo mudou durante o Brasileirão, principalmente nas últimas rodadas. O treinador passou a criticar e cobrar publicamente o elenco corintiano, algo que desagradou os jogadores e membros da diretoria.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas