Após toque de recolher, Fundação suspende evento em escola na Mata Escura

salvador
25.05.2016, 10:54:00

Após toque de recolher, Fundação suspende evento em escola na Mata Escura

O motivo, segundo a fundação, é devido ao 'índice de violência no bairro ter aumentado esses dias'
Alerta foi feito pelo pai de santo do
Terreiro Bate Folha
(Foto: Divulgação)

A Fundação Gregório de Matos (FGM) suspendeu o evento 'A Casa Vai à Escola', em homenagem ao Dia da África, programada para esta quarta-feira (25) na Escola Municipal São Miguel, no bairro Mata Escura. O motivo, segundo a fundação, é devido ao 'índice de violência no bairro ter aumentado esses dias'.

Ainda de acordo com a FGM, foi o pai de santo do Terreiro Bate Folha quem fez o alerta e aconselhou reprogramar o evento. "Assim que a nova data for agendada, todos serão informados", informou a nota.

Moradores do bairro da Mata Escuta enfrentaram toque de recolher na tarde desta terça-feira (24). Segundo a Central de Polícia, criminosos impuseram a medida às 12h30 de hoje por causa da morte do traficante Cristian Sostenis Barreto Silva, baleado em confronto com a polícia. Os indivíduos chegaram a tentar colocar fogo em ônibus no final de linha do bairro, mas a Polícia Militar inibiu a ação. Duas pessoas foram presas.

Hoje, os ônibus seguem sem circular até o fim de linha do bairro nesta manhã. De acordo com Daniel Mota, diretor de imprensa do Sindicato dos Rodoviários, o fim de linha do bairro havia sido desviado para o Jardim Santo Inácio, mas deve ser alterado novamente.

A Casa Vai À Escola
A Escola Municipal São Miguel foi escolhida pela FGM, já que a comunidade vive um momento tenso devido aos casos de violência na região. O projeto pretende elevar a autoestima desses jovens em parceria com o Grupo Teatral Ubuntu Africanias através de atividades.

O evento faz parte do programa de arte-educação da Casa do Benin e apresentaria uma temática especial em comemoração ao Dia da África e ao Centenário do Mansu Banduquenqué ou Terreiro Bate Folha - importante instituição religiosa de Salvador constituída a partir das raízes históricas dos povos bantu, do Congo e Angola trazidos para o Brasil.

De acordo com nota da Assessoria Geral da Comunicação (Agecom), o A Casa Vai à Escola, em homenagem ao Dia da África, seria realizado na Escola Municipal São Miguel, e tiveram que ser adiadas "para garantir a segurança da comunidade escolar". Outras duas escolas municipais também estão fechadas em função do clima de insegurança na área: Maximiniano da Encarnação e Maria Constança. 

O Terreiro Bate Folha possui a maior área urbana remanescente da Mata Atlântica, aproximadamente 15,5 hectares. Foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 10 de outubro de 2003. O Terreiro completará 100 anos em dezembro de 2016.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas