Após vender brinquedos, menino vai à final da Libertadores; vídeo

esportes
20.11.2018, 09:45:00
Atualizado: 20.11.2018, 09:55:52
"Vendo brinquedos para poder ir ao Monumental", dizia o cartaz da banquinha montada por Renzo (Reprodução/Facebook)

Após vender brinquedos, menino vai à final da Libertadores; vídeo

Apaixonado pelo River Plate, Renzo ganhou ingresso e passagem aérea

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Torcedor River Plate, Renzo tem apenas seis anos, mas está sonhando com a última partida da final da Copa Libertadores da América. O menino decidiu vender os próprios brinquedos para ir à decisão, que será disputada contra o Boca Juniors, no sábado (24), às 17h (horário da Bahia), no estádio Monumental de Núñez, em Buenos Aires.

A foto da banquinha que Renzo montou com o cartaz "vendo brinquedos para ir ao Monumental" viralizou na internet e chamou a atenção da torcida organizada do time argentino em Málaga, na Espanha, que vai realizar o sonho do menino.

A filial levantou dinheiro suficiente para ingressos, passagem aérea e alimentação para Renzo e a mãe dele irem à final. A família mora em Paraná, na província de Entre Ríos, a cerca de 480 km da capital argentina.

No jogo de ida, River Plate e Boca empataram em 2x2, na Bombonera. "River não é apenas futebol, mas família, amor e paixão. Todos fomos crianças e sonhamos com brinquedos, livros e viagens. O sonho de Renzo era conhecer o Monumental e viver uma partida ali", afirmou a organizada através de comunicado.

Renzo gravou um vídeo de agradecimento. Confira:

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas